quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Hamilton de Holanda apresenta show gratuito na Boca Maldita





No próximo sábado (10), a Boca Maldita recebe mais uma edição do programa Cultura na Rua, desta vez com o premiado bandolinistaHamilton de Holanda, que vem à cidade com a turnê do disco “Pelo Brasil”, a partir das 19h. O novo projeto é um retrato da diversidade musical brasileira e consiste na concepção, criação e circulação de um concerto multimídia. Os cantores, poetas e compositores paranaenses Luiz Felipe Leprevost e Troy Rossilho abrem o palco, a partir das 13h. A turnê é contemplada pelo programa Petrobras Cultural.

Compositor e criador da técnica polifônica do bandolim brasileiro de 10 cordas, o músico é um dos poucos no mundo com recursos para fazer um espetáculo solo do instrumento. Com repertório baseado em composições autorais como “Carimbobó”, “O jumento e a capivara”, “Sambaíba”, “O Amor e a canção”, “A escola e a bola”, “Chama lá” e “Frevinho”, o projeto propõe uma travessia musical interativa que exalta ritmos brasileiros como o choro, o baião, o maracatu, o samba, o bumba-meu-boi, a moda de viola e o chamamé.

“Pelo Brasil” é um espetáculo que mistura música, textos e projeções, possibilitando ao espectador uma experiência singular, como no momento em que Hamilton interage com sua própria imagem de quando era uma criança de apenas 6 anos. Outro ponto alto é a criação ao vivo de uma música. O show tem direção geral de Marcos Portinari, interferências sonoras de Frango Kaos, design de luz de Marina Stoll, imagens do VJ Boca e arte de Fernando Salles. 

Hamilton de Holanda – Transgressor do instrumento e criador de uma técnica revolucionária, o bandolinista contagia plateias em turnês pelo mundo, conquistando prêmios com sua música focada na belezae na espontaneidade. O músico une tradição e modernidade passando por diferentes formações (solo, duo, quinteto, orquestra). Hamilton está em constante produção e enfileira 28 lançamentos em 18 anos de profissão.

Ao lado de seu empresário e parceiro, Marcos Portinari, estreiam Pelo Brasil, na sequência de três grandes lançamentos bem recebidos pela crítica e púbico: “Caprichos”, projeto solo que sintetiza seu trabalho como compositor, que foi indicado ao 15º Grammy Latino entre os melhores discos de música instrumental; “Bossa Negra”, parceria inédita com o cantor Diogo Nogueira e “Hamilton de Holanda e O Baile do Almeidinha”, fruto da gafieira contemporânea que há três anos ocupa o Circo Voador. Hamilton ganhou em junho o Prêmio da Música em duas categorias com o disco “Trio”, ao lado de Thiago da Serrinha e André Vasconcellos.

Conheça mais o trabalho dele: https://www.youtube.com/watch?v=sTjioa9F86c

Show de abertura – Os cantores, poetas e compositores paranaenses Luiz Felipe Leprevost e Troy Rossilho sobem ao palco juntos para a apresentação de abertura. Rossilho é o idealizador do projeto No Estúdio do Troy, em parceria com a Whata F! Filmes e Chico Santarosa. Leprevost, além de músico e poeta, atua como ator, diretor e dramaturgo. Na área musical, desenvolve atualmente um trabalho autoral. Acabou de compor e gravar álbum em parceria com Katia Drummond e Ricardo Verocai (banda MUV). Ambos têm canções que fazem parte do repertório de A Banda Mais Bonita da Cidade. Ambos participam do movimento de compositores da atual cena curitibana.

Cultura na Rua  O programa é uma iniciativa da Fundação Cultural de Curitiba que leva espetáculos culturais gratuitos para as ruas da cidade, mais especificamente para a Boca Maldita. O superintendente da FCC, Igor Cordeiro, explica que o projeto une sempre atrações de qualidade em parceria com empresas e outras instituições. "Desta forma podemos atingir um público mais amplo e proporcionamos, de forma gratuita, tardes de muita boa música para os curitibanos", diz.

Serviço: 
Programa Cultura na Rua
Data: 10 de outubro
Luiz Felipe Leprevost e Troy Rossilho
Horário: 13h
Hamilton de Holanda, turnê do disco “Pelo Brasil”
Horário: 19h
Local: Boca Maldita – Centro
Evento gratuito

Nenhum comentário:

Postar um comentário