quarta-feira, 30 de novembro de 2016

ALZIRA E APRESENTA PARCERIAS COM ITAMAR ASSUMPÇÃO EM SHOW NO TEATRO DO PAIOL






Repertório de O que vim fazer aqui, com participação de Peri Pane, será no dia 09 de dezembro e fecha temporada do projeto Brasis no Paiol

A cantora e compositora Alzira E vem a Curitiba no dia 09 de dezembro (sexta-feira). O show O que vim fazer aqui será apresentado no Teatro do Paiol, tem ingressos a R$ 10 e encerra a temporada 2016 do projeto Brasis no Paiol. No palco, a artista será acompanhada pelo músico Peri Pane.

O repertório da apresentação é baseado no disco O que vim fazer aqui, lançado pela cantora em 2014. Em Curitiba, as músicas ganham um novo formato, agora em duo, com violões e violoncelo.

O álbum colocou em evidência o momento criativo da parceria de Alzira E com o músico e compositor Itamar Assumpção (1949 – 2013), revelando canções inéditas, como Norte (Alzira E / Itamar Assumpção), Chuva no deserto (Alzira E / Itamar Assumpção) e algumas faixas como Sei dos caminhos (Itamar Assumpção / Alice Ruiz), Quem sabe sabe (Itamar Assumpção) de seu álbum AMME, produzido por ele em 1992, quando Alzira encontrou nos poemas de Itamar um incentivo para a liberdade musical que vem marcar toda sua trajetória como instrumentista, compositora e intérprete. O trabalho faz uma homenagem e traz a celebração dessa parceria.

A maior parte das músicas que compuseram juntos foram escritas na década de 90. Além das faixas acima, o programa contará também com Tristeza não e Já sei (as duas parcerias entre Alzira e Itamar), bem como Conversa mole, de Alzira e Iara Rennó. O show no Paiol terá duas participações especiais: Alice Ruiz e Estrela Leminski,

Trajetória
Alzira Maria Miranda Espíndola, Alzira E, é cantora, compositora e instrumentista. Nascida em 1957, em Campo Grande (MS), é a sétima filha de uma família de artistas. Deu início à carreira profissional com seus irmãos Tetê Espíndola, Geraldo Espíndola e Celito Espíndola, no lançamento do LP Tetê e o Lírio Selvagem (1978/80).

Em 1986, inicia sua carreira solo, com o primeiro LP, Alzira Espíndola, produzido por Almir Sater. Reúne neste disco vários compositores da região Centro Oeste, uma música inédita de Renato Teixeira (Homem não chora) e algumas canções autorais.Com o disco AMME, foi indicada para o Prêmio Sharp 1992, na categoria de melhor cantora pop.

Incorporando a música regional do centro-oeste à música pop, sua discografia conta com nove títulos entre 1987 e 2014, tendo como parceiros Almir Sater, Itamar Assumpção, Alice Ruiz, entre muitos outros.

Serviço:
Música: Alzira E – Show “O que vim fazer aqui”, com Peri Pane
Data: 09 de dezembro, sexta-feira, 20h
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia, conforme legislação)
Local: Teatro do Paiol - Praça Guido Viaro, s/n
Pontos de venda (somente dinheiro): bilheteria do Paiol (terça a sexta, das 13h30 às 19h; sábado e domingo, das 15h até o horário do evento) e Restaurante Mezanino das Artes (Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 805, segunda a sábado, das 11h30 às 23h)

Produção: Santa Produção e Fineza Comunicação e Cultura
Apoio: Restaurante Mezanino das Artes, Jacobina, Blog Tudo o que você (ou)vê
Incentivo: Prefeitura Municipal de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba

PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO FUNDO MUNICIPAL DA CULTURA – PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.

Leandro Lehart lança vídeo com versão para “Tudo É Festa”





Novo álbum “Violão É no Fundo de Quintal” será lançado dia 02 de dezembro


Nessa sexta-feira, 02 de dezembro, os fãs de Leandro Lehart poderão ouvir seu novo álbum, “Violão É no Fundo de Quintal”, uma homenagem ao grupo e aos 100 anos do samba. Enquanto esse dia não chega, ele dá hoje mais uma amostra do que está por vir com o vídeo da música “Tudo É Festa” https://www.youtube.com/watch?v=VWbX-M30cfc.

O disco, que será lançado em formato digital no Dia Nacional do Samba, foi produzido pelo próprio Leandro. Nele, estão 21 canções do grupo Fundo de Quintal, escolhidas pelo cantor, que as interpreta no formato voz e violão. Com tom intimista, as versões exaltam o talento do sambista e a importância do grupo carioca para o estilo.

Mais informações: www.deckdisc.com.br


Comunidade do Redentor comemora 150 anos com concerto da Camerata





A última apresentação deste ano do programa “Concerto nas Igrejas”, da Camerata Antiqua de Curitiba, acontece nesta sexta-feira (2), às 20h, na Igreja do Redentor. O concerto, aberto ao público, faz parte das comemorações dos 150 anos da Comunidade Luterana do Redentor. A regência é de Alexandre Razera.
Com este concerto, a Camerata soma dez apresentações em igrejas este ano. O repertório é composto por obras clássicas de compositores brasileiros e estrangeiros, representativos de várias épocas, como Johann Sebastian Bach, George Friedrich Händel, Heitor Villa-Lobos, Antônio Carlos Gomes, Mozart Camargo Guarnieri e Edmundo Villani-Côrtes.
O programa “Concerto nas Igrejas” foi idealizado pela Camerata Antiqua de Curitiba como parte de suas atividades de relacionamento com a comunidade desde 2002. Foram centenas de concertos realizados nas diversas regionais da cidade, dando a oportunidade a milhares de pessoas de conhecer o trabalho da Camerata Antiqua de Curitiba.
Regente - Alexandre Razera iniciou seus estudos musicais na Escola de Música de Piracicaba. No Brasil estudou com Celisa Frias e Elisa Fukuda. Em 1998 foi contemplado com uma bolsa para integrar a Academia Karajan da Filarmônica de Berlim, onde teve a orientação de Wielfried Strehle. Realizou concertos e gravações sob a batuta de maestros como Claudio Abbado, Simon Ratle, Daniel Baremboim e Lorin Maazel. Estudou com Ulrich Knoerzer na Universidade de Artes de Berlim. Atuou como primeiro violista de inúmeras orquestras, como Orquestra da Rádio e Televisão Eslovena, OSESP, OSUSP e OSB. Trabalhou junto à Orquestra do Festival de Lucerna, Filarmônica de Berlim, Mahler Chamber Orchestra e diversos grupos de música de câmera pela Europa.
No Brasil, Razera integra regularmente o corpo docente de festivais por todo o país, como o Festival de Campos do Jordão, Oficina de Música de Curitiba, CIVEBRA (Brasília) e FEIMEP (Piracicaba). Atualmente, além da atividade solística e camerística, é o primeiro violista e ensaiador da Orquestra de Câmera de Curitiba.

Serviço:Concerto nas Igrejas – Camerata Antiqua de Curitiba comemora 150 anos da Comunidade Luterana  do Redentor
Regente: Alexandre Razera
Local: Comunidade do Redentor – R. Trajano Reis, 199 – São Francisco
Data e horário: 2 de dezembro de 2016, às 20h
Entrada franca

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Programação semanal James de 30 novembro a 03 de dezembro



PROGRAMAÇÃO DA SEMANA JAMES BAR
DE 30 DE NOVEMBRO A 03 DE DEZEMBRO



QUARTA 30.nov: 22h
DJs residentes Ale Dantas e Claudinha Bukoswki.
DJ convidado Pedro Henrique.
DOUBLE DRINK de destilados nacionais até 1h.
HEINEKEN 600ml a preço de long neck até a 0h.
ENTRADA PROMOCIONAL a R$ 5 até as 23h.
R$ 15.

QUINTA 01.dez: 22h
Lançamento do cardápio promocional de drinks de verão.
DJs Bila Sampaio (Baile da Carne Livre), ADRN (Pancadão) e Giulia Fontoura (Eu Não Sou Obrigada a Nada).
COCKTAIL FREE a cada meia hora, com rodadas de degustação do cardápio promocional e sangria liberada.
LISTA AMIGA: nomes no mural do evento ganham desconto na entrada, a noite toda.
Entrada a R$ 15 (R$ 10 lista amiga) até as 23h, R$ 20 (R$ 15) até a 0h e R$ 25 (R$ 20) após.

SEXTA 02.dez: 22h
DJs Ale Dantas, Claudinha Bukowski e Denis James.
Set especial: Worst.
DRINK GRATUITO Moscow Mule para cada cliente até 23h.
DOUBLE DRINK Jägerbomb entre 23h e 1h.
ENTRADA PROMOCIONAL a R$ 20 até 0h e R$ 25 após.

SÁBADO 03.dez: 22h
DJs residentes Ale Dantas, Denis James e Ber Correia.
DRINK GRATUITO Cuba Vodka para cada cliente até 23h.
DOUBLE VODKA COM ENERGÉTICO entre 23h e 1h.
DOUBLESHOTS na garrafa, ao longo da noite.
ENTRADA PROMOCIONAL a R$ 25 até 0h e R$ 30 após.

*PROGRAMAÇÃO SUJEITA A ALTERAÇÃO SEM AVISO PRÉVIO.
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR. (41) 3222-1426. Formas de pagamento: Todos os cartões de débito e crédito Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale-Refeição.

MON, projeto de Mario Velloso e Pietra Bertolazzi apresenta "C'Mon" pela LK2 Music





Mario Velloso e Pietra Bertolazzi começaram uma verdadeira história em dupla em janeiro de 2014, quando se uniram no amor e na música. Com sintonia perfeita tanto em estúdio, quanto em suas apresentações, o MON vem explorando e compartilhando seus pensamentos, lifestyle e experiência artística.

Eis que já está disponível, com lançamento pela LK2 Music, o primeiro EP de trabalho do duo, intitulado "C'Mon". São três faixas exclusivas, que apresentam toda a sonoridade do projeto, com uma moderna mescla de house e deep house. Um dos grande sucessos das pistas nacionais "Katira", em parceria com o produtor Life Forbes, é o carro chefe do lançamento.

Para ouvir ou baixar "C'Mon" nas diversas plataformas de música, incluindo Spotify, Itunes, Deezer e Beatport, acesse: http://smarturl.it/lk2.mon

Freedom Call inicia rápida tour pela América Latina com setlist especial


A banda alemã Freedom Call, um dos nomes mais importantes do metal melódico mundial, faz única apresentação no Brasil, nesta sexta-feira (02/12), no tradicional Manifesto Bar, em São Paulo. Show faz parte da rápida turnê promocional do novo álbum “Master of Light” pela América LatinaAinda há ingressos à venda.


Ainda há ingressos à venda para show de estreia no Brasil – foto: divulgação

A banda alemã Freedom Call, um dos nomes mais importantes do metal melódico mundial ao lado de Helloween, Blind Guardian, Stratovarius, Angra, Gamma Ray, Primal Fear, entre outros, finalmente deu o pontapé inicial na tão aguardada turnê de estreia na América Latina.

Chris Bay (vocal/guitarra), Lars Rettkowitz (guitarra), Ilker Ersin (baixo) e Ramy Ali (bateria) fizeram irretocável apresentação, na última sexta-feira (25/11), no Circo Volador, na Cidade do México, ao executar um verdadeiro best of dos seus 18 anos de carreira.

O repertório que deve ditar a agitação dos fãs durante a única exibição do grupo no Brasil, que acontece, nesta sexta-feira (02/12), no tradicional Manifesto Bar, em São Paulo, deve ser o seguinte:
Union of the Strong
The Eyes of the World
Farewell
Heart of a Warrior
Kings Rise and Fall
Island of Dreams
The Quest
Metal Is For Everyone
Hammer of the Gods
666 Weeks Beyond Eternity
Power & Glory
Tears of Babylon
We Are One
Freedom Call
Bleeding Heart
Warriors
Land of Light


Os ingressos continuam à venda pelo site do Clube do Ingresso (http://www.clubedoingresso.com/freedomcall) e diversos pontos autorizados na capital paulista e região metropolitana, a partir de R$ 100,00 (2º lote – pista meia-entrada/promocional). Mais informações no serviço abaixo.

O show faz parte de turnê pela América Latina já para promover o novo álbum “Master of Light”, que foi lançado no último dia 11 de novembro, via SPV/Steamhammer. As datas são as seguintes:
25/11 – Circo Volador – Cidade do México, México
27/11 – Auditorio Lumiere – Bogotá, Colômbia
30/11 – Uniclub – Buenos Aires, Argentina
02/12 – Manifesto Bar – São Paulo, Brasil

“Master of Light” foi gravado no Little Sun Creek Lounge, estúdio da própria banda, perto de Nuremberg, com produção a cargo de Chris Bay em parceria com Stephan Ernst, que já trabalhou nos discos “Land Of The Crimson Dawn” (2012), “Beyond” (2014) e “Eternity – 666 Weeks Beyond Eternity” (2015). 



Links relacionados:
https://www.facebook.com/FreedomCallOfficial
https://www.facebook.com/darkdimensionsbrasil
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

Serviço São Paulo
Dark Dimensions orgulhosamente apresenta Freedom Call
Data: sexta-feira, 2 de dezembro
Local: Manifesto Bar
End: Rua Iguatemi, 36 – Itaim Bibi
Hora: 20h30 (open doors) | 22h: showtime
Imprensa: press@theultimatemusic.com
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/529867877215044/

Valores (2º Lote)
Pista - Meia-entrada/Promocional: R$ 100,00
Camarote - Meia-entrada/Promocional: R$ 180,00

Ingresso online: http://www.clubedoingresso.com/freedomcall
Pontos de venda: http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar
Sem taxa com pagamento em dinheiro: Carioca Club: Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros 
GALERIA DO ROCK - LOJA 255: Av. São João, 439 - 1º Andar - Loja 255 - Centro
CONTÉM 1G - SHOPPING METRÔ SANTA CRUZ: Rua Domingos de Moraes, 2564
CONTÉM 1G - SHOPPING METRÔ BOULEVARD TATUAPÉ: Rua Gonçalves Crespo, 78
LOJA CONTÉM 1G – ARICANDUVA: Av. Aricanduva, 5555 - Vila Matilde
CONTÉM 1G - SHOPPING METRÔ TUCURUVI: 2º Andar - Loja L26.2
TATTOO COMPANY SP: Alameda Itu, 1124 (esquina com a Rua Augusta) Cerqueira César
METAL MUSIC: Rua Álvaro de Azevedo, 159 Centro - Santo André
POP MUSIC: Rua Dona Primitiva Bianco, 159 Centro - Osasco (ao lado da estação de trem)

Luciana Mello lança clipe de “Jóia Rara”






A cantora Luciana Mello lançou recentemente o disco “Na Luz do Samba”, inteiramente dedicado ao estilo. Depois do clipe em realidade virtual “Estrela Sorridente”, ela lança novo vídeo. “Jóia Rara” https://youtu.be/5DNAc60H5JI foi dirigido por Alexandre Sorriso e gravado ao vivo durante o show de lançamento do álbum em São Paulo, no Theatro NET.

"Jóia Rara é uma música que sempre gostei e ouvia na voz do próprio compositor, o Walmir Borges, que também produziu o CD. Há alguns anos, fiz uma participação especial no show do Walmir e cantamos essa música juntos. Quando estava gravando, achei que seria uma ótima oportunidade de incluí-la no disco. Aí chamamos o incrível arranjador e produtor Otávio de Moraes para fazer esse arranjo lindo!” – contou Luciana.

"Na Luz do Samba" já está à venda e disponível nas principais plataformas digitais.

Muqueta Na Oreia está em estúdio compondo novo disco


A banda Muqueta Na Oreiauma das grandes e surpreendentes revelações do cenário do rock/metal nacional, segue em processoacelerado na composição das músicas do seu tão aguardado novo álbum. Este trabalho tem a missão de superar os elogiados “Lobisomem em Lua Cheia” (2010) e “Blatta” (2013). Grupo revelou video em estúdio



Banda é uma das grandes e surpreendentes revelações do cenário do rock/metal nacional – foto: divulgação

Após impressionantes e elogiadas apresentações durante as turnês promocionais dos álbuns “Lobisomem em Lua Cheia” (2010) e “Blatta” (2013), a banda Muqueta Na Oreia segue totalmente focada na composição do seu tão aguardado novo registro fonográfico.

O grupo está literalmente trancafiado em estúdio, trabalhando arduamente no novo material, justamente com o objetivo de provar por que é considerado um dos principais representantes da proeminente nova safra do rock/metal nacional.

Ramires (vocal/percussão), Bruno Zito (guitarra), Cris (baixo) e Henry (bateria) recentemente revelaram um video de como está sendo este processo. Confira em https://www.facebook.com/MuquetaNaOreia/videos/1276727389025539.

Estamos convictos da nossa responsabilidade em superar dois discos que foram extremamente elogiados e que também nos abriram muitas portas. É justamente por isso que nos estamos produzindo algo muito poderoso, bem pesado e com aquela nossa pitada ácida característica nas letras”, declarou o frontman Ramires.

Com apenas oito anos de carreira, o Muqueta Na Oreia tornou-se uma das grandes e surpreendentes revelações do rock/metal nacional dos últimos anos. Sempre audaciosos e com muita determinação, o quarteto vem se destacando no cenário da música independente com muita personalidade e atitude explícita.

Apesar de pouco tempo na estrada, o grupo cresceu, ganhou respeito, firmou seu nome e conquistou uma legião de fãs, principalmente após performances devastadoras e excelentes reviews com os álbuns “Lobisomem em Lua Cheia” (2010) e “Blatta” (2013).

O aumento da popularidade refletiu diretamente no crescimento do número de fãs e na agenda de shows. O reflexo do reconhecimento veio justamente na oportunidade de dividir o palco com nomes consagrados como Korzus, Raimundos, Made in Brazil, Dead Fish, Claustrofobia, Project46, Johnwayne, Olho Seco, entre outros, além de shows como headliner.

Produtores interessados em contratar a performance do Muqueta Na Oreia devem enviar e-mail para press@theultimatemusic.com.

Assista a banda em ação em https://www.facebook.com/MuquetaNaOreia/videos/1190752907622988.

Links relacionados:
https://www.facebook.com/MuquetaNaOreia
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

JOELMA EM CARTAZ NA CAIXA CULTURAL CURITIBA






A história de uma das primeiras transexuais do Brasil terá tradução simultânea na Língua Brasileira de Sinais

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 9 a 11 de dezembro, o espetáculo Joelma, que une o teatro, o cinema e a dança para narrar a história e os desafios de uma das primeiras transexuais do Brasil. Baseada no curta-metragem homônimo, a narrativa também carrega tom policial. Uma das novidades deste espetáculo é que terá legendas em português e tradução simultânea em Libras.

A história de Joelma revela sua reinvenção frente aos preconceitos e injustiças e traz à tona as dificuldades de uma mulher nascida em um corpo de homem. A narrativa também reúne elementos relativos às questões de gênero e de religiosidade. 

Joelma, que inspirou o filme e que deu origem à peça, nasceu em Ipiaú, no interior da Bahia, e tem hoje 72 anos de idade. Viveu em São Paulo por 30 anos, onde fez a cirurgia de transição e se casou.

No teatro, o ator Fabio Vidal, do Território Sirius Teatro de Salvador, que interpreta Joelma, assina a direção e autoria ao lado do autor e diretor do curta-metragem, Edson Bastos. “É gratificante ter a oportunidade de aproximar o público da experiência de vida de Joelma e poder gerar uma nova ótica sobre as questões de gênero, dissolver preconceitos e estimular afetos”, afirma o performer. 

Serviço
Teatro: Joelma
Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 9 a 11 de dezembro de 2016 (sexta a domingo)
Horário: sexta-feira e sábado, às 20h. Domingo, às 19h.
Ingressos: vendas a partir de 3 de dezembro (sábado). R$ 10 e R$ 5 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: não recomendado para menores de 14 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)
Legendas em português e interpretação em Libras em todas as apresentações 

CRIOLO SE APRESENTA EM CURITIBA NESTE SÁBADO EM EVENTO COM BLACK ALIEN E MC MARECHAL






Três shows na Live Curitiba reúnem alguns dos rappers mais celebrados da música brasileira

Três elogiados artistas  do rap nacional poderão ser vistos ao vivo em Curitiba no próximo sábado, dia 03 de dezembro. Criolo, Black Alien e MC Marechal se apresentam na Live Curitiba. Com dois lotes já esgotados, os ingressos estão à venda a partir de R$ 40 e podem ser comprados nos quiosques da Disk Ingressos, no telefone (41) 3315-0808 ou pelo site www.diskingressos.com.br/evento/4986.

Criolo - Ainda há tempo

Muita gente não sabe, mas antes de lançar os aclamados Nó na orelha e Convoque seu Buda, Criolo já tinha um disco clássico. Ainda há tempo, lançado em 2006, é hoje considerado um disco fundamental na história do rap brasileiro. “Naquela época existia uma cena em construção, e a gente tava no meio: não se encaixava nem no chamado gangsta, nem exatamente no dito underground”, conta o artista.  Como todos os projetos do Criolo que vem a público, sua nova turnê é mais ambiciosa do que à primeira vista possa parecer. A série de shows baseada em seu primeiro disco vem no formato clássico do hip hop, com DJ e MC no palco — e ao mesmo tempo é muito mais do que isto, e não só por conta do esmerado projeto cênico. 

Daniel Ganjaman, diretor artístico e musical do espetáculo, conta: “Tudo foi se moldando de acordo com o que cada um tinha na mão, e organicamente tomando um rumo”. O cenário, uma paisagem móvel de tela de LED, foi imaginado pelo artista plástico Alexandre Órion, que fez as engenhosas e lisérgicas animações que acompanham o fluxo contínuo de canções e moldam a experiência ao vivo. O show traz uma miríade de novas interpretações pros raps de dez anos atrás, e não apenas um retorno saudosista ao artista quando ele ainda atendia por Criolo Doido. É uma releitura audiovisual do que aconteceu em sua vida até chegar ali. E ele espera que isto signifique mais uma contribuição sua pra cultura Hip Hop e pra música brasileira. 

Assim como na época de feitura, e também por conta disso, a releitura destes raps apresenta uma dificuldade técnica em sua realização: não existem mais as masters originais, então não há como abrir as sessões de áudio para adequar as composições aos padrões sonoros atuais dos equipamentos de espetáculo. Criolo relembra: “Não tinha internet, não tinha telefone na casa das pessoas. Quem têm 20 ou 25 não faz a mínima ideia de como foi. E isso não quer dizer que a gente seja melhor ou pior que ninguém. Apenas que quero dividir o esforço incansável de como era ser esse rap na virada do milênio – que é o me trouxe aqui”. Como antes, a solução foi criativa e inclusiva: alistar uma renca de novos e talentosos produtores de rap brasileiro para recriar algumas das batidas, com acabamento final de Daniel Ganjaman, que também assinará beats do disco em parceria com Marcelo Cabral. 

Na reaparição deste disco, do qual algumas músicas fazem parte do repertório dos shows do Criolo desde o lançamento de Nó na orelha e prosseguiram na turnê de Convoque Seu Buda, Criolo é acompanhado pelos DJs DanDan e Marco; Orion adequa as animações à dinâmica do espetáculo e Ganja pilota a mesa de som, mixando ao vivo com técnicas dos soundsystems de reggae e dos live P.A.s de música eletrônica.  

“O mundo mudou – tem letra escrita dez anos atrás, tem música com 20 anos – mas há uma mesma essência. Era um meio hostil, e quando cada um tá tentando sobreviver no seu microcosmo, não percebe muitas possibilidades. Só que quando alguém te dá uma oportunidade, ninguém sabe o que vai acontecer, e outras portas na sua mente se abrem. Pensei que seria bom confraternizar com as pessoas. Ativar sensores”, finaliza Criolo. 

Novamente, é a ambição como característica e fruir artístico, como desejo bom, livre da mesquinhez. “Retornar pra essa parada traz combustível pro chicote estralar de novo”, diz Ganja. 

Black Alien: o Babylon by Gus de um dos MCs mais versáteis do Brasil
Gustavo de Almeida Ribeiro, o Black Alien, subiu ao palco pela primeira vez em 1993 e nunca mais parou. Speedfreaks, grande amigo, deu a primeira oportunidade musical quando o convidou para cantar em sua banda e gravar a música Hit Hard Hip Hop. Mas foi com o Planet Hemp que o artista ganhou, de fato, projeção nacional e internacional.

Entrou oficialmente para o Planet Hemp em 1996, a convite de BNegão. O rapper permaneceu no grupo até 2001, participando da gravação dos discos Usuário, Hemp New YearOs cães ladram, mas a caravana não para e A invasão do sagaz homem fumaça. Após sua saída do grupo, Black Alien seguiu carreira solo e acumulou participações especiais com diversos artistas da música brasileira, como Paralamas do Sucesso, Sabotage, Charlie Brown Jr., RappinHood, Fernanda Abreu, Raimundos, Banda Black Rio, Frejat, Pavilhão 9 e Marcelinho da Lua.

Babylon by Gus vol.1 - O ano do macaco veio em 2004. Produzido por Alexandre Basa e com participação especiais de peso, o álbum, que marca a estreia da carreira solo de Black Alien, rende frutos até os dias de hoje. Faixas como Mister NiteróiFrom hell do céuBabylon by GusExtrapunkextrafunk tornaram-se verdadeiros clássicos do rap nacional, atravessando gerações.

Apesar de muitos trabalhos paralelos, Gustavo Black Alien continuou trabalhando para o lançamento de um segundo disco. Em 2014, lançou o single Terra. O álbum, intitulado Babylon by Gus vol.II No princípio era o verbo, também produzido por Alexandre Basa, foi lançado em 2015 e gravado com ajuda de financiamento coletivo. O álbum conta com 12 faixas autorais e participações especiais de Luiz Melodia, Céu, Edi Rock, Kamau e Parteum.

MC Marechal
MC Marechal iniciou sua carreira em batalhas de MCs no final dos anos 90, nas quais se destacava. Integrou o extinto grupo de rap Quinto Andar, em 1999, e foi o primeiro a deixar o grupo para seguir carreira solo. Além de rapper, Marechal também é produtor musical.

Em 2003, ganhou seis edições seguidas da Batalha do Real e saiu invicto na Liga dos MCs. Em 2006 iniciou o projeto da Batalha do Conhecimento. Idealizada e divulgada por ele, a Batalha do Conhecimento visa a valorizar o conteúdo das rimas em batalhas de rap. Ela propõe enfatizar rimas sobre novos conceitos, educação, cultura, política entre outros temas.

Em 2010 lançou a música Guerra, que foi trilha sonora do filme Alemão, do diretor José Eduardo Belmonte. Em 2012, criou o projeto Livrar, no qual distribui livros de autores independentes pelo Brasil em seus shows. Recentemente, no dia 1 de abril, lançou o single Primeiro de abrilTudo indica que seu primeiro disco, esperado há mais de 10 anos pelos amantes do rap nacional, será lançado neste ano.



Serviço:
Música: Criolo (lançamento Ainda há tempo), Black Alien e MC Marechal
Local: Live Curitiba - R. Itajubá, 143 – Portão – Curitiba (PR)
Data: 03 de dezembro de 2016
Hora: sábado, às 21h
Ingressos: à venda pelo Disk Ingressos – (41) 3315-0808, nos Shoppings Mueller, Estação e Palladium e pelo link www.diskingressos.com.br/evento/4986
Pista: Lote 3 R$ 80 e R$ 40
Superior: Lote 2 R$ 100 e R$ 50 (meia)
Camarote: Esgotado
Informações: (41) 3315-0808
Lotação máxima: 3.400 pessoas
Classificação indicativa: 18 anos