quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Brasileirinho festeja os 100 anos de Dorival Caymmi






O Coral Brasileirinho apresenta na 33ª Oficina de Música de Curitiba o espetáculo “Você já foi à Bahia?”, em homenagem ao centenário de nascimento do compositor baiano Darival Caymmi. O show, domingo (25), às 21h, no Teatro da Reitoria da UFPR, tem a participação especial do cantor paulista Zé Luiz Mazziotti, que na Oficina dá aulas de Interpretação no Canto Popular.
O espetáculo estreou em outubro do ano passado, quando o Brasileirinho completou 21 anos de existência. Sempre renovando seus integrantes, o coral infantil tem como matéria-prima a música popular brasileira. O contato com essa maravilhosa diversidade musical, associada à pluralidade de talentosos compositores, permitiu que os jovens cantores do Brasileirinho descobrissem um Brasil que se descortina nas letras, melodias e ritmos dessas músicas.
E todo o encanto do grupo, atualmente com 27 cantores, pode ser conferido no show “Você já foi à Bahia?”. Para quem já conhece aquele estado ou para quem nunca foi até lá, as 14 composições do repertório respondem muito bem a essa pergunta, por meio da genialidade com que o mestre Caymmi retratou sua história de vida, transformando em música a paisagem, a culinária, as mulheres dengosas e os pescadores da Bahia. São sucessos como Maracangalha, O que é que a baiana tem, Histórias de pescadores, Milagre, Rosa Morena, Samba da minha terra, Acalanto, entre outros.

Um pouco de história – Mantido pelo Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), órgão responsável pela gestão da área musical da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), o Coral Brasileirinho nasceu em plena primavera, no dia 7 de outubro de 1993, formado por crianças com idades entre oito anos e 13 anos. A proposta de recriar a canção popular urbana brasileira, por meio de arranjos que valorizam o potencial cênico das composições, levou o grupo a se apresentar por todo o Paraná e também em outros estados.
O Brasileirinho contabiliza perto de 150 apresentações, acumulando 14 espetáculos temáticos e mais de 160 canções brasileiras, com ritmos, estilos e gêneros bem diferentes, numa atividade que enriquece a formação musical de seus integrantes. A direção musical está a cargo da cantora e violinista Helena Bel. Milton Karam responde pela direção cênica. O grupo tem o acompanhamento dos músicos Cristina Castro Loureiro (piano e teclado), Bruno Karam (baixo elétrico), Johnny Dionysio (bateria) e Luís Rolim (percussão).
Ao longo desses 21 anos de história, o Brasileirinho teve a alegria de dividir o palco com Kleiton e Kledir, Lenine, Belchior, Elba Ramalho e Wandi Doratiotto, tornando-se referência no panorama da MPB. No repertório do coral estão músicas que resgatam grandes compositores populares do passado. Das apresentações do Brasileirinho, foram marcantes as realizadas em 1995, no Teatro Amazonas, em Manaus. No mesmo ano, o grupo participou do show que comemorou os 30 anos de carreira de Toquinho, merecendo o convite do compositor para gravar uma das faixas do disco “Canção dos Direitos da Criança”, lançado em 1997.
Em 1995, o Brasileirinho gravou seu primeiro disco, mas o talento dos jovens cantores também está registrado em participações nos CDs “Curitiba Canta o Natal” e “Canções Curitibanas”, lançados respectivamente em 1995 e 1997, pela Fundação Cultural de Curitiba, e nos CDs das edições de 1997 e 1998 do Encontro de Corais do Sesc da Esquina. Em setembro de 2008, o Brasileirinho foi convidado a integrar a turnê do projeto musical “Life is a Loop”, comandado pelo DJ curitibano Rodrigo Paciornik.

Apoios - Realizada pela Prefeitura Municipal e Fundação Cultural de Curitiba, por meio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), a Oficina de Música 2015 tem como principal patrocinadora a própria Prefeitura, além de participação da Copel e da Caixa. São apoiadores master a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).
Em 2015, os principais parceiros da Oficina de Música de Curitiba são a Rádio Lúmen FM, o Centro Cultural Teatro Guaíra, Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Consulado Geral da França em São Paulo, Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Curitiba Hostel, Família Farinha, E-Paraná, Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), Faculdade de Artes do Paraná (FAP), Instituto Goethe de Curitiba, Secretaria de Estado da Cultura, SESC da Esquina e Paço da Liberdade, Universidade Federal do Paraná (UFPR)/Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.

33ª Oficina de Música de Curitiba – 23ª Oficina de MPB
Local: Teatro da Reitoria da UFPR – R. 15 de Novembro, 1299 - Centro
Data: 25 de janeiro de 2015 (domingo), às 21h
Ingressos: R$ 10 e R$ 5



Nenhum comentário:

Postar um comentário