terça-feira, 19 de novembro de 2013

Música de Câmara com renomados instrumentistas na Capela Santa Maria





A Capela Santa Maria Espaço Cultural abriga apresentações do Trio Bark-Ramalho-Los Santos, às 20h de terça e quinta-feira (19 e 21). Formado por Winston Ramalho (violino), Lisiane de Los Santos (violoncelo) e Josely Bark (piano), o trio interpreta repertórios diferentes em cada espetáculo. Produzido pelo Observatório das Artes, o evento tem como objetivo divulgar o trabalho de três renomados instrumentistas brasileiros, que se tornaram destaque na música clássica nacional e internacional. O público também terá a oportunidade de apreciar o talento do Trio Bark-Ramalho-Los Santos no ensaio geral que acontece às 15h de segunda-feira (18), igualmente na Capela Santa Maria, com entrada franca. 
Os concertos integram a Série Música de Câmara, realizada por meio de edital do Fundo Municipal da Cultura da Fundação Cultural de Curitiba. No repertório de terça-feira (19), serão apresentadas a “Sonata em Lá maior para Violino e Piano” de César Franck; a “Passacaglia”, de Handel-Halvorsen e “Las Cuatro Estaciones Porteñas” de Astor Piazzolla. Para quinta-feira (21), o programa conta com a “Sonata em Ré menor para Violoncelo e Piano, Op. 40”, de Dimitri Shostakovich; e, para finalizar, uma das obras mais prestigiadas para esta formação, o “Trio para Piano em La menor, op. 50”, de Piotr I. Tchaikovsky.
Repertório – O primeiro concerto, na terça-feira (19), inicia com a ”Sonata em Lá maior”, de César Franck, uma peça intensa e desafiante para violino e piano. É considerada uma das melhores obras do compositor belga, e está entre as mais célebres sonatas para violino e piano já escritas. Foi oferecida como presente de casamento ao famoso violinista Eugène Ysaÿe.
Depois, um desafio para violino e violoncelo conhecido do público, a famosa “Passacaglia”, de Handel-Halvorsen, originalmente escrita para violino e viola. Para terminar, “Las Cuatro Estaciones Porteñas” do argentino Astor Piazzolla, peça na qual a rica musicalidade e o ritmo envolvente se assemelham à obra “Quatro Estações”, de Vivaldi. Escritas entre 1964 e 1970 como quatro composições de tango, foram inicialmente concebidas e tratadas como composições autônomas, sem compor um conjunto, embora o próprio autor apresentasse as quatro peças juntas, esporadicamente.
Dedicadas ao seu próprio quinteto, formado por violino (viola), piano, guitarra elétrica, contrabaixo e bandoneon, com uma linguagem de tango clássico, Piazzolla cria uma atmosfera latina, melancólica e vigorosa. Sua inovação no ritmo, timbres e na harmonia, revolucionaram a música portenha, principalmente o tango, o qual deixou de ser executado apenas em casas especializadas, passando a ser apreciado nas principais salas de concerto do mundo.
Na quinta-feira (21), o programa começa com a “Sonata em Ré menor para violoncelo e piano, Op. 40” de Dimitri Shostakovich. A obra apresenta características singulares – um desvio de rota pelo Romantismo, quase uma exceção dentro da produção do compositor. E, para finalizar o memorável encontro, “Trio para piano em La menor, op. 50”, de Piotr I. Tchaikovsky, considerada um marco para essa formação camerística. Os compositores russos estabeleceram ao longo do tempo uma linhagem bastante particular no gênero “trio de piano e cordas” como a melhor maneira de homenagear amigos e mestres falecidos. São verdadeiros réquiens de câmara.
Sobre os intérpretes – O violinista Winston Ramalho, que com pouca idade ascendeu na carreira internacional, foi premiado em importantes concursos no Brasil e no exterior. Estudou com renomados violinistas nos Estados Unidos e na Áustria, tornando-se um dos nomes mais requisitados para ministrar aulas em festivais de música e também para atuar como solista em várias orquestras brasileiras.
No violoncelo, a gaúcha Lisiane de Los Santos, que pertence a uma família de músicos conhecidos do Rio Grande do Sul.  Ela é formada em Lisboa (Portugal), com mestrado em violoncelo em Kalsruhe (Alemanha). Completa o grupo a pianista Josely Bark, mestre e doutora em Música pela UNICAMP, que traz a experiência vivenciada em Ohio (EUA), onde realizou trabalhos camerísticos com grandes nomes da música internacionais.
Serviço:
Série Música de Câmara 2013
Apresentações do Trio Bark, Ramalho e Los Santos.
Datas, horários e ingressos:  dias 19 e 21 de novembro de 2013 (terça e quinta), às 20h, com ingressos a R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada). No dia 18 de novembro (segunda-feira), às 15h, ensaio geral com entrada franca.
Local: Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro).
Programa:
Terça-feira (19): “Sonata em Lá maior para Violino e Piano”, de César Franck; “Passacaglia”, de Handel-Halvorsen; e “Las Cuatro Estaciones Porteñas”, de Astor Piazzolla.
Quinta-feira (21): “Sonata em Ré menor para Violoncelo e Piano, Op. 40”, de Dimitri Shostakovich, e “Trio para Piano em Lá menor, op. 50”, de Piotr I. Tchaikovsky.

Nenhum comentário:

Postar um comentário