quarta-feira, 1 de julho de 2015

VIRADA FEMINISTA REUNIRÁ PÚBLICO JOVEM EM 24H DE CULTURA FEITA POR MULHERES





a cantora e bailarina Flaira Ferro é uma das atrações

Apresentações musicais, cinema, teatro, performances, oficinas e intervenções propõem reflexão sobre as mudanças possíveis através da cultura produzida por mulheres

Nos dias 4 e 5 de julho, o Centro Cultural da Juventude, na zona norte de São Paulo, recebe a “Virada Feminista: a cultura das mulheresmuda o mundo”. O evento – GRATUITO – que acontece pela primeira vez em São Paulo, reunirá público jovem e a expectativa é que mais de 600 pessoas compareçam para participar de programação com 24h de música, oficinas, cinema, teatro e dança.

As mulheres são as protagonistas de todas as atrações, com SHOWS de diferentes estilos musicais, como o rap de Yzalú e MC Luana Hansen, o rock da banda Útero Punk e a MPB de Flaira Ferro e Nô Stopa. As INTERVENÇÕES contarão com teatro de rua, sarau, performances e danças de diversos estilos. Também haverá programação intensa de cinema, com longas e curta-metragens sobre a vida e a luta de mulheres de todos os cantos do país. Um dos destaques é o documentário “Tão longe é aqui”, da premiada diretora Eliza Capai.

As oficinas, intituladas “faça você mesma”, terão diferentes temas, de horta agroecológica a guitarra, skate e intervenções urbanas. Outro destaque é a oficina de cordel, com a escritora Jarid Arraes.

Virada Feminista é organizada pela SOF Sempreviva Organização Feminista, ponto de cultura da cidade de São Paulo, pela Fuzarca Feminista, núcleo da Marcha Mundial das Mulheres, e pelo Centro Cultural da Juventude.

SERVIÇO  
O quê: Virada Feminista – GRÁTIS
Quando: Das 17h do dia 4/07, sábado, às 17h do dia 5/07, domingo (24h)
Onde: Centro Cultural da Juventude (CCJ), na Avenida Deputado Emílio Carlos, 3.641, Vila Nova Cachoeirinha (ao lado do Terminal Cachoeirinha)
Como chegar: O Metrô Santana, da Linha 1 (Azul) do Metrô, é o mais próximo e, de lá, saem as linhas 971C, 971X, 971R e 971M, todas passando pelo CCJ. Mas, outras linhas estão disponíveis. Confira no link migre.me/qjKTd  

Mais detalhes sobre a Virada Feminista, clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário