quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Rapha Moraes & The Mentes


 
O homem desconstruído é o tema central de “Corações de Cavalo”, segundo disco de Rapha Moraes que será lançado nesta sexta-feira (5), às 20h, no Teatro do Paiol. As onze músicas foram compostas em São Paulo e produzidas pelo próprio artista ao lado de Allan Yokohama durante uma imersão por mais de um ano em uma chácara em São Luiz do Purunã, cidade próxima a Curitiba.
O trabalho marca a estreia da nova fase do cantor, que agora assina como Rapha Moraes & The Mentes, nome sugerido por Arnaldo Baptista após ouvir uma prévia do disco. A nova formação conta com Allan Yokohama (guitarra, violão e vocais), Amandio Galvão (guitarra e vocais), Juninho Júnior (bateria), Marcos Nascimento (baixo, percussão e vozes) e Rapha Moraes voltando a tocar baixo, como fazia na banda Poléxia.
Diferente do rock artístico que fazia na banda Nuvens e das melodias doces de seu álbum solo de estreia, o “La Buena Onda”, “Coração de Cavalo” é uma "reconexão" com as raízes primitivas. É um trabalho feito quase que artesanalmente por Rapha Moraes e Allan Yokohama  num processo criativo que buscou a própria desconstrução. Um convite à liberdade contra a opressão da urgência da cidade, propondo o contato do ser com a sua própria natureza pura, de forma sincera.
“O tempo todo o álbum fala, por um caminho ou outro, da luta do homem com sua própria natureza mais selvagem. Por isso que a capa é um homem e um cavalo se misturando, como numa luta ou uma dança. É um grito de desencontro da própria natureza e a necessidade da desconexão com a máquina”, explica o músico, deixando claro que não é um disco político, mas sim conceitual. “Eu mais sinto o trabalho do que racionalizo. É um disco passional, sem objetivos pré-formatados”, completa.
Carreira - Entre palcos e turnês, muito se passou na história de Rapha Moraes. Desde a fundação da Poléxia, onde foi baixista, passando pela banda Nuvens e chegando em sua carreira solo, muitas vertentes puderam ser vistas do Rapha compositor, cantor, arranjador, ator e multi-instrumentista. São cinco discos de estúdio (um com a Poléxia, dois com o Nuvens e dois solo), outros dois ao vivo, alguns shows internacionais e a experiência de quem escreveu sobre vida, amor e, agora, a desconstrução de si próprio.
Entre seus prêmios e reconhecimentos, Rapha Moraes tem um 3º lugar no Prêmio Saraiva de Música, que incluiu dezenas de artistas de todo o Brasil, e o prêmio de "Melhor Composição Musical - Troféu Gralha Azul", como ator e compositor em 2012 pela peça “Satyricon Delírio”, do Grupo Delírio de Teatro.
 
Serviço:
Rapha Moraes & The Mentes – Show “Corações de Cavalo”
Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº
Data e horário: 5 de agosto de 2016 (sexta-feira), às 20h
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (Compra antecipada: R$ 20 e R$ 10)

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário