sábado, 18 de janeiro de 2014

Cursos e shows levam atrações da Oficina de Música de Curitiba para os bairros





Cursos e shows levam atrações da Oficina de Música de Curitiba para os bairros

Um dos versos mais conhecidos da MPB, de Milton Nascimento (em “Nos Bailes da Vida”), decreta que "Todo artista tem de ir aonde o povo está". Nada mais certo: a Oficina de Música de Curitiba está levando cursos e apresentações a várias partes da cidade e colocando os artistas em contato direto com as pessoas. Os cursos oferecidos abrangem técnica vocal, musicalização infantil e oficinas de construção de instrumentos com materiais recicláveis.

Janete Andrade, diretora geral da Oficina, é uma das idealizadoras do projeto. Para ela, a iniciativa é uma maneira de atrair pessoas à Oficina e de ajudar a construir uma cultura musical. Muitas vezes, os moradores dos bairros mais distantes têm dificuldade para participar dos cursos realizados na UTFPR (música erudita e antiga) e na FESP (música popular brasileira) – assim, os cursos vão até elas. ‘‘O trabalho feito nas regionais é diferenciado e tem recebido um retorno excelente. É emocionante ver adultos e crianças entrando em contato com a música’’, diz Janete. 

A programação social é a marca da 32ª edição da Oficina de Música. De acordo com Marcos Cordiolli, presidente da Fundação Cultural de Curitiba, a expansão do evento é parte do elo formado entre a cultura e a população. “Este ano, vamos sair dos espaços tradicionais e levar a oficina a setores mais populares da cidade, aproximando a população da música, que é transversal a todas as artes”, diz. 
A participação nas oficinas ofertadas nas regionais é intensa. Na regional Cajuru, as vagas do curso de técnica vocal, com Ana Cascardo, esgotaram, e foi necessário criar uma fila de espera. A aluna Heloína Gonçalves dos Santos, 62, conta que esta é a sexta vez que participa do evento. ‘‘Adoro a oficina. Além de poder lapidar o conhecimento, posso ter acesso a vários espetáculos’’, afirma. 

Paz de Usinas – Neste domingo (19), às 15 horas, a banda Paz de Usinas se apresenta na Escola Municipal Dario de Castro Vellozo. Entre os destaques do show está o repertório do grupo, que mescla influências do cyberpunk com o rock brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário