segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Bach e música de câmara nos concertos desta segunda na 33ª Oficina



Dois concertos estão programados para esta segunda-feira na 33ª Oficina de Música de Curitiba. Os professores de música antiga voltam aos palcos, apresentando a obra “A Oferenda Musical”, de Bach. O concerto acontece às 18h30, no Teatro do Paiol. Em outro programa, às 20h30, na
Capela Santa Maria, vários músicos executam quatro diferentes composições.
Na apresentação da peça “A Oferenda Musical” – uma coleção de cânones, fugas e outras peças escritas em 1747 por Bach e dedicadas ao rei Frederico II da Prússia –, participam os músicos Rachel Brown (flauta), Diego Nadra (oboé), Tomasz Wesolowski (fagote), Nicholas Robinson e Rodolfo Richter (violinos), Claire Fahy (viola), Juan Manuel Quintana (viola da gamba), Paolo Zuccheri (violone) e James Johnstone (cravo).
Na Capela Santa Maria haverá uma sequência de quatro recitais. No primeiro, o fagotista Martin Kuuskmann e o pianista Atsushi Imada tocam uma sonata para fagote e piano de Daniel Schnyder. A apresentação reúne dois músicos de fama internacional. Kuuskmann nasceu na Estônia e vive nos Estados Unidos, foi indicado ao Grammy por suas gravações e passou a ser considerado um dos principais fagotistas da atualidade. O japonês Imada Atsushi é festejado como um dos pianistas mais talentosos da nova geração. É solista de várias orquestras japonesas e vencedor de importantes concursos internacionais de piano.
Em seguida, Atsushi se junta aos brasileiros Abel Pereira e Washington Barella para executar o Trio Opus 88 para oboé, trompa e piano, de Carl Heinicke. O fagotista Martin Kuuskmann se apresenta depois com o flautista Mauricio Freire, para tocar a Bachianas Brasileiras nº 6 para flauta e fagote, de Heitor Villa-Lobos. Para encerrar, Kuuskmann (fagote), Washington Barella (oboé), Maurício Freire (flauta), Abel Pereira (trompa) mais Ovanir Buosi (clarinete) apresentam 6 Bagatelles para Quinteto de Sopros, de Georg Lygetti.
Outra atividade de segunda-feira (12) é a palestra da professora Abigail Silva, que apresenta o seu método “Aprender, tocar e criar ao piano”. A palestra acontece em dois horários – às 14h30 e 16h30, na Capela Santa Maria.
Apoios - Realizada pela Prefeitura Municipal e Fundação Cultural de Curitiba, por meio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), a Oficina de Música 2015 tem como principal patrocinadora a própria Prefeitura, além de participação da Copel e da Caixa. São apoiadores master a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).
Em 2015, os principais parceiros da Oficina de Música de Curitiba são o Centro Cultural Teatro Guaíra, Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Consulado Geral da França em São Paulo, Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Curitiba Hostel, Família Farinha, E-Paraná, Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), Faculdade de Artes do Paraná (FAP), Instituto Goethe de Curitiba, Secretaria de Estado da Cultura, SESC da Esquina e Paço da Liberdade, Universidade Federal do Paraná (UFPR)/Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.
Serviço:
33ª Oficina de Música de Curitiba
Palestra “Aprender, tocar e criar ao piano”, com Abigail Silva
Local: Capela Santa Maria – R. Conselheiro Laurindo, 273
Data: 12 de janeiro de 2015, às 14h30 e 16h30
Entrada franca
Música Antiga – Johann Sebastian Bach
Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/n
Data: 12 de janeiro de 2015, às 18h30
Ingressos: R$ 10 e R$ 5
Música de Câmara
Local: Capela Santa Maria – R. Conselheiro Laurindo, 273
Data: 12 de janeiro de 2015, às 20h30
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 

Nenhum comentário:

Postar um comentário