terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Ivan Lins e Vocal Brasileirão abrem fase de MPB da 32ª Oficina de Música



            O show “Brasileirão convida Ivan Lins” abre a programação de música popular brasileira da 32ª Oficina de Música de Curitiba, nesta quarta-feira (15), no Guairão.  O grupo vocal curitibano recebe como convidado o cantor, compositor e pianista Ivan Lins, um dos artistas mais importantes da MPB. Seus grandes sucessos, como Abre Alas, Somos Todos Iguais Essa Noite e Novo Tempo, serão apresentados no espetáculo, com arranjos elaborados por Vicente Ribeiro especialmente para esse encontro.
            Outros sucessos do artista, feitos em parceria com Vitor Martins e consagrados pela voz de outros intérpretes, também estão no repertório do show – Aos Nossos Filhos, Quaresma, Formigueiro, Antes que seja tarde, Iluminados, Meu País, Lembra de Mim, Dinorah, Dinorah, Vitoriosa, Lua Soberana e Desesperar Jamais. “Ivan Lins tem uma obra emocionante. Sua música mobiliza, tem uma força muito grande”, descreve Vicente Ribeiro, regente e diretor artístico do Vocal Brasileirão.
            O convite para participar de um show da Oficina de Música foi aceito pelo músico depois de ouvir o CD do grupo curitibano. Vicente conta que, para o show de abertura da fase de MPB, pensou em trazer um nome nacional que ainda não tinha tocado com nenhum dos grupos do Conservatório de MPB de Curitiba. “Veio o nome de Ivan Lins e nos demos conta de que havia uma lacuna a ser preenchida. Dos compositores vivos, ele é o mais executado fora do Brasil.”   
            Os ensaios para o espetáculo desta quarta-feira já começaram e logo no primeiro encontro ficou evidente a sintonia musical entre Ivan Lins e os cantores. “Ele está animadíssimo com o show. Ficou encantado com o Brasileirão. Gostou do desempenho dos cantores, elogiou os instrumentistas, aprovou os arranjos. Ele é um artista exigente, criterioso, mas muito receptivo”, afirmou o regente.
Internacional - Músico de sólida carreira nacional e internacional, Ivan Lins é um dos grandes nomes da MPB. Foi indicado e ganhador de diversos Grammys, graças principalmente à mistura de jazz e bossa nova que carrega em sua bagagem desde a infância, passada nos Estados Unidos. Recentemente, recebeu um Grammy Latino pelo disco que gravou com a orquestra holandesa The Metropole Orchestra. Suas famosas composições refletem a sua sensibilidade, sua postura ética e idealista. Muitas de suas canções escondiam nas letras críticas à ditadura militar. Em 1991 fundou a gravadora Velas, totalmente independente e que abriu caminho para várias outras no Brasil.
Numa entrevista ao Guia Curitiba Apresenta, publicação da Fundação Cultural de Curitiba, Ivan Lins disse que já tinha ouvido falar da Oficina de Música e destacou a importância do evento para a música brasileira. “Qualquer movimento em direção a melhorar desempenhos, inclusão, incentivos, tudo que se relaciona a dar mais visibilidade aos músicos, sejam iniciantes ou não, é movimento vital para este país. Somos o país com a maior diversidade e riqueza musical do planeta. Mesmo não nos reconhecendo assim, somos o país da música. Nossa índole natural é a música. Portanto, a Oficina de Curitiba é de vital importância”, afirmou.
                Vocal Brasileirão - Criado e idealizado em 1994 pelo regente e arranjador Marcos Leite (1953-2002), o Vocal Brasileirão foi dirigido por Reginaldo Nascimento a partir de 2002 e desde 2006 conta com a direção artística de Vicente Ribeiro. Todos os cantores do Vocal Brasileirão são solistas.  Desta maneira, o público tem a oportunidade de ouvir não somente o resultado do conjunto de vozes, mas também os timbres particulares de cada um de seus integrantes.
            Integram o grupo os cantores Suzi Franco e Renildes Chiquito (sopranos), Cida Airam e Fernanda Sabbagh (mezzos), Beth Lopes e Renata Melão (contraltos), Levi Brandão e Marcos Iwano (tenores), Reginaldo Nascimento André Dittrich (barítonos) e Marcos Appel e Freddy Branco (baixos). O grupo instrumental de acompanhamento é formado por Fábio Cardoso (piano), Vicente Ribeiro (violão e cavaquinho), Sandro Guaraná (baixo), Endrigo Bettega (baixo), Marcos Saldanha (percussão) e, neste show da Oficina de Música, Neymar Dias (violão e viola).
            O Brasileirão acumulou ao longo de quase 20 anos um extenso repertório e dezenas de espetáculos. Recebeu por três vezes consecutivas (1997, 1998, 1999) e ainda em 2002, o prêmio “Saul Trumpet” como Melhor Grupo Vocal do Estado do Paraná. A partir de 2006, sob a direção de Vicente Ribeiro, o grupo passou a dedicar-se à montagem de shows com convidados especiais, tendo dividido o palco com artistas e grupos como Quarteto em Cy, Boca Livre, Joyce Moreno e Sá & Guarabyra. Em 2008, o Vocal Brasileirão gravou seu primeiro CD solo, “Invisível Cordão”, dedicado à obra de Chico Buarque e Edu Lobo. Em 2014 prepara-se para lançar o segundo CD, “O Contestado”, com canções de Romário Borelli.
Apoios – Para realizar a Oficina de Música, a Prefeitura e a Fundação Cultural de Curitiba (FCC), por meio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), contam com o apoio das seguintes instituições: Faculdade de Educação Superior do Paraná (FESP), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Birmingham Conservatoire / City University, Embaixada de Portugal no Brasil, Camões Instituto da Cooperação e da Língua no Brasil, Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, Centro Cultural Teatro Guaíra, Comunidade do Redentor, Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Consulado Geral da França em São Paulo, E-Paraná, Família Farinha, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), Faculdade de Artes do Paraná (FAP), Goethe Institut Curitiba, Gramophone, Secretaria de Estado da Cultura, SESC Paço da Liberdade, SESI - Serviço Social da Indústria e UFPR/Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.  
Serviço:

32ª Oficina de Música de Curitiba
Vocal Brasileirão convida Ivan Lins – Show de abertura da fase de MPB
Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto – Teatro Guaíra (R. Conselheiro Laurindo, s/n – Centro)
Data e horário: 15 de janeiro de 2014 (quarta-feira), às 21h
Ingressos: R$ 36 e R$ 21 (meia-entrada)
Mais informações sobre a 32ª Oficina de Música de Curitiba nos sites:

Nenhum comentário:

Postar um comentário