terça-feira, 25 de outubro de 2016

TRADIÇÃO E MODERNIDADE NA VOZ DE MARINA ÍRIS



Samba de Bamba de novembro revela na Caixa Cultural Curitiba os encantos da sambista carioca
A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, como atração do projeto Samba de Bamba, o show de Marina Íris, intérprete de voz grave que, em seu primeiro CD, combina tributo e modernidade. Na estreia em Curitiba, no dia 1º de novembro, a sambista carioca mostra sambas que influenciaram sua carreira com nomes como Dona Ivone Lara, Aldir Blanc e Caetano Veloso, ao lado de compositores da nova geração e suas composições autorais. No palco, ela estará acompanhada por um quarteto musical.
Em seu primeiro disco, lançado em 2015, ela revela ainda referências como Pixinguinha, Noel Rosa, Dorival Caymmi, Luiz Gonzaga, João Nogueira. Em seu trabalho autoral, esquadrinha a cidade onde nasceu com delicadeza de cronista e canta seus afetos. Marina estabelece pontes musicais entre o passado e o presente.
Finalista da 3ª edição do Concurso Novos Bambas do Velho Samba (promovido pelo bar Carioca da Gema), em 2008, a cantora tem feito shows homenageando grandes compositores da música brasileira em temporadas nas casas mais badaladas do Rio de Janeiro. A jovem criada no bairro do Méier tem estado presente nas principais rodas de samba da cidade e nas noites do tradicional bairro da Lapa, é apontada como uma das melhores surpresas da nova geração do samba carioca.
A última atração da temporada 2016 do projeto Samba de Bamba é o também carioca Alex Ribeiro, dia 6 de dezembro.
Serviço
Música: Samba de Bamba apresenta Marina Íris
Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 1 de novembro de 2016 (terça-feira)
Horário: 20h
Ingressos: vendas a partir de 29 de outubro (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: livre para todos os públicos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário