quinta-feira, 3 de novembro de 2016

ELOGIADA INTERNACIONALMENTE, BANDA GRAVEOLA SE APRESENTA PELA PRIMEIRA VEZ EM CURITIBA


 


 
Sexteto mineiro com turnês anuais pela Europa faz show de lançamento do disco Camaleão borboleta no Paiol no dia 11 de novembro
 
A banda mineira Graveola vem a Curitiba para o lançamento do álbum Camaleão borboleta, no dia 11 de novembro (sexta-feira). O sexteto, que pela primeira vez se apresenta na capital paranaense, estará no palco do Teatro do Paiol a partir das 20h, como atração do projeto Brasis no Paiol.

Com rumos bem traçados na sonoridade elétrica e psicodélica, Camaleão borboleta (Natura Musical) tem dez faixas autorais inéditas, trazendo referências de grupos como Novos Baianos, Doces Bárbaros e ritmos do maracatu, frevo, ijexá, pagode baiano e samba-reggae, o disco mostra o amadurecimento da sonoridade da banda.

O disco foi produzido por Chico Neves, responsável por discos de artistas como Lenine, Skank e O Rappa, e tem a participação especial de Samuel Rosa na faixa Talismã.

No meio do ano, o sexteto esteve mais uma vez na Europa, continente que tem visitado nos últimos seis anos. Lá, a turnê de lançamento do álbum garantiu diversos elogios a seu trabalho em várias publicações internacionais, como o jornal ingles The Guardian e a revista musical Mojo. Apresentaram-se, por exemplo, no Roskilde, um dos festivais mais importantes do mundo, realizado na Dinamarca e que reúne 50 mil pessoas por dia.

Camaleão borboleta, sexto trabalho da banda mineira, surgiu da vontade do grupo em registrar o seu momento atual, num recorte sonoro festivo e pop de sua carreira. Buscando ancoragem em diversos ritmos afro-latino-americanos, o grupo nunca soou tão alegre e tropical.

Em uma metamorfose ininterrupta, a banda desenvolveu, ao longo de 11 anos, uma sonoridade distinta, caracterizada principalmente por uma enorme empatia e por um diálogo franco com as mais diversas vertentes da música brasileira. Fato claramente observável em sua discografia: Graveola e o Lixo Polifônico (2009), Um e meio (2010), Eu preciso de um liquidificador (2011), Dois e meio - Vozes invisíveis (2014) e o EP London Brigde (2015).

Desse modo, a banda foi amadurecendo e enriquecendo por meio de um processo contínuo, privilegiando a porosidade e a capacidade de aglutinar novas informações a cada trabalho. O grupo é formado por LG Lopes, Luiza Brina, José Luis Braga, Bruno de Oliveira, Gabriel Bruce e Ygor Rajão.

Serviço:
Música: Graveola – Lançamento do álbum “Camaleão Borboleta”
Data: 11 de novembro, sexta-feira, 20h
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia, conforme legislação)
Local: Teatro do Paiol - Praça Guido Viaro, s/n
Pontos de venda (somente dinheiro): bilheteria do Paiol (terça a sexta, das 13h30 às 19h; sábado e domingo, das 15h até o horário do evento) e Restaurante Mezanino das Artes (Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 805, segunda a sábado, das 11h30 às 23h)

Produção: Santa Produção e Fineza Comunicação e Cultura
Apoio: Restaurante Mezanino das Artes, Jacobina, Blog Tudo o que você (ou)vê
Incentivo: Prefeitura Municipal de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba

PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO FUNDO MUNICIPAL DA CULTURA – PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário