sábado, 18 de março de 2017

Sesc São Paulo promove a 7ª edição do Nublu Jazz Festival de 6 a 9 de abril no Sesc Pompeia e São José dos Campos




Festival traz pela primeira vez ao Brasil os americanos Kamasi Washington, 
Saul Williams e o inglês Cymande, entre outros

Consolidado entre os amantes de música, o NUBLU JAZZ FESTIVAL chega à sua sétima edição. Neste ano, o festival acontece nas unidades do Sesc Pompeia e São José dos Campos, a partir do dia 6 de abril, e traz grandes nomes da música urbana (jazzfunk, soul e R&B) nacional e internacional, como Kamasi Washington (EUA), Cymande (GBR), The Cookers (EUA), Saul Williams (EUA), entre outros.

O Festival no Brasil, que acontece desde 2009, é uma ramificação do icônico clube e gravadora independente com base em Nova Iorque. O projeto, fundado em 2002, pelo sueco-turco Ilhan Ersahin, músico, compositor, produtor musical e empreendedor, é ponto de encontro de alguns dos mais atuantes músicos da cena nova-iorquina e agrega também inúmeros artistas vindos de todas as partes do planeta, constituindo assim a identidade do Nublu: um centro da música com raízes em muitos estilos, tais como jazz, funk, dub, afro, trip hop, psicodelia, techno, jazz, hip-hop e indie.

Em sua primeira visita ao Brasil, o lendário grupo inglês de funk afro-caribenho Cymande divide a noite com o Sambas do Absurdo, novo projeto de Juçara Marçal, ao lado dos músicos e compositores Rodrigo Campos e Gui Amabis.

The Cookers, formado por grandes nomes do jazz, como os americanos Cecil McBeeEddie HendersonBilly Hart, entre outros, abre o segundo dia de shows com seu jazz, que mistura a fúria do hard bop e a nostalgia e leveza do swing. Já, o baterista Sergio Machado (que já tocou com Raul de Souza, Ney Matogrosso, Criolo e Metá Metá), encerra a noite apresentando seu projeto autoral Plim, que conta com participação especial de Kiko DinucciThiago França e Tulipa Ruiz.

Ainda no ineditismo das apresentações, o americano Saul Williams, ícone do spoken word (performance artística em que poemas e/ou histórias são faladas ao invés de cantadas), divide a noite de apresentações com o conterrâneo Kamasi Washington, saxofonista de 35 anos, considerado um dos principais representantes da cena new jazz de Los Angeles. Kamasi ainda faz show extra no domingo, 9, no Sesc Pompeia.

O festival traz também no Sesc Pompeia e no Sesc São José dos Campos discotecagens com os DJsconvidados DvBzPG e Tamenpi na abertura e nos intervalos. Os cenários do NUBLU JAZZ FESTIVAL 2017 são assinados pelo Estúdio Laborg.

Sobre a programação:
Cymande (GBR)
Grupo de funk music formado em Londres por imigrantes vindos da Jamaica e da Guiana, no início da década de 1970. Com estilo original, que traz influência de soul, jazz, reggae e afrobeat, o Cymande gravou três discos que se tornaram ícones da cultura DJ e são hoje itens obrigatórios na discoteca de qualquer colecionador que se preze ao redor do globo.
Devido a esse verdadeiro culto, o grupo, que havia encerrado as atividades em 1974, voltou a se reunir em 2014. Desde então, são presença garantida nos maiores festivais dos EUA e Europa.
O show no Nublu Jazz Festival é a estreia do grupo no Brasil, para a apreciação dos amantes do balanço atemporal de Brothers On The Slide, Bra e tantos outros clássicos.

Sambas do Absurdo (BRA)
Juçara Marçal, Rodrigo Campos e Gui Amabis
Conhecida principalmente como integrante do Metá Metá e autora do premiado álbum Encarnado, Juçara Marçal é sem dúvida uma das vozes mais belas e relevantes da música brasileira atual. Ao lado de dois inventivos artistas contemporâneos, Rodrigo Campos e Gui Amabis, ela apresenta o novo projeto Sambas Do Absurdo.
Inspirados pelo livro O Mito de Sísifo, de Albert Camus, os Sambas versam livremente sobre o encontro com o Absurdo, apresentado no livro como o divórcio do indivíduo com a própria a vida. Todas as canções são parcerias de Campos (música) e Nuno Ramos (letra) interpretadas pelo trio.

The Cookers (EUA)
Formado por grandes nomes do jazz, como Cecil McBee, Eddie Henderson, David Weiss, Donald Harrison, Stephen Scott, Billy Harper e Billy Hart, o grupo reúne sete lendas do gênero, que também atuam em carreiras solo.
The Cookers, que já se apresentou ao lado de Max Roach, Herbie Hancock, Alice Coltrane, Art Blakey, Elvin Jones, McCoy Tyner entre outros, traz para o Nublu seu som que mistura a fúria do hard bop com a nostalgia e leveza do swing.

Plim (BRA)
Sergio Machado e convidados
Plim é o projeto solo do baterista Sergio Machado. Nele, o músico juntou seu amor e domínio da polirritmia ao som pesado e eletrônico cultuado pela sua geração. Com produção e direção própria, o disco Plim é inspirado principalmente por trilhas sonoras que Sergio ouvia na infância (Quincy Jones, Lalo Schifrin, Ennio Morricone, etc) e composto por temas de Michel Leme, Kiko Dinucci, parcerias com Criolo, Thiago França e Tulipa Ruiz. 
O show conta com a participação especial de Kiko Dinucci, Thiago França e Tulipa Ruiz junto a Sergio Machado.

Kamasi Washington (EUA)
O famoso saxofonista americano traz pela primeira vez ao Brasil seu jazz contemporâneo, que transita pelo hip hop, funk, soul e a música gospel. Ele, que já tocou com Snoop Dogg, Kendrick Lamar, Lauryn Hill, Wayne Shorter e Herbie Hancock, apresenta show com repertório baseado em seu álbum Epic (2015).
Kamasi (sax tenor) virá acompanhado de sua banda, The Next Step: Rick Washington (sax soprano/flauta), Igmar Thomas (trompete), Brandon Coleman (teclado), Kristopher Funn (baixo), Patrice Quinn (vocal), Robert Miller (bateria), Jonathan Pinson (bateria), Leon Mobley (percussão) e Kevin Gilliam aka DJ Battlecat (pickups).

Saul Williams (EUA)
Considerado o maior nome da cena spoken word do século XXI, Saul Williams é autor de um trabalho que mistura poesia com hip hop. Escritor, ator e músico, se dedica atualmente a divulgar o disco MartyrLoserKing, que foi escrito e gravado em várias cidades do mundo. É um projeto multimídia que trava um diálogo digital entre o 1º e o 3º Mundo.
Ele foi inovador desde o álbum de estreia Amethyst Rock Star, lançado em 2001 e produzido por Rick Rubin. Saul já tocou em mais de 30 países e fez leituras em mais de 300 universidades. Gravou com nomes que vão de Nine Inch Nails a Allen Ginsberg.

DJ Tamenpi (BRA)
O carioca radicado em São Paulo é residente da festa semanal Groovelicious, que acontece às quintas-feiras no Lions Nightclub. Tamenpi é um dos idealizadores (e residente) da festa de bass music ‘COLAB 011’ e assina, também, o Só Pedrada Musical, um dos blogs mais relevantes do país quando o assunto é música negra.

DJ DvBz (BRA)
Produtor musical, remixador, compositor de trilhas sonoras e engenheiro de som. Seu curriculum inclui produções artísticas para Sombra, Zulumbi, Instituto, além do lendário e saudoso rapper Speed Freaks. Atua como DJ na cena paulistana e lança festejadas mixtapes, como os dois volumes de Tim Maia Rules the World e Trilha Sonora Original, com temas de novelas brasileiras dos anos 1970.

DJ PG (BRA)
Garimpador de vinil, PG é um dos mais profundos conhecedores da música brasileira dentro da cultura hip hop no país. Graças à sua seleção original e perspectiva própria, já viajou mundo afora diversas vezes para mostrar o melhor da MPB inna b-boy stance. Também é integrante do grupo Elo da Corrente, no qual expressa também sua faceta como beatmaker.

Laborg (BRA)
O Laborg é um núcleo de criação audiovisual que desenvolve projetos de videocenografias, instalações, performances, projeção mapeada para shows, eventos e intervenções públicas. Pela sexta vez consecutiva, assina a cenografia do Nublu Jazz Festival. Confira as cenografias das edições anteriores do festival no site www.estudiolaborg.com.br.

Programação Sesc Pompeia
6 de Abril (quinta), às 21h30
Shows: Cymande (GBR) e Sambas do Absurdo (BRA)
DJ: Dvbz [a partir das 20h30]

7 Abril (sexta), às 21h30
Shows: The Cookers (EUA) e Plim (BRA)
DJ: PG [a partir das 20h30]

8 Abril (sábado), às 21h30
Shows: Kamasi Washington (EUA) e Saul Williams (EUA)
DJ: Tamenpi [a partir das 20h30]

9 Abril (domingo), às 19h
Show extra: Kamasi Washington (EUA)
DJ: Tamenpi [a partir das 18h]

*A ordem das apresentações pode sofrer alterações

*Apresentações dos DJ's ocorrem no início e no intervalo dos shows.


SERVIÇO
Sesc Pompeia apresenta Nublu Jazz Festival
Dias 6, 7 e 8 de Abril, às 21h30; dia 9 de Abril, às 19h
Comedoria
Ingressos: R$ 15,00 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (credenciado*/usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).
Venda online a partir de 28 de março, terça-feira, às 17h30
Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 29 março, quarta-feira, às 17h30.
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos.
SESC Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia

Programação Sesc São José dos Campos
6 de Abril (quinta), às 20h30
Shows: Kamasi Washington (EUA) e Saul Williams (EUA)
DJ: Tamenpi [a partir das 20h]

7 Abril (sexta), às 20h30
Shows: Cymande (GBR) e Sambas do Absurdo (BRA)
DJ: Dvbz [a partir das 20h]

8 Abril (sábado), às 20h30
Shows: The Cookers (EUA) e Plim (BRA)
DJ: PG [a partir das 20h]

SERVIÇO
Sesc São José dos Campos apresenta Nublu Jazz Festival
Dias 6, 7 e 8 de Abril, às 20h.
Ingressos: R$ 15,00 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (credenciado*/usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).
Venda online a partir de 28 de março, terça-feira, às 17h30.
Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 29 março, quarta-feira, às 17h30.
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos.
SESC São José dos Campos – Av. Adhemar de Barros, 999 - Jd. São Dimas sescsp.org.br/sjcampos


Nenhum comentário:

Postar um comentário