segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana e DJ Rodrigo Bento tocam no Mundo Pensante dia 29


Mundo Pensante apresenta:
"Taiguara Sessions"



Orquestra Brasileira de Música Jamaicana

e DJ Rodrigo Bento (Pilantragi)




O Taiguara Sessions é um festival criado pelas Casas Taiguara, entidade que, há 20 anos, acolhe crianças e jovens em situação de rua. A proposta do evento é trazer ao público atrações culturais em voga na cena paulistana através de shows de música instrumental.


Nesta edição o DJ Rodrigo Bento (Pilantragi) abre a festa que tem como atração principal a OBMJ – Orquestra Brasileira de Música Jamaicana. Criada por Sergio Doffiatti e Felippe Pipeta, a banda apresentará seu novo álbum, “Volume II – O Baile Continua”, que reforça sua missão de trazer ao público a música brasileira, rica e plural, embalada pelos ritmos jamaicanos. O repertório conta com composições de Luiz Gonzaga, Tim Maia, Jorge Bem, Wilson Simonal, ente outros.


Com a participação do músico e produtor musical Gustavo Ruiz e uma homenagem a Jai Mahak e China Kane, figuras importantes do reggae nacional, “Volume II” é a sequência da pesquisa do grupo sobre a música brasileira e jamaicana, e explora as sonoridades da Jamaica dos anos 60.


De acordo com a OBMJ nos aprofundamos na pesquisa da música brasileira e, além de contar com os clássicos que estão no inconsciente de todos, também trouxemos  músicas pouco conhecidas do grande público, que fazem parte da cultura regional do país e que dentro da nossa visão e conceito se encaixaram perfeitamente; onde a música prova a sua universalidade e a proximidade do Brasil com o Caribe e com a mãe Africa – enfim, com a Jamaica.”


Sobre o Taiguara Sessions


Em 2014, o Taiguara Sessions completa três anos e traz novidades em seu formato. Mensalmente, nas tardes de domingo, o festival contará com grandes atrações a preços acessíveis, como Bixiga 70, Orquestra Brasileira de Música Jamaicana, entre outras, promovendo assim alternativas de enriquecimento cultural na cidade.


Desde seu início, em 2012, o festival realizou 18 edições. Já subiram aos palcos do Taiguara Sessions artistas e grupos como Fernando Catatau e o Instrumental, Violentango (Argentina), Hurtmold, Tarântulas e Tarantinos, Guizado, Tigre Dente de Sabre, Brasilites, Afroelectro, Rockers Control, Aglomerado, etc.


O Taiguara Sessions busca promover a sustentabilidade das Casas Taiguara, fortalecendo os abrigos da instituição. Todo o recurso gerado nos shows é revertido para a entidade.

Sobre as Casas Taiguara


As Casas Taiguara, entidade fundada em 1996, são pioneiras no acolhimento de crianças e adolescentes com experiência de rua. Atualmente, a instituição gere três serviços de abrigamento. Um deles, o Abrigo Casa das Expedições, é referência em qualidade de atendimento na cidade de São Paulo. As Casas Taiguara também atuam na capacitação profissional de alunos provenientes da rede pública através da Casa Taiguara de Cultura Digital. 


Serviço:

OBMJ (Orquestra Brasileira de Música Jamaicana) + DJ Rodrigo Bento (Pilantragi)

Dia 29 de setembro a partir das 16h

Local: Mundo Pensante

Rua 13 de maio, 825 - Bela Vista - São Paulo SP

Entrada: R$25 - toda a renda será revertida para a manutenção das Casas Taiguara.




Sobre a Orquestra Brasileira de Música Jamaicana:
Orquestra Brasileira de música Jamaicana (OBMJ) formou-se a partir do encontro de Sergio Solfiatti (músico e produtor) e do trompetista Felippe Pipeta. Outros músicos se juntaram aos idealizadores da OBMJ, para formar a big band e interpretar os clássicos da música brasileira nos estilos musicais jamaicanos dos anos 50, 60 e 70.
A busca pela sonoridade da época, por meio dos arranjos e do tratamento dos timbres e efeitos, pode ser apreciada durante os shows ou escutando os discos da banda. Os arranjos executados pela bateria, baixo, guitarra e teclados seguem os preceitos da música encontrada na Jamaica, já os arranjos de sopro (trompetes, sax, trombone e flauta) são inspirados em uma linha mais orquestral e jazzística.
Com um repertório que vai de clássicos da música brasileira e segue por  composições próprias, a OBMJ faz o público dançar, realizando um passeio ao som dos ritmos produzidos na Jamaica. Os temas instrumentais são frequentemente cantarolados pelo público, durante as apresentações, que segue o naipe de metais, dando voz às músicas executadas pela orquestra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário