quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Tom Jobim é tema de show na Capela Santa Maria



A Capela Santa Maria Espaço Cultural abriga, às 20h desta segunda-feira (17), o espetáculo “Tom Jobim: 20 anos de saudade”, com o duo Brasil em Dois Pianos, formado pelos pianistas Fábio Caramuru e Marco Bernardo. O show, que homenageia Tom Jobim – compositor, maestro, cantor, arranjador, pianista e violonista brasileiro –, falecido em 8 de dezembro de 1994, cumpre turnê nacional e já foi apresentado em São Paulo e Rio de Janeiro. Depois de Curitiba, segue para Brasília e Belo Horizonte.  
Na interpretação do duo, respeitado pelo talento singular, estão alguns dos sucessos do músico criador da bossa nova, considerado pela revista Rolling Stone um dos expoentes da música popular brasileira. Fábio Caramuru conhece em profundidade a produção de Tom Jobim, com mestrado pela ECA-USP sobre a obra desse grande artista, além de ter lançado, em 2007, o CD duplo “Piano – Tom Jobim por Fábio Caramuru”.
Apresentando-se regularmente no Brasil, Estados Unidos e Europa, como solista e junto a orquestras, Caramuru desenvolve, desde 2003, um trabalho autoral diferenciado, registrado no CD “Moods Reflections Moods”. Intensificou seu trabalho autoral ao atuar com o contrabaixista Pedro Baldanza, com quem lançou o CD “Bossa in the Shadows, uma coletânea de composições e improvisações originais, produzido por Heiner Stadler, do selo Labor Records, de Nova Iorque.
Recentemente, Caramuru foi convidado pelo Europalia International Arts Festival para apresentar-se como solista da Brussels Phillharmonic Orchestra, em Bruxelas (Bélgica), além de realizar shows de jazz em importantes casas da Europa, como o Jazz Club Moods, em Zurique (Suíça).
Marco Bernardo, por sua vez, é um dos maiores especialistas em Radamés Gnattali, tendo lançado em 2012 o CD duplo “Radamés Gnattali: Integral dos Choros para Piano Solo”. Músico eclético, transita fluentemente pelos mais variados meios de expressão musical, tanto na música erudita como na popular.  
Pianista solista e acompanhador, atua junto aos mais representativos cantores líricos e populares brasileiros e foi ligado ao Theatro Municipal de São Paulo por cerca de 20 anos. Marco Bernardo é um reconhecido pesquisador da música popular brasileira, tendo sido premiado pela Fundação Vitae, em 1993. Também editou pela Irmãos Vitale os livros “Nabor Pires Camargo, Uma Biografia Musical” (2002) e “Waldir Azevedo, Um Cavaquinho na História”(2004).
Em “Tom Jobim: 20 anos de saudade”, os arranjos a dois pianos, elaborados por Marco Bernardo para músicas como “Samba do Avião”, “Luíza”, “Desafinado” e “Insensatez”, mais os solos para piano de autoria de Fábio Caramuru, completam-se com a projeções de vídeos de marcantes entrevistas e concertos com Jobim e Radamés Gnattali.
Serviço:
Espetáculo “Tom Jobim: 20 anos de saudade”, com o duo Brasil em Dois Pianos, formado pelos pianistas Fábio Caramuru e Marco Bernardo.
Data e horário: dia 17 de novembro de 2014 (segunda-feira), às 20h.
Local: Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). Pagamento somente em dinheiro.
Confira:
Tom Jobim - Samba do avião:
Fantasia para dois pianos e orquestra sobre temas de Jobim:
PROGRAMA
Samba do avião (Tom Jobim)
Zanzando em Copacabana (Radamés Gnattali)
Uma rosa para Pixinguinha (Radamés Gnattali)
Remexendo (Radamés Gnattali)
Ligia (Tom Jobim)
Two kites (Tom Jobim)
Vaidosa (Radamés Gnattali)
Alma brasileira (Radamés Gnattali)
Prelúdio nº 4 (Chopin)
Insensatez (Tom Jobim)
Desafinado (Tom Jobim)
Passarim (Tom Jobim)
Dindi (Tom Jobim)
Domingo no parque (Gilberto Gil)
Serenata do adeus (Vinicius de Moraes)
Baião malandro (Egberto Gismonti)
Samambaia (Cesar Camargo Mariano)
Cristal (Cesar Camargo Mariano)
Águas de março (Tom Jobim)

Nenhum comentário:

Postar um comentário