terça-feira, 31 de maio de 2016

Programação semanal James de 1 a 4 de Junho



PROGRAMAÇÃO DA SEMANA
DE 1 A 4 DE JUNHO

QUARTA 1.jun: 22h
DJs residentes Ale Dantas e Claudinha Bukowski.
DJ convidada DeeDee White Allin.
DOUBLE HEINEKEN LONG neck até 0h.
DOUBLE DRINK de destilados nacionais até 1h.
50% DE DESCONTO na entrada até as 23h
R$ 15.

QUINTA 2.jun: 22h
DJ residente Claudio Yuge.
Convidados Will Porfírio e Gabriel Soto Bello.
DOUBLE DRINK de Jägermeister até as 2h.
GRUPOS DE QUATRO OU MAIS PESSOAS que chegaram juntas não pagam entrada até 0h.
R$ 15.

DJs Ale Dantas, Claudinha Bukowski, Denis James e Worst.
DRINK GRATUITO Moscow Mule para cada cliente, até 23h.
DOUBLE DRINK JÄGERBOMB entre 23h e 1h.
ENTRADA PROMOCIONAL a R$ 20 até 0h e R$ 25 após.

SÁBADO 4.jun: 22h
POP LINE
DJs residente Ale Dantas e Denis James.
DJ convidado Alex Franco.
SORTEIO DE VIPS com participação na fanpage do Facebook, ao longo da semana.
DOUBLE VODKA COM ENERGÉTICO entre 22h e 0h.
DOUBLESHOTS na garrafa, ao longo da noite.
R$30.

* Todas as infos e releases sobre nossa programação estão disponíveis em nosso site www.barjames.com.br.
*PROGRAMAÇÃO SUJEITA A ALTERAÇÃO SEM AVISO PRÉVIO.
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR. (41) 3222-1426. Formas de pagamento: Todos os cartões de débito e crédito Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale-Refeição.

Orquestra de Câmara apresenta obras italianas no Festival Mia Cara Curitiba


A Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba se apresenta dentro da programação do festival Mia Cara Curitiba nos dias 3 e 4 de junho. O Programa Passiata Barroca tem a regência e direção artística do Spalla, Winston Ramalho e participação dos solistas Alexandre Razera e Denis Castilho. O festival acontece até dia 12 de junho e celebra a cultura italiana na capital paranaense, numa iniciativa da Embaixada da Itália no Brasil e do Consulado Geral da Itália em Curitiba.
O repertório é uma homenagem aos compositores do barroco italiano, apresentando três obras de Antônio Vivaldi (1678 – 1741). Destaque para uma das mais conhecidas do compositor: ‘Concerto para dois violoncelos em Sol menor, RV 531’. Apresentam ainda ‘Concerto para viola d´amore em La menor RV 397’ e ‘Concerto em Si menor RV 580 para quatro violinos, violoncelo e baixo contínuo’.
Outros compositores da época também estão no Programa, como Tomaso Antonio Vitali (1663 –1745) com a composição ‘Ciaccona em Sol menor para violino e orquestra de cordas’ e Giuseppe Tartini (1692 – 1770) com ‘O Trilo do diabo em Sol menor’. Por fim, a obra ‘Concerto para duas violas em Dó menor’ feita em 2012 por Federico Maria Sardelli (1963) faz o contrataste mostrando a música erudita contemporânea da Itália.

Regência
O diretor musical e regente do concerto Winston Ramalho é violinista curitibano. Vencedor de concursos nacionais e internacionais, foi aluno e assistente do consagrado professor e solista Tibor Varga, na Universität für Musik und darstellende Kunst Graz (Áustria). Membro e violinista convidado de orquestras brasileiras e estrangeiras, como a Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Sinfônica de São Paulo, Grazer Synphonishes Orchester, Recreation Orchester Graz, Orquestra Filarmônica de Viena e Orquestra de Câmara de Viena, atuou durante 2011 como “spalla” ensaiador da Camerata Antiqua de Curitiba. Também participou como professor de violino em edições da Oficina de Música de Curitiba.

Serviço: ORQUESTRA DE CÂMARA DA CIDADE DE CURITIBA APRESENTA PASSIATA BARROCA PARA O MIA CARA CURITIBA
Regência: Winston Ramalho
Solistas: Alexandre Razera e Denis Castilho
Datas: 03 de junho (sexta-feira) às 20h; 04 de junho (sábado) às 18h30
Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural
Endereço: Conselheiro Laurindo, 273
Ingressos: R$30 inteira e R$15 meia
www.ingressorapido.com.br

DUO ELEKFANTZ AGITA SÁBADO DO +55



A chegada do inverno tem trilha sonora especial no +55 com a festa Cîroc Winter Sunset no sábado (4/6). O duo Elekfantz é o destaque do evento, que tem ainda Berbush, Du Hauer e Compend, animando o evento do pôr do sol até altas horas da noite. A casa abre às 16h e tem welcome drink para as mulheres até 19h. Ingressos antecipados podem ser garantidos nos caixas do +55 ou no escritório da casa em horário comercial.

O sucesso de Elekfantz começou em 2012, com o lançamento do single "Wish", uma edição limitada em vinil. O DJ Gui Boratto contribuiu para a revelação do projeto, alavancando a carreira de Daniel Kuhnen e Leo Piovezani. A dupla assina suas produções como Elekfantz, nome com o qual ganharam destaque nacional e internacional em blogs especializados e milhares de fãs.

De lá para cá, rodaram o mundo e se consagraram com o techno envolto em diversas referências. Kuhnen e Piovezani se conheceram nos anos 90, em uma banda de blues, gênero que ainda é influência nas produções do Elekfantz. A dupla passou por uma turnê pelo Brasil e já confirmou para o segundo semestre shows pela Europa, em países como Alemanha, Geórgia, Holanda e Turquia. O disco de estreia dos dois, "Dark Tales & Love Songs" foi produzido por Gui Boratto.

CÎROC WINTER SUNSET NO +55
Data: Sábado, 4 de junho
Horário: abertura da casa às 16h - welcome drinks para mulheres até 19h
Entrada: primeiro lote feminina R$ 30 e masculina R$ 60 - ingresso antecipado no caixa do +55, ou no escritório das 9h às 12h e das 13h30 às 19h
Endereço: R. Vicente Machado, 866 – Batel
Informações e reservas: (41) 3322-0900

Mahmundi lança álbum dia 05 de junho no Mirante 9 de Julho






Já em todas as plataformas e em CD, o auto-intitulado disco de estreia da cantora e multi-instrumentista Mahmundi (Stereomono/Skol Music), vai para os palcos num show inédito no próximo domingo, dia 05 de junho, em São Paulo. Produzido por ela mesma em seu home studio, no Rio de Janeiro, com supervisão de produção de Kassin e direção artística de Carlos Eduardo Miranda, o álbum traz as já conhecidas “Eterno Verão”, “Desaguar” e "Calor do Amor"  que estarão no repertório, assim como as novíssimas “Hit”, “Azul” e "Meu Amor", que também estarão no show.

Mahmundi (vocal e guitarra) será acompanhada por Lux Ferreira (sintetizadores e teclados) e Felipe Vellozo (baixo).

O show será gratuito no Mirante 9 de Julho e terá abertura do DJ Yugo. Ele tocará antes e depois do show, promovendo um ambiente sonoro que dialoga com o disco, onde o próprio também atuou na direção artística.

“Mahmundi” está disponível em streaming no canal oficial da Skol Music no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=Mg_DKLVxgM4&list=PLnFV59amFCNwwIR55BE1XfY88BiCm0q7b.

Serviço
Show: Mahmundi
Data: 05 de junho (domingo)
Horário: 17h
Local: Mirante 9 de Julho
Endereço: Rua Carlos Comenale, s/n - Bela Vista – São Paulo/SP
Informações: www.mirante.art.br / (11) 3111-6342
Entrada: Gratuita
Capacidade: 350 pessoas
Classificação: Livre

PRODÍGIO DO SAMBA, INÁCIO RIOS VEM A CURITIBA PARA SHOW ÚNICO NA CAIXA CULTURAL




Músico começou carreira aos 12 anos e é o mais jovem campeão de samba enredo do carnaval carioca. Show faz parte do projeto Samba de Bamba

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, dentro da programação do projeto Samba de Bamba, o show do cantor e compositor carioca Inácio Rios, no dia 07 de junho (terça-feira). Pertencente à nova geração do samba, o músico se define como um sambista moderno que não perdeu a tradição e as raízes.

Há três anos, foi o vencedor do Concurso de Novos Bambas do Velho Samba, tradicional evento promovido pelo Bar Carioca da Gema. No palco, acompanhado por um quinteto, Inácio vai apresentar composições próprias de seus dois discos de carreira, além de grandes sucessos do samba.

Inácio Rios é herdeiro de uma tradição do samba carioca. Ele é filho do compositor Zé Katimba, autor de sucessos como Do jeito que o rei mandouTá delícia, tá gostoso e um dos fundadores da escola de samba Imperatriz Leopoldinense. Ainda aos 12 anos, foi convidado por Martinho da Vila a interpretar duas faixas no álbum Butiquim do Martinho, sendo uma delas, Se Deus quiser, de autoria do próprio Inácio.

Com o sucesso do disco, vendendo mais de 100 mil cópias, Inácio começa oficialmente sua carreira. Martinho da Vila tornou-se seu padrinho musical. "O jovem músico, cantor e compositor tem o DNA do seu pai, o meu parceiro Zé Katimba. Mas, musicalmente, é um pouco meu filho. E como é bom ver um filho crescer”, declarou.

Habituado a desfilar com grandes sambas do pai na avenida, em 2005, completando 19 anos, Inácio sagrou-se o mais jovem campeão de samba enredo da história do Carnaval Carioca, desfilando com seu samba na Mocidade Independente de Padre Miguel. Atualmente, faz parte da banda de Diogo Nogueira e, ainda assim, concilia os horários para trabalhar a carreira solo, ministrar aulas, seminários e workshops.


Serviço:
Música: Samba de Bamba apresenta Inácio Rios
Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 07 de junho de 2016, terça-feira
Horário: 20h
Ingressos: vendas a partir de 04 de junho (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: livre para todos os públicos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Epic Metal Fest anuncia line-up oficial da 1ª edição no Brasil


Está definido o line-up da 1ª edição do festival holandês Epic Metal Fest no Brasil! Com realização da Overload, o evento com curadoria da renomada banda Epica acontece no próximo dia 15 de outubro, na Audio Club, em São Paulo. As bandas Epica(HOL), Paradise Lost (UK), Finntroll (FIN), Xandria (ALE), The Ocean (ALE), Tuatha de Danann (BRA) e Project46 (BRA) se apresentarão em dois palcos alternadosFãs de diversos Estados e até de países vizinhos devem prestigiar o evento. Pré-venda de ingressos para assinantes da newsletter do Epica a partir do dia 6 de junho


Além da banda holandesa Epica, festival traz importantes nomes do heavy metal com exclusividade a São Paulo – foto: Ammy Harris/3 First Songs

Acabou o mistério! Está oficialmente confirmado o tão aguardado line-up da 1ª edição do festival holandês Epic Metal Fest no Brasil. Com produção da Overload e curadoria da renomada banda Epica, o evento acontece no próximo dia 15 de outubro, na Audio Club, em São Paulo.

Sucesso de público e de crítica na Holanda, o Epic Metal Fest manterá o mesmo padrão de qualidade europeu, reunindo em dois palcos, grandes nomes do heavy metal internacional em uma única data. A expectativa é receber fãs das mais diversas localidades do país e inclusive do exterior.

Apesar de esta ser a primeira edição, o Epic Metal Fest definitivamente quer se estabelecer no roteiro cultural da cidade de São Paulo. Serão aproximadamente 8h de som e uma nova proposta de entretenimento, baseada na diversidade das atrações e com estrutura que permitirá ao público a possibilidade de se conectar, interagir e transitar livremente pelos dois palcos da Audio Club.

Além do impactante metal sinfônico do Epica, o público também vai curtir a performance marcante do lendário Paradise Lost (UK), o folk avassalador do Finntroll (FIN), o metal sinfônico Xandria (ALE) e conferir a estreia do The Ocean (ALE) no Brasil. A cena nacional será representada pelas bandas Tuatha De Danann (MG) e Project46 (SP).

Responsável pela realização do evento, a Overload pretende promover uma experiência mais do que especial. Além dos shows, o público poderá ainda usufruir de uma ampla área ao ar livre, praça de alimentação com food trucks, áreas de bar, área de merchandising, meet and greet com alguns artistas, entre outras novidades. O espaço também disponibiliza facilidades como estacionamento, guarda-volumes, posto médico, banheiros, entre outros.

O Epica aproveitará do próprio festival para realizar o show de lançamento oficial do seu próximo novo álbum. Esta será a única e exclusiva apresentação de Simone Simons (vocal), Mark Jansen (guitarra/vocal), Coen Janssen (synth/piano), Ariën van Weesenbeek (bateria/vocal), Isaac Delahaye (guitarra) e Rob van der Loo (baixo) na América do Sul em 2016. 

A pré-venda de ingressos começa a partir do próximo dia 6 de junho e será exclusiva aos assinantes da newsletter do Epica. A venda oficial acontece no dia seguinte pelo site da Ticket 360 e pontos autorizados pela empresa.

Mais informações em https://www.facebook.com/events/844867092307384/ ou https://www.facebook.com/epicmetalfest.

HISTÓRICO – No dia 22 de novembro de 2015, concebeu-se o Epic Metal Fest. Com o Klokgebouw, em Eindhoven (HOL), completamente lotado, os fãs assistiram as apresentações das bandas Epica, Sepultura (BRA), Fear Factory (EUA), Eluveitie (CHE), Moonspell (POR), Periphery (EUA), entre outras. Devido ao excelente feedback, criou-se a ideia de expandir e levar o evento para outros países. Confira o video de como foi a primeira edição na Europa em https://www.youtube.com/watch?v=CyDadPtGxrI.



Links relacionados:
https://www.facebook.com/epicmetalfest
https://www.facebook.com/epica
https://www.facebook.com/paradiselostofficial
https://www.facebook.com/officialfinntroll
https://www.facebook.com/xandriaofficial
https://www.facebook.com/theoceancollective
https://www.facebook.com/Tuatha-de-Danann-212833082091117
https://www.facebook.com/Project46
https://www.facebook.com/overloadbrasil
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

LÍDER DE INDICAÇÕES AO PRÊMIO DA MÚSICA BRASILEIRA, ZÉLIA DUNCAN FAZ SHOW DE LANÇAMENTO EM CURITIBA





Com ingressos a partir de R$ 30, cantora apresenta disco “Antes do mundo acabar” no dia 4 de junho, no Teatro Guaíra

Os curitibanos poderão ver Zélia Duncan ao vivo em um momentoespecial de sua carreira. Liderando o número de indicações ao 27oPrêmio da Música Brasileira – cinco, no total –, a cantora e compositora faz show de lançamento do álbum Antes do mundoacabar no dia 04 de junho (sábado), no Teatro Guaíra. Os ingressos podem ser adquiridos a partir de R$ 30 na bilheteria do teatro, no sitewww.diskingressos.com.br ou pelo telefone (41) 3315-0808.

Antes do mundo acabar foi indicado nas categorias Melhor Canção (duas vezes, com as faixas Antes do mundo acabar e Por água abaixo), Projeto Visual, Melhor Álbum de Samba e Melhor Cantora de Samba. A cerimônia de premiação será no dia 22 de junho, no Rio de Janeiro.

Recheado de sambas, o projeto era uma promessa antiga de Zélia a ela mesma. O título vem de uma música composta em parceria com o amigo Zeca Baleiro. O repertório ainda conta com outros sambas inéditos, escritos com vários parceiros, além de outras composições que surgiram no processo de produção do trabalho.

Das 14 faixas, nove são inéditas, configuração que foi sendo desenhada à medida em que o projeto avançava: “Conhecer Xande de Pilares foi fundamental, pois fizemos muitas coisas, rapidamente. Sem programar nada, o disco foi ficando autoral e nisso reside sua maior força, creio eu”. Além de Xande, que co-assina três músicas e dá uma canja no samba No meu país, parceiros como Pedro Luís, Ana Costa, Bia Paes Leme e Arlindo Cruz, além do já citado Zeca Baleiro, dividem a autoria das canções.

Da pesquisa inicial, Zélia Duncan registrou sambas de Riachão (Por que você não me convida agora), Paulinho da Viola (Pintou um bode), Dona Ivone Lara e Delcio Carvalho (Em cada canto uma esperança) e Moacyr Luz (Vida da minha vida). “São cinco mestres, além de uma linda composição que Pretinho da Serrinha, Leandro Fab e Fred Camacho fizeram especialmente para mim (Por água abaixo), comemora. Apenas na versão digital, o álbum ganha uma faixa extra: Juízo final (Nelson Cavaquinho e Elcio Soares).

No álbum cabem delicadezas, crônica urbana, bom humor, com formação quase minimalista em algumas faixas. “Não sabíamos ao certo, eu e Bia Paes Leme [diretora musical], que seria assim. Mas ela teve a ideia de chamar o Marco Pereira (violonista), com seus arranjos de tanto bom gosto, que achamos que o fato de a essência das canções estarem tão bem retratadas, fazia com que pudéssemos abrir mão da massa sonora mais usual. E ficou mais surpreendente e singular assim. Thiago da Serrinha trouxe tanta riqueza para as faixas, que confirmou essa tendência”, define Zélia.

No palco, a artista será acompanhada por Webster Santos, Pedro Franco e Domingos Teixeira, nas cordas; e por Thiago da Serrinha e Pretinho da Serrinha, nas percussões.



Serviço:
Música: Zélia Duncan– show de lançamento do álbum Antes do mundo acabar
Local: Teatro Guaíra - Rua XV de Novembro, 971, Centro – Curitiba (PR)
Data: 04 de junho de 2016
Hora: sábado, às 21h
Ingressos: à venda pelo Disk Ingressos - (41) 3315-0808 e http://www.diskingressos.com.br/evento/4410
Plateia (fila A até fila F): R$ 150 e R$ 75 (meia - conforme legislação)
Plateia (fila G até fila L): R$ 130 e R$ 65
Plateia (fila M até fila V): R$ 100 e R$ 50
Primeiro balcão: R$ 80 e R$ 40
Segundo balcão: R$ 60 e R$ 30
Bilheteria Teatro Guaíra: de segunda-feira a domingo, das 10h às 22h
Informações: (41) 3315-0808
Lotação máxima: 2.173 lugares

quarta-feira, 25 de maio de 2016

TRAGICOMÉDIA MUSICAL APRESENTA DIÁLOGOS ABSURDOS NA CAIXA CULTURAL CURITIBA


Espetáculo Thácht, do premiado grupo Armatrux, tem trilha sonora ao vivo e traz referências a Charles Chaplin, Buster Keaton e Irmãos Marx

A CAIXA Cultural apresenta o espetáculo Thácht, de 3 a 5 de junho. A peça é uma tragicomédia musical que traz como referência o antigo teatro de variedades, com execução ao vivo da trilha sonora em piano e violino. A montagem aborda fragmentos da vida de Rafa e Rufo, artistas que vivem de suas recordações.

Com muito humor negro, os dois personagens cômicos desenvolvem um diálogo absurdo, usando de forma única a musicalidade nas palavras e instigando o imaginário do espectador. Conversas sobre médicos e elementos da condição humana inerentes à velhice se misturam a vagas lembranças do picadeiro. O espetáculo conta também com a participação da diva transformista, Siboney, uma cantora que ganha vida nas memórias da dupla e a curiosa presença de uma mulher de um atirador de facas.

O projeto foi criado pelo Grupo Armatrux com o diretor Eid Ribeiro. Após dois anos de investigações sobre a Segunda Guerra Mundial e o Cinema Mudo – com estudos sobre Charles Chaplin e Hitler, além de workshops que abordavam o universo de Kafka e Gógol – decidiram unir essa pesquisa a um texto escrito por Eid. O roteiro traz relação com o expressionismo, o preto e branco e o imagético.

A montagem tem como referência estética o antigo e popular teatro de variedades, no qual artistas como Charles Chaplin, Buster Keaton e os Irmãos Marx iniciaram suas carreiras e, posteriormente, fizeram grande sucesso no cinema mudo. Neste jogo verbal, o uso da palavra procura novos significados por meio das ações físicas e da música.

Para Eid Ribeiro, o texto do espetáculo é uma experimentação de linguagens, que ampliou sua vivência no âmbito da música. “O diálogo, às vezes surreal, às vezes absurdo, provoca uma musicalidade única nas palavras”, explica.

Armatrux
O Grupo de Teatro Armatrux nasceu em 1991 e destaca-se pela construção de uma estética que alinha o trabalho físico, a manipulação de objetos e bonecos, a construção de imagens e os recursos circenses. Por meio de várias parcerias artísticas, o grupo desenvolveu uma linguagem própria, aberta a múltiplas possibilidades de encenação.

Com inúmeros prêmios, são 19 espetáculos encenados, construindo uma trajetória e um repertório rico, que levou o Armatrux a se apresentar em vários países, em todos os estados brasileiros e em mais de 50 cidades do interior do estado de Minas Gerais.

Oficina
O Grupo Armatrux aproveita a vinda a Curitiba para realizar a oficina Ator, objeto, cena. Serão dois encontros, nos dias 03 e 04 de junho, das 14h às 18h. A oficina vai abordar elementos do processo criativo, exercícios físicos, jogos teatrais, jogos de percepção, estudo das relações cênicas entre ação e objeto e a técnica de improvisação. O objetivo é estabelecer uma reflexão sobre a pesquisa de construção de linguagem realizada pelo grupo durante sua trajetória de 25 anos. As vagas são limitadas e destinadas a atores e estudantes de teatro a partir de 14 anos de idade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail gentearteirapr@caixa.gov.br. Ao enviar o pedido de inscrição, é necessário incluir um breve currículo.



Serviço:
Teatro: Thácht
Local: CAIXA Cultural Curitiba - Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba (PR)
Data: 03 a 05 de junho de 2016
Hora: sexta-feira e sábado, às 20h. Domingo, às 19h
Ingressos: vendas a partir de 28 de maio (sábado). R$ 10 e R$ 5 (meia - conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h. Domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: Não indicado para menores de 12 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

Oficina: Ator, objeto, cena
Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 03 e 04 de junho de 2016
Hora: sexta-feira e sábado, das 14h às 18h
Inscrições gratuitas: a partir de 23 de maio pelo e-mail gentearteirapr@caixa.gov.br
Informações: (41) 2118-5114
Vagas: limitadas
Classificação etária: não recomendado para menores de 14 anos

Daniel Tatit apresenta música com participação de Dudu Nobre




Uma das grandes promessas da nova geração do samba, Daniel Tatit lança seu primeiro álbum, “O Samba que Une a Gente’’, nesse mês. O novo trabalho é a estreia do cantor, compositor e violonista paulista, que já vem acompanhado de parcerias de peso. Entre elas, a participação de Dudu Nobre na faixa “Burro de Salomé”, que disponibiliza hoje no YouTube.

Os dois sambistas se conheceram através de amigos em comum e começaram a conversar sobre a parceria. “Quando soube que o Dudu havia gostado da música e aceitado participar do meu trabalho, foi um choque. Ele é um artista que eu cresci escutando e enriqueceu muito o meu primeiro trabalho. Não apenas com o seu nome já consagrado, mas por estar junto a mim nessa caminhada me dando força e confiança para seguir em frente.” – conta Daniel. A canção traz um samba animado, de autoria de Serginho Meriti e Beto Sem Braço, narrando uma história divertida com conteúdo político.

‘O Samba que Une a Gente’ foi produzido por Serginho Madureira e traz 12 faixas, entre versões e inéditas. O lançamento, feito de forma totalmente independente, será nesse semestre.





BANDA TENTATIVA É A NOVA RESIDENTE DO DOMINGO NO CITRA BAR




Os domingos do Citra Bar tem uma nova banda “residente”. É o Grupo Tentativa, conhecido pela tradição de grandes baladas pagodeiras em Curitiba, com dez anos de estrada. A partir deste final de semana, com show no dia 29, as semanas terminam em alto astral com a banda curitibana. No repertório, músicas próprias se misturam com versões de sucessos do gênero. Como convidado especial desta estreia, entra em cena o quinteto Alucinasom. A casa abre aos domingos às 16h, com promoções em aperitivos, cervejas e caipirinhas até 18h30.
O Tentativa foi formada em 2005 por um grupo de amigos: "o nome surgiu porque foi uma 'tentativa' de pagode", comenta o vocalista e violonista Gustavo Navarro. A brincadeira rendeu frutos, com os integrantes passando a se apresentar pela cidade com versões de hits de bandas que faziam sucesso na época, como Inimigos da HP e Jeito Moleque. A banda tem ainda sete membros, que comandam instrumentos de percussão, bateria, surdo e violão, numa equipe completa para o pagode.
O repertório do Tentativa foi aumentando ao longo do tempo, buscando artistas relevantes e com sucessos de cada ano. Assim, há uma grande variação, passando de Raça Negra a Thiaguinho, incluindo Exaltasamba e Jorge & Mateus, mas sempre destacando o pagode. O ideal da banda é manter a interação e diversão nos shows. "Conseguimos construir o nome da banda e consagrar nosso trabalho, alcançando o patamar onde estamos hoje", comenta Navarro.
O grupo é conhecido do público no Citra, com apresentações constantes na casa. Agora, com data fixa, o Tentativa ganha destaque na programação, valorizando o trabalho da banda de pagode curitibano.
TENTATIVA NOS DOMINGOS DO CITRA BAR
Data: Aos domingos, a partir de 29 de maio
Abertura da casa: 16h
Entrada: até 18h feminina R$ 10 e masculina R$ 15, até 20h feminina R$ 15 e masculina R$ 35, após 20h feminina R$ 25 e masculina R$ 50
Endereço: R. Itupava, 1163