domingo, 30 de junho de 2013

Shadowside anuncia mais um show no interior do Estado de SP




Banda após apresentação histórica no Olympia, em Paris | foto: Costábile Salzano Jr/The Ultimate Music – PR

A Shadowside, banda que recentemente esteve em turnê pela Europa ao lado de Helloween e Gamma Ray, adicionou mais uma data na agenda de shows que promove o aclamado álbum “Inner Monster Out” pelo Brasil. Após ser anunciada como uma das atrações do I Ruari Festival (27/07) em Limeira, o grupo confirmou apresentação no Furian Night, em Jundiaí. O evento acontece no próximo dia 28 de julho, no Aldeia Bar.

Dani Nolden (vocal), Raphael Mattos (guitarra), Fabio Carito (baixo) e Fabio Buitvidas (bateria) farão, em ambas as ocasiões, para mostrar porquê o quarteto é considerado um dos principias nomes do heavy metal no país e em constante evolução no cenário internacional. O repertório será o mesmo que foi executado durante a performance que encantou São Paulo. O show foi um verdadeiro sucesso de critica e contou com as principais composições dos álbuns “Inner Monster Out”, “Dare to Dream” e “Theatre of Shadows”.

Além disso, na ocasião, está programada também a super jam com os músicos do SupreMa, que continuam a turnê promocional de seu mais recente álbum "Traumatic Scenes". O encontro de Shadowside e SupreMa no mesmo palco, tem como objetivo celebrar a união do metal nacional.

Recentemente, "Inner Monster Out" figurou na lista dos discos mais importantes na história do heavy metal brasileiro segundo a revista Roadie Crew. Este trabalho vem obtendo excelente aceitação na mídia mundial e sendo considerado ítem indispensável na coleção dos amantes da música pesada.

Produtores interessados em contratar Shadowside e SupreMa para show, em conjunto ou individual, devem entrar em contato com a Furia Music pelo e-mail contato@furiamusic.com.br.

Serviço Ruiari Festival
Data: 27 de Julho
Horário: A partir das 13h
Local: Centro de Eventos Municipal de Limeira
Atrações: Shadowside, SupreMa, Massacre, Vulcano, Em Ruinas e Attomica
Entrada: 1 litro de leite ou 1kg de ração para cão ou gato
Informações: https://www.facebook.com/RuiariFestival
Cartaz: http://bit.ly/14gF5dT

Serviço Jundiai
Furia Music orgulhosamente apresenta Shadowside e SupreMa
Data: 28 de julho de 2013
Local: Aldeia Bar
End: Rua do Retiro, 279
Horário: 20h
Ingressos: R$15 (antecipado) | R$20 (portaria)
Venda online: Ticket Brasil (http://www.ticketbrasil.com.br)

Quartas Mal’Ditas





1ª Avenida

Av. dos Aliados 211 - Piso 1 - Piano Bar

Porto

Leela faz show gratuitos em São Paulo






A Leela mostra o seu pop rock divertido, barulhento, irreverente e  sexy em duas apresentações gratuitas. No próximo dia 05, a banda faz um pocket na livraria Saraiva - Shopping Vila Olímpia, às 18h. Já no dia 06, o público da Zona Leste confere as composições do Leela no projeto "Rock nos Trilhos", no Espaço Cultural CPTM, que fica na parte superior da Estação Brás, às 18h.

No palco, a vocalista Bianca Jhordão, em companhia  do guitarrista Rodrigo Brandão e do baixista Tchago Kochenborger, solta a voz em canções, como: “On The Road”, primeira faixa do seu terceiro disco a ganhar um videoclipe, “Topo Tudo”, “Odeio Gostar” e “Cidade Sitiada”, canção em parceira com Fausto Fawcett.

Confira o clipe de "On The Road": http://www.youtube.com/watch?v=RffQLinhNfI




Banda Leela

A banda LEELA é divertida, irreverente e sexy. Sua música é direta, expressiva, de fácil audição e sem afetação ou truques fáceis, desfila uma compreensão inteligente e inspirada dos segredos do idioma ‘pop’.

Bom, isso não é novidade. Todo mundo já sabe. Então, agora a boa notícia: O LEELA está de volta! “Música Todo Dia” é o título do novo álbum da banda. Chega ás lojas em outubro de 2012 e reúne 10 canções saborosas, urgentes, apaixonadas, ótimas de se ouvir sem-parar e úteis em inúmeras situações. Canções que podem proporcionar, acima de tudo, os mais intensos devaneios erótico-afetivos com sua namorada ou namorado.

Desde de 2007, o LEELA não lança um álbum com músicas inéditas. No inicio desse período a banda viajou muito fazendo shows. Depois, Rodrigo e Bianca passaram uma temporada em Londres, formaram o grupo Brollies & Apples, lançaram um disco e fizeram shows até com o Friendly Fires. Tchago se dedicou ao design e a experimentações musicais em projetos paralelos.

Esse período de viagens trouxe á todos um novo ponto de vista, mas sobre tudo para Rodrigo e Bianca, os principais compositores da banda. A visão de um mundo em movimento, o desprendimento das ações rotineiras, o impulso da mudança, a alegria de viver ‘on the road’ através das latitudes e longitudes do planeta, no sentido horário e anti-horário, ‘easy rider’ nos próprios cinco sentidos e até na falta de sentido da vida, ampliou as possibilidades criativas da dupla.

O casal permitiu apenas que duas coisas permanecessem fixas e isso lhes serviu de eixo: Amor e Música Todo Dia.

Esse mundo em movimento, o tempo em movimento, tudo gravitando em torno do amor e da música, passou a ser o tema das novas músicas e acabou por dar um conceito ao disco, embora essa percepção só tenha surgido com o álbum pronto.

Bianca e Rodrigo jamais pararam de compor e registrar suas canções. No pequeno estúdio de áudio, pessoal e intransferível que levam por onde vão, foram elaborando, gravando e lapidando essa nova safra de composições. E em cada nova música revelam-se autores rigorosos e atentos, em controle total de sua capacidade expressiva, além de excelentes intérpretes da própria obra.

As composições se desenvolvem sem excesso, num desencadeamento de timbres, harmonias e ritmos perfeitos, somados á dose exata de recursos eletrônicos, vindos das diversas possibilidades de som contidas num sintetizador microKorg XL. “Arpegios”, “pizzicatos” e pulsões rítmicas de freqüências de áudio, foram colocadas em movimento como se estivessem num tabuleiro de xadrez.

Bianca ainda toca um Theremin com muita habilidade.Com participação cada vez mais ativa na criação das canções, o baixista Tchago Kochenborger também colaborou tocando guitarras e synths. A filósofa Carol Teixeira (Brollies & Apples) e o poeta multimídia Fausto Fawcett que, além de parceiro desde sempre da banda, empresta sua voz na narrativa de “Cidade Sitiada”, são presenças fundamentais nesse álbum. E não podemos deixar de citar Maureen Miranda, cuja delicadeza da ilustração embala a música desse disco. Se não fosse ela, não seria tão legal mostrar esse CD aos amigos.

A música do LEELA é feita para se ouvir todo dia! Bianca está cantando como nunca. Sua voz ilumina as canções do disco, sob todas as perspectivas. A guitarra de Rodrigo Brandão nunca esteve tão precisa e a variedade de timbres, ‘riffs’ e fraseados que injeta nos compassos de cada canção é um espetáculo á parte. Ouçam com atenção! O baixo de Tchago Kochenborger é perfeito graças á sua noção rítmica e senso de tocar para a música e não para o instrumento ou pelo instrumento. As cordas vibram em cada canção, impulsionando a música em todas as direções imagináveis.

A cada nova audição do disco é possível descobrir outro detalhe do arranjo, uma pausa inesperada ou uma inflexão de voz que oferece nova interpretação da letra. No fundo, o LEELA usa o pop contemporâneo como embalagem para suas reflexões e para estabelecer uma posição no mundo. Menos caos, mais leveza, mais beleza. Menos medo, mais certeza.

O LEELA está volta!



Serviço: Leela



Data: 05 de julho (sexta)

Horário: 18h

Local: Livraria Saraiva - Shopping Vila Olímpia

Rua Olimpíadas, 360

Ingressos:

gratuitos

Censura: Livre


Data: 06 de julho (sábado)

Horário: 18h

Local: Espaço Cultural CPTM

Estação Brás - CPTM

Ingressos:

gratuitos

Censura: Livre

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Projeto Afina-se revela novos talentos musicais






Como em todo fim de semestre, os alunos do Conservatório de Música Popular Brasileira, uma das unidades da Fundação Cultural de Curitiba, mostram o aprendizado obtido em sala de aula nos espetáculos gratuitos que integram o Projeto Afina-se. Desta vez, as apresentações acontecem no Auditório Nhô Belarmino do Conservatório de MPB, no Teatro do Paiol e no TUC – Teatro Universitário de Curitiba, no período de 28 de junho a 12 de julho.

A iniciativa proporciona às comunidades a possibilidade de apreciar o talento e a criatividade desses novos artistas. Nos shows, sob orientação dos professores, sobem ao palco estudantes iniciantes e de nível avançado dos diversos cursos de instrumento, canto e práticas de conjunto. De cunho didático, o projeto conta com toda uma estrutura de produção, que tem por objetivo estabelecer uma ponte entre a escola e o ambiente musical profissional.

Confira a agenda de apresentações das turmas e seus respectivos professores:



SEXTA 28 JUN - 18h30

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino.

Turmas: CANTO POPULAR (Joubert Guimarães), CANTO POPULAR (Suzie Franco).



SEGUNDA 1º JUL - 18h30

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino.

Turmas: GUITARRA (Mário Conde), SAXOFONE (Raul Valente), VIOLÃO PARA CRIANÇAS (Daniel Fagundes), CANTO POPULAR (Joubert Guimarães).



TERÇA 2 JUL - 19h

Local: Teatro do Paiol

Turmas: CANTO POPULAR (Joubert Guimarães), CANTO POPULAR (Suzie Franco).



QUARTA 3 JUL - 19h

Local: Teatro do Paiol

Turmas: PRÁTICA DE CONJUNTO DE MPB (Luis Otavio Almeida), CANTO POPULAR (Ana Cascardo).



QUINTA 4 JUL - 18h30

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino

Turmas: VIOLÃO (Guilherme Campos), VIOLÃO (Cláudio Menandro).



SEXTA 5 JUL -18h30

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino.

Turmas: PIANO PARA CRIANÇAS (Nilza Merlim Backes), BATERIA PARA CRIANÇAS (Edi Tolotti).



SÁBADO 6 JUL - 14h

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino.

Turmas: PIANO (Abigail R. Silva), FLAUTA DOCE PARA CRIANÇAS (Ana Paula Peters), FLAUTA TRANSVERSAL (Zélia Brandão), CANTO POPULAR (Joubert Guimarães).



SEGUNDA 8 JUL - 18h30

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino.

Turmas: BANDOLIM (Rodrigo Simões), CAVAQUINHO (Julião Boêmio), PRÁTICA DE CONJUNTO DE CHORO (Julião Boêmio e Lucas Melo), CANTO POPULAR (Joubert Guimarães).



TERÇA 9 JUL - 18h30

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino.

Turmas: BAIXO ELÉTRICO (Marcelo Pereira), ACORDEOM (Marina Camargo), PERCUSSÃO (Alex Figueiredo).



QUARTA 10 JUL - 18h30

Local: Teatro Universitário de Curitiba – TUC.

Turmas: VIOLÃO (Fabiano “Tiziu”), CANTO POPULAR (Ana Cascardo).



QUINTA 11 JUL - 18h30

Local: Teatro Universitário de Curitiba – TUC.

Turmas: VIOLÃO / VIOLA CAIPIRA (Rogério Gulin).



SEXTA 12 JUL- 18h30

Local: Conservatório de MPB - Auditório Nhô Belarmino.

Turmas: TROMPETE (Douglas Chiullo), PIANO (Reginaldo Nascimento).



Serviço:

Apresentações dos alunos do Conservatório de MPB de Curitiba, dentro do Projeto Afina-se.

Data: de 28 de junho a 12 de julho de 2013.

Endereços:

Auditório Nhô Belarmino do Conservatório de MPB de Curitiba: Rua Mateus Leme, 66 – São Francisco – telefone (41) 3321-3208.

Teatro do Paiol: Praça Guido Viaro s/n – Prado Velho – telefone (41) 3213-1340.

TUC - Teatro Universitário de Curitiba: Galeria Júlio Moreira, 30 – Largo da Ordem – telefone (41) 3321-3312.

Entrada franca.

Informações: Coordenação Pedagógica do Conservatório de MPB – telefone (41) 3321-3318.

CJ Ramone retorna ao Brasil e inicia turnê pelo país




Baixista durante show no tradicional Hangar 110, em SP, no ano passado - crédito: Ronaldo Chavenco

Hey Ho, let’s go! CJ Ramone, lendário ex-baixista dos Ramones, está de volta ao Brasil. O artista desembarcou, na última terça-feira (25/06), no Aeroporto Internacional de Guarulhos, extremamente contente em retornar ao país. O músico inicia ontem uma extensa turnê com apresentação no John Bull Lagoa, em Florianópolis. A CP Management agendou 11 shows, de 26 de junho a 7 de julho.

Considerado um dos artistas mais carismáticos da música mundial, CJ Ramone traz na bagagem um repertório repleto de clássicos como “Blitzkrieg Bop”, “Sheena Is A Punkrocker”, “Poison Heart”, “I Wanna Be Sedated”, “R.A.M.O.N.E.S.”, “Pin Head”, “Pet Cemetary” e provavelmente uma versão para "My Back Pages", do Bob Dylan, além das excelentes composições de seu álbum solo "Reconquista".

Recentemente, o artista enviou mensagem convocando os fãs brasileiros para prestigiarem as apresentações pelo país. Confira o video em http://www.youtube.com/watch?v=PDLZqT7lVUY&feature=youtu.be.

Os ingressos para o show em São Paulo continuam à venda na Galeria Presidente (London Calling), Galeria do Rock (Consulado do Rock e loja 255), em Santo André (Metal CDs e Ratus Skateshop) e pelo site da Ticket Brasil, no valor de R$ 70,00 (1° lote – promocional/estudante) e R$ 90,00 (2° lote – promocional estudante).

A nova passagem de CJ Ramone pelo Brasil é a seguinte:
26 de Junho: John Bull Lagoa - Florianópolis/SC
27 de Junho: John Bull - Curitiba/PR
28 de Junho: Goiânia Arena - Tattoo Rock Festival - Goiânia/GO
29 de Junho: Tendencies Music Bar - Palmas/TO
30 de Junho: America Rock Club - Taguatinga/DF
02 de Julho: Fênix Coffee Pub - Santos/SP
03 de Julho: Nite Club - Maringá/PR
04 de Julho: Clube de Regatas Bandeirantes - Bragança Paulista/SP
05 de Julho: Hangar 110 - São Paulo/SP - Guest Band: Garotos
06 de Julho: Barraca Biruta - Fortaleza/CE
07 de Julho: Espaço Garage Park - Betim Rock Festival - Betim/MG

Christopher Joseph Ward foi escolhido para substituir Dee Dee, o lendário baixista dos Ramones, em 1989, e ficou até o fim da banda em 1996. Com o grupo, e já usando nome de CJ Ramone, lançou os álbuns Loco Live (1991), Mondo Bizarro (1992), Acid Eaters (1994) e Adios Amigos (1995). Depois disso, o artista montou outros projetos como o Los Gusanos e Bad Chopper, e esteve outras oportunidades no Brasil para shows solo.

TUC apresenta show de Marcelo Brum-Lemos




       

O músico e poeta Marcelo Brum-Lemos apresenta nesta sexta-feira (28), às 20h, no TUC – Teatro Universitário de Curitiba, um show de canções autorais, tendo como convidados a violinista Aruana Moscheta e a banda catarinense Casa de Orates. Marcelo Brum mostrará algumas de suas irreverentes e poéticas composições que fazem parte do repertório do seu novo CD, com lançamento previsto para agosto de 2013.

Marcelo Brum-Lemos soma mais de 15 anos de carreira na música e na poesia curitibana. Sua estreia aconteceu no 1º. Festival da Canção da UFPR, em novembro de 1995, com a canção Vicious. Depois, venceu a 3ª edição do mesmo festival (1997), já com a banda Zaius, com a qual gravou três CDs. A banda apresentou-se no circuito universitário, em teatros, bares e festivais.

Como solista, Marcelo editou os CDs Res (ano 2000) e Mágica (2004). Multi-instrumentista e em iniciativa rara, gravou os CDs sozinho, executando violões, teclados, guitarras, percussões, flautas, harmônica, baixo, bateria, cítara e kazoo. O músico voltou aos palcos em 2010 com o projeto poético-sonoro Som-de-Brinkedo, que estreou em temporada no Museu Guido Viaro. O projeto foi apresentado também na Sala de Atos do Sesc Paço da Liberdade e no Teatro Paiol. Paralelamente, seguiu carreira de poeta e contista, e foi premiado em diversos concursos, com destaque para o Concurso Nacional Helena Kolody e o Concurso Nacional de Minicontos.

Para completar o espetáculo, Marcelo Brum-Lemos convidou a banda Casa de Orates, da cidade de Itajaí, para mostrar o seu trabalho de vertente surreal e onírica, num show em que o cênico e o sonoro se mesclam, provocando uma verdadeira viagem sensitiva. O grupo lançou o primeiro CD em 2007. Composta por cinco músicos, a Casa de Orates aproveita para lançar em Curitiba o novo álbum Luaria. 

 



Serviço:

Show Marcelo Brum-Lemos convida a Casa de Orates.

Local: TUC – Teatro Universitário de Curitiba (Galeria Júlio Moreira – Largo da Ordem).

Data e horário: 28 de junho de 2013 (sexta-feira), às 20h.

Ingressos: R$ 16 e R$ 8 (meia-entrada)

Every Man Is An Island assina com Sob Controle



Banda é uma das sensações do metalcore brasileiro – foto: Filipe Nevares
 
A banda Every Man Is An Island, considerada uma das sensações do metalcore brasileiro, acaba de assinar contrato com a Sob Controle para o agenciamento de shows pelo Brasil e América Latina.
 
Com uma sonoridade bem agressiva, o Every Man Is An Island está na estrada desde 2005 e já se apresentou em diversos Estados como de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Bahia, e já dividiu palco com New Found Glory, Alesana, The Used, Story of the Year, Emery, entre outros. Toda esta bagagem foi adquirida sob o nome de Ofel. Com o tempo, ganharam maturidade, resolveram apostar em novos rumos e recomeçarem a carreira direcionada ao Every Man Is An Island.
 
Agora chegou a vez de outras partes do país conhecerem o trabalho de D (vocal), Renato (guitarra). Flavio (guitarra), Thiago (baixo) e Evandro (bateria). Após um hiato de três anos (2009-2012), a banda decidiu se reunir e gravar mais um single “A Queda” (mais de 49.000 views no Youtube) visando novas ideias e expandir horizontes. O single "Wolves" está disponivel em http://youtu.be/S4JUFbLFgRk e o segundo single “Phantoms” em http://youtu.be/-BXWHhu4-DY.
 
O novo EP “Beyond” foi lançado digitalmente no último dia 25 de julho. A banda em breve divulgará agenda completa. 

Lendária banda feminina inglesa toca em Santos




Girlschool recebe camisa do Santos FC após tarde de autógrafos na loja London Calling, em SP, durante sua primeira passagem pelo Brasil (2011) – foto: Luciano Piantonni

A cidade de Santos realmente voltou à rota dos grandes shows internacionais que desembarcam no Brasil. Após receber nomes como Bruce Kulick (KISS), Vinnie Moore (UFO), Avenger, e às vésperas das apresentações de CJ Ramone (02/07) e Hirax (14/07) na cidade, a próxima atração que vem à Baixada Santista é a Girlschool, considerada a mais antiga banda feminina em atividade.

O show das “meninas” Kim McAuliffe (vocal/guitarra), Enid Williams (vocal/baixo), Jackie Chambers (guitarra) e Denise Dufort (bateria) acontece, no próximo dia 4 de julho (quinta-feira), na Fenix Café. Os ingressos já estão à venda. Mais informações no serviço abaixo.

Além disso, elas farão mais uma imperdível tarde de autógrafos, na próxima quarta-feira (03/07), às 16h, na loja London Calling, na Galeria Presidente, em São Paulo. Pela segunda vez, a tradicional loja de discos paulistana tem o prazer de realizar este encontro com os fãs. O primeiro meeting ocorreu em 2011.

Ícone e verdadeira lenda do rock inglês, o Girlschool faz sua última turnê mundial ao completar 35 anos de estrada. O último álbum lançado foi Hit and Run Revisited (2011), que contou com a participação de outro ícone feminino do rock, Doro Pesch. Na verdade, o álbum "Hit and Run", de 1981, que foi totalmente regravado. Este trabalho é considerado o disco de maior sucesso delas e um dos discos que marcam o 'New Wave Of Britsh Heavy Metal', movimento que revelou Iron Maiden, Judas Priest e Venom.

Formada em 1978, no sul de Londres, e apadrinhada desde o começo por Lemmy Kilmister, líder do Motorhead, a banda influenciou mulheres por todo mundo todo. Foram a maior influência no movimento riot girl. Elas já se apresentaram ao lado de Iron Maiden, Black Sabbath, Rush, Deep Purple, Scorpions, Blue Oyster Cult, entre outras.

Site oficial:
http://www.girlschool.co.uk

Serviço Santos
Projeto Hard N’ Heavy apresenta Girlschool na Baixada Santista
Data: 04 de julho
Local:
End: Av. Presidente Wilson, 143 – José Menino
Hora: 20h
Ingressos: R$ 40,00 (1° lote promocional antecipado) | R$ 45,00 (2° lote promocional antecipado) | R$ 50,00 (na porta)
Pontos de venda: Top Shirts (Gonzaga), Sound of Fish (Gonzaga),Realejo Livros (Gonzaga) Oxygym Academia (Campo Grande), Náutica Tattoo (Praiamar Shopping e Litoral Plaza), Casa Simões (Centro) e Gudstore (São Vicente)
Venda online: https://ticketbrasil.com.br

Polysom relança disco “Carlos, Erasmo” de Erasmo Carlos


Para homenagear Erasmo Carlos, ícone da Jovem Guarda e um dos maiores nomes da música nacional, a coleção “Clássicos em Vinil”, da Polysom, relança aquele que é considerado pela crítica um dos seus melhores álbuns, “Carlos, Erasmo” (1971), em vinil de 180 gramas.
O disco, composto por 13 faixas, foi produzido por Manuel Barenbein e Erasmo, com exceção de “Ciça, Cecilia”, produzida por Nelson Motta, com arranjo de Arthur Verocai. Com os demais arranjos assinados por Chiquinho de Moraes, o álbum contou com participações instrumentais de peso, como as de Dinho Leme e Liminha (respectivamente, baterista e baixista dos Mutantes). “Carlos, Erasmo” também inaugurou uma discografia de mais de 20 títulos que Erasmo lançou pela Polydor, atual Universal Music. 
Além de faixas escritas por Erasmo com seu maior parceiro, Roberto Carlos, ainda há composições de Caetano Veloso, Taiguara e os irmãos Paulo Sergio Valle e Marcos Valle. “Considero o "Carlos Erasmo" minha estreia na música adulta depois do prazeroso BÊ-A-BÁ da Jovem Guarda. Vários rumos musicais, incontáveis tendências melódicas e novos amigos músicos seriam um processo natural para minha evolução. O repertório foi intuitivo e os sons foram surgindo dependendo do "clima" que cada canção sugerisse. Esse disco consolidou minha maturidade e me projetou para um mundo real onde o sonho acordado ainda existia.” – diz Erasmo Carlos.
 “Carlos, Erasmo” já está à venda. Mais informações: http://polysom.com.br/

quinta-feira, 27 de junho de 2013

PEDRO MIRANDA E SUA COLEÇÃO DE OBRAS-PRIMAS NA CAIXA CULTURAL CURITIBA






O cantor se apresenta na sessão de julho do projeto Samba de Bamba





A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, no dia 9 de julho, o cantor e compositor Pedro Miranda, quinto convidado do projeto Samba de Bamba. O músico apresenta um repertório de sambas de sua memória afetiva e canções gravadas em seus dois primeiros álbuns solos: “Coisa com coisa” (2006) e “Pimenteira” (2009), este considerado "uma coleção de obras-primas" nas palavras de Caetano Veloso. Os ingressos estarão à venda a partir de terça-feira (dia 2 de julho), ao meio-dia, somente na bilheteria da CAIXA Cultural.



Ao seu lado tocam alguns dos mais tarimbados músicos do samba carioca: Luís Filipe de Lima (violão de sete cordas e direção musical), Eduardo Neves (sopros), Luís Barcellos (cavaquinho e bandolim) e os percussionistas Beto Cazes e Paulino Dias. Pedro Miranda explica que vai mostrar ao público de Curitiba algumas músicas de seu próximo CD, “Samba Original”, em fase de produção. Na seleção de compositores, o sambista carioca escala um time de craques para interpretar. Estão lá Wilson das Neves e Paulo Cesar Pinheiro (“O samba é meu dom”), Elton Medeiros e Zé Keti (“Samba Original”), Ataulfo Alves e Assis Valente (“Batuca no chão”), além de Sílvio da Silva (“Hello, my girl”), Paulinho da Viola (“Quando bate uma saudade”), entre outros sambistas que ficaram marcados na voz do cantor nos shows e CDs de Teresa Cristina e Grupo Semente, e do Cordão do Boitatá, grupos dos quais Pedro foi fundador e fez parte por mais de dez anos.



Samba de Bamba:

O coordenador e curador do projeto Samba de Bamba, o jornalista e crítico musical Rodrigo Browne, explica que vai realizar mensalmente, até novembro, uma série de nove shows, sempre às terças, na Caixa Cultural. "Os convidados são artistas excelentes, representantes autênticos do que hoje se convencionou chamar 'Samba de Raiz' mas que, na verdade, trata-se do samba tradicional sem as imposições comerciais do mercado", explica.



O projeto traz em cada apresentação um formato semelhante com o que o produtor já realiza há 17 anos no seu programa Samba de Bamba, na rádio E-Paraná FM. Durante a transmissão os sambistas convidados comentam a escolha de seus sambas prediletos. “No palco, durante o show, cada artista vai fazer o mesmo, contando o porquê de suas escolhas e quais são suas influências. Acredito que, assim, o público vai conhecer um pouco mais do processo criativo de cada sambista e da própria história do samba”, finaliza Browne. A próxima atração é a sambista Maíra Freitas, no dia 13 de agosto.



Produção e assessoria de imprensa:

RB Escritório de Comunicação

Rodrigo Browne: (41) 9145-7027



Serviço:

Samba de Bamba – Pedro Miranda

Data: 09 de julho de 2013 (terça-feira)

Hora: 20h

Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)

Ingressos: À venda a partir de 02 de julho. R$ 10 e R$ 5 (meia – conforme legislação e correntista CAIXA)

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta-feira das 12h às 20h, sábado das 16h às 20h e domingo das 16h às 19h)

Classificação etária: Livre para todos os públicos

Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

terça-feira, 25 de junho de 2013

Boss in Drama lança clipe de “Toda Doida” com participação de Karol Conká






Preparando o seu segundo álbum, o produtor curitibano Péricles Martins, a.k.a. Boss in Drama, lança hoje seu novo clipe. O vídeo é da música “Toda Doida” http://www.youtube.com/watch?v=_8XBjVPjhVg&feature=player_embedded, com a participação da rapper, também de Curitiba, Karol Conká. O clipe foi dirigido por Rabú Gonzales.



As imagens foram feitas no Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, e mostram uma festa muito animada. Além da participação de Karol Conká, que dá voz a essa produção do Boss, ainda estão no clipe o Bonde das Bonecas e o Bonde do Passinho, dois grupos que chamaram a atenção dos internautas com suas performances originais. “Toda Doida” é uma música com uma forte batida pop, pronta para invadir as pistas de dança do país.


Mais informações: http://deckdisc.com.br/

Polysom relança “Zero e Um” do Dead Fish



 
Desde o começo da sua carreira e até hoje o Dead Fish é destaque da cena hardcore brasileira. Um dos maiores nomes do segmento, o grupo capixaba sempre lotou seus shows e continua carregando legião de fãs por onde passa. Ainda de forma independente, lançou seus três primeiros álbuns. O quarto disco de estúdio, “Zero e Um” (2004), marcou uma mudança de fase na banda, com a produção de Rafael Ramos e o contrato com a gravadora Deck. E é esse disco do Dead Fish que a Polysom lança em vinil.

O grupo, na época formado por Rodrigo (voz), Nô (bateria), Alyand (baixo e voz), Hóspede (guitarra) e Philippe (guitarra e voz), ficou conhecido por seu som forte, intenso, cheio de riffs de guitarra poderosos e letras críticas. As 14 faixas desse álbum são exemplos disso, mesmo aquelas com menos de um minuto como “Senhor, Seu Troco” e “Desencontros”. O disco segue cheio de mensagens, como “Há urgência em estar vivo”, de “Urgência”, ou “Um bom computador e um carro veloz pra me manter distante de mim”, da faixa-título, ou “Onde há muros, há o que esconder”, da clássica “Você”. Estão ainda em “Zero e Um”: “Tão Iguais’, “Queda Livre” e “Bem-Vindo ao Clube”.

Com todas as músicas e letras assinadas pelo Dead Fish, o disco foi mixado por Ryan Greene
(NOFX, Lagwagon, No Use For a Name, Sick of it all, Bad Religion, entre outros) no Motor Studios, em São Francisco (USA). O vinil em prensagem especial bicolor (metade preto e metade amarelo) chega às lojas em julho de 2013.

Orquestra de Câmara faz concerto para celebrar centenário de Benjamin Britten





O concerto da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba neste fim de semana é dedicado ao compositor inglês Benjamin Britten (1913-1970). No ano em que se comemora o centenário do seu nascimento, a Orquestra executa uma das principais obras do compositor – Les Illuminations, com direção musical de Maurício Aguiar e participação especial da soprano Kalinka Damiani. As apresentações acontecem nesta sexta-feira (28), às 20h, na Paróquia Bom Pastor, e no sábado (29), às 18h30, na Capela Santa Maria – Espaço Cultural. Haverá ainda um ensaio aberto, às 10h de quinta-feira (27), também na Capela Santa Maria.

Pouco antes do concerto do dia 29 (sábado), o músico Marco Aurélio Koentopp fornece informações ao público sobre as obras e os compositores escolhidos, dando sequência à proposta instituída este ano pela Fundação Cultural de Curitiba de introduzir breves comentários de especialistas nos concertos. Além da obra de Britten, o grupo também apresenta uma composição do austríaco Heinrich Ignaz Biber (1644-1704) e outra do argentino Osvaldo Golijov (1960). A temporada 2013 da Orquestra de Câmara de Curitiba conta com o patrocínio do Ministério da Cultura e da Volvo.



Programa - Sob o título Batalhas e Iluminações, a Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba inicia o concerto com a obra de Heinrich Biber, La Battaglia em Ré Maior. Famoso violinista da era barroca, cuja carreira floresceu e progrediu na corte de Salzburg, Biber faz dessa sonata um retrato musical das batalhas, com muitos efeitos especiais e tonalidades incomuns.

Dando um salto no tempo, o programa prossegue com uma composição contemporânea do argentino Osvaldo Golijov – Last Round. Membro de uma família judaica, o compositor teve sua formação musical em Israel e depois nos Estados Unidos. Uma de suas paixões é a música de Astor Piazzolla. Na obra escolhida para o concerto está a marca do seu hibridismo musical, que combina as tradições da música clássica, litúrgica e judaica, com elementos do tango de Piazzolla.

A obra de Benjamin Britten, Les Illuminations para Soprano e Orquestra de Cordas, encerra o concerto em grande estilo. A composição faz parte do Ciclo de Canção Orquestral, um dos gêneros característicos do inglês Britten, e foi escrita logo após a sua chegada aos Estados Unidos, em 1939, para onde foi em busca de novas oportunidades. O período em que esteve na América foi particularmente profícuo para a obra de Britten, que criou, entre muitos outros, este trabalho (As Iluminações), inspirado na poesia do poeta simbolista francês Arthur Rimbaud.

         A obra requer a participação de uma cantora solista e para atuar junto com a orquestra foi convidada a soprano Kalinka Damiani, premiada em concursos nacionais e internacionais de ópera. A direção musical do concerto está a cargo do violinista Maurício Aguiar, atual spalla da Camerata Antiqua de Curitiba e da Orquestra Sinfônica Brasileira. O músico curitibano, que reside nos Estados Unidos desde 1991, é também primeiro violino da Orquestra Sinfônica de Cincinnati (atualmente licenciado).

 

Serviço:

Batalhas e Iluminações – Concerto da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba, com direção musical de Maurício Aguiar e participação da solista Kalinaka Damiani.

Datas e horários das apresentações:

Dia 27 de junho (quinta-feira), às 10h, ensaio aberto na Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro), com entrada franca.

Dia 28 de junho (sexta-feira), às 20h, na Paróquia Bom Pastor (Rua Victorio Viezzer, 810 – Vista Alegre), com entrada franca.

Informações: (41) 3335-5552

Dia 29 de junho (sábado), às 18h30, na Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro), com ingressos a R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada). Nessa ocasião, acontece palestra de Marco Aurélio Koentopp, com início às 17h45.

Carlos Nava lança CD com canções de Custódio Mesquita






O paulistano Carlos Navas, conhecido pela versatilidade com que transita por diversos segmentos musicais, lança em Curitiba seu nono CD, Junte tudo o que é seu... Canções de Custódio Mesquita em Voz e Piano, com espetáculo no Teatro do Paiol. As apresentações acontecem na sexta-feira e no sábado (28 e 29), às 21h, com a participação do pianista Davi Sartori.  Dedicado a um dos mais importantes autores brasileiros, falecido em 1945, as obras selecionadas por Carlos Navas realizam um passeio delicado pela obra sensível e refinada desse mestre que influenciou vários compositores.

Integram o CD parcerias de Custódio Mesquita com Sadi Cabral, Evaldo Rui, Mário Lago, Noel Rosa e Orestes Barbosa. O trabalho coloca ao alcance do público clássicos como Enquanto houver Saudade, Nada Além, Como os rios que correm pro mar, Saia do Caminho (da qual foi extraído o subtítulo), Noturno em tempo de Samba, Adivinhe Coração, Mentirosa e Velho Realejo. Mario Reis, célebre intérprete a quem Navas homenageou em belo álbum lançado em 2007, também é lembrado em Prazer em Conhecê-lo (única parceria de Custódio e Noel Rosa) e Doutor em Samba, imortalizadas em sua voz. O álbum é uma produção independente, distribuída pela Tratore, e vem merecendo elogios da crítica especializada.



O cantor – Com nove discos gravados, o paulistano Carlos Navas tem sucessos reconhecidos, como o infantil Algumas Canções da Arca..., em que faz releituras das canções que Vinícius de Moraes dedicou às crianças. Em seu repertório, constam autores contemporâneos expressivos, como Alzira Espíndola, Itamar Assumpção, José Miguel Wisnik, Marina Lima e Vitor Ramil.

Ao longo de 17 anos de carreira, Navas tem dividido o palco com artistas do porte de Alaíde Costa, Sandra de Sá, Clarisse Abujamra e Tetê Espíndola. Em 2007, lançou o CD Quando o Samba Acabou, dedicado a Mario Reis, e o infantil Canções de Faz de Conta, sobre a obra de Chico Buarque. Tecido, seu oitavo álbum chegou ao mercado pela Lua Music, em 2010. Recentemente, lançou o primeiro DVD, ENSAIO, registrando sua participação no histórico programa homônimo, dirigido por Fernando Faro, na TV Cultura.



 O homenageado – O compositor, instrumentista, regente e cantor Custódio Mesquita nasceu no Bairro de Laranjeiras, no Rio de Janeiro, em 25 de abril de 1910 e faleceu em 13 de março de 1945. As primeiras noções musicais foram obtidas em casa, com os pais. Posteriormente, estudou piano com professores como Siazinha Cavalcanti e Luciano Gallet. Sua composição de estreia foi O amor é um prejuízo (com Moisés Friedman), samba-canção editado em 1930 que não obteve repercussão. Nessa época já tocava piano na Rádio Clube do Brasil, Rádio Mayrink Veiga e Rádio Philips.

Em 1932, Sílvio Caldas gravou o fox Dormindo na rua, tornando conhecido o talento de Custódio Mesquita, que foi parceiro de importantes nomes da música brasileira, além de ter sua produção musical gravada por cantores em evidência, como Carmen Miranda e sua irmã Aurora Miranda, Mário Reis, Carlos Galhardo e Orlando Silva.

Em 1935, estreou como ator de cinema no filme carnavalesco Alô, alô, Brasil, de Wallace Downey. Atuou ainda em mais dois filmes: Bombonzinho, de Mesquitinha (1938), e Moleque Tião, de José Carlos Burle (1943), para o qual também compôs músicas. A revista O sambista da Cinelândia, encenada no Teatro Fênix, marcou sua estreia como compositor para teatro. Musicou diversas peças (Filhas de Eva, Rumo ao Catete, Gandaia, entre outras), além de ter realizado uma temporada na Argentina, como pianista, obtendo grande sucesso com a marcha Se a lua contasse.  

Continuou sua trajetória vitoriosa compondo em parceria com Evaldo Rui, o que deu origem a algumas de suas maiores obras, entre as quais o bolero-canção Para que viver?, o fox Rosa de maio e a valsa Gira, gira, gira; os sambas Promessa, Noturno em tempo de samba e Como os rios que correm para o mar. Compôs ainda o samba Algodão, com David Nasser, e o fox-blue Naná, com o teatrólogo Geysa Boscoli.

Em 1945, no auge de seu prestígio como compositor, Custódio Mesquita foi eleito conselheiro da SBAT – Sociedade Brasileira de Autores, a qual estava filiado desde 1933. Não chegou, porém, a tomar posse do cargo: morreu de crise hepática. Sua última música, com letra de Freire Júnior, intitulava-se Despedida.



Serviço:

Show de lançamento do CD Junte tudo o que é seu... Canções de Custódio Mesquita em Voz e Piano, de Carlos Navas, com a participação do pianista Davi Sartori.

Datas e horário: apresentações nos dias 28 e 29 de junho de 2013 (sexta-feira e sábado), às 21h.

Local: Teatro do Paiol (Praça Guido Viaro, s/n – Prado Velho).

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

Para saber mais: www.carlosnavas.com.br

Concerto traz obras de Stravinsky e Villa-Lobos na Fundação Ema Klabin





     

   
     

Projeto B se apresenta dia 29.Antes,o público pode realizar uma visita ao museu
   
     



O grupo paulistano Projeto B se apresenta na Fundação Ema Klabin, no próximo dia 29 de junho, às 16h30, pelo Programa Tardes Musicais - Música de Câmara. No repertório, arranjos de obras de Heitor Villa-Lobos e composições próprias do terceiro álbum A Viagem de Villa-Lobos. Além da obra A Sagração da Primavera de Igor Stravinsky, que este ano completa 100 anos de sua estreia.

Com mais de uma década de estrada, o Projeto B traz uma nova abordagem musical, unindo a vanguarda do jazz à música brasileira e erudita contemporânea. O grupo, que já se apresentou em Nova York e Seattle, é formado pelos músicos Yvo Ursini (guitarra), Leonardo Muniz (saxofone), Daniel Grajew (piano), Amilcar Rodrigues (trompete), Henrique Alves (baixo) e Maurício Caetano (bateria).

Este é o último concerto do semestre. Em  julho, a casa-museu  estará em reformas visando à acessibilidade plena, apenas com os cursos culturais acontecendo.  Em agosto, a Fundação Ema Klabin retorna com todas as suas atividades culturais. “ Teremos uma novidade, a adição de uma terceira série musical `música nova` . Ao mês o espaço oferecerá três shows musicais gratuitos, sempre aos sábados ”, explica o curador da Casa-Museu, Paulo Costa.



Chegue uma hora antes e conheça a Casa-Museu mais bonita de São Paulo


Antes da apresentação  musical o público pode, a partir das 15h30, realizar uma visita monitorada à Fundação Ema Klabin  e conferir o acervo de 1.545 obras oriundas de quatro continentes e diversas civilizações. Entre elas, telas de mestres da pintura como Lasar Segall, Portinari, Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Marc Chagall e Frans Post.

Serviço:

Programa Tardes Musicais – Música de Câmara -  Projeto B

 Data: 29 de junho      Horário: 16h30, sem necessidade de reserva.
Custo: Entrada Franca.  Visita ao acervo, a partir das 15h30.
Endereço: Rua Portugal, 43, Jardim Europa - São Paulo.
Mais informações: 011 3062-5245 ou pelo site: www.emaklabin.org.br Informações sobre o grupo :http://www.projetob.net/Projeto_B/Home.html

Sashamon confirma longa turnê promocional pelo Brasil em Julho


O músico havaiano Sashamon, um das novas sensações da surf music mundial, confirmou que fará turnê pelo Brasil durante os dias 10 a 21 de julho. Os shows acontecem em São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Curitiba, Porto Alegre, Balneário Camboriú. Outras cidades podem ser anunciadas em breve.

A Cali’s Finest Clothing, em parceria com a CP Management, promove a primeira turnê do músico havaiano Sashamon, um das novas sensações da surf music mundial, pelo Brasil. A excursão acontece de 10 a 21 de julho e vai passar por diversas cidades do país como São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Curitiba, Porto Alegre, Balneário Camboriú e outras podem ser anunciadas em breve.

Sashamon é o nome adotado pelo músico havaiano Sasha Makia Spiller-Reiff. Após se tornar um sucesso nas rádios locais do Havaí, o artista lançou seu primeiro álbum “One Day Maybe”. Ele alcançou o estrelado após a inclusão de suas músicas nos filmes “Freak Show” e "Freak Side", de Pipeline Master Jamie O’brien. Desde então, o músico se tornou referencia e passou a ser a trilha sonora de diversos vídeos sobre o surf.

Em seu primeiro álbum o músico foi responsável por tocar todos os instrumentos, incluindo cavaquinho, guitarra, baixo, teclado e bateria. Atualmente, o artista trabalha nas músicas que devem compor seu segundo CD.

Sashamon já tocou em diversas cidades norte-americanas e é audição recomendada aos fãs de Jack Johnson, Bob Marley e Sublime.

Até o momento, a Cali's Finest Clothing tour acontece nas seguintes datas:
11 de Julho – TBA – Rio de Janeiro/RJ
12 de Julho – Estúdio Emme –São Paulo/SP
13 de Julho – Morocco –Maresias/SP
14 de Julho – Praia de Itacoatiara – Niterói/RJ
17 de Julho – John Bull Lagoa – Florianópolis/SC
18 de Julho – Music Hall – Curitiba/PR
19 de Julho – Bar Opinião – Porto Alegre/RS
20 de Julho – TBA
21 de Julho – Hoffmeister House – Balneário Camboriu/SC

Confira o vídeo da música “Japanese Squeeze” em http://www.youtube.com/watch?v=C1b5R99Kors.



Links relacionados:
http://www.sashamon.com
http://www.myspace.com/sashamonmusic

Serviço São Paulo
Cali's Finest Clothing e CP Management orgulhosamente apresentam Sashamon
Data: 12 de Julho – sexta-feira
Local: Estúdio Emme
End: Rua Pedroso de Moraes, 1036 – Pinheiros – (11) 99557.8358
Bilheteria: Somente no Dia do Evento
Hora: 22h (abertura da casa)
Bandas Convidadas: Tributo Sublime, Brasilites, Republik
Sashamon (2h)
DJ convidado: Dj Thay Girão
Preço dos convites: R$ 30,00 (lote promocional)| R$ 40 (antecipados) | R$ 50,00 (porta)
Pontos de venda:
Star Point - Av. Irai, 224, Moema - Horário: 10h às 21h
Kitsch Club - Rua Vergueiro, 2676, Vila Mariana | Horário: 14h às 21h
Galeria Presidente: Johnny Be Good  -  24 de Maio, 116 - Loja 14 -  Fone: (11)  3223.3492
Hole - Galeria do Rock - Av. São João, 439 - 1º andar loja 275
Metal Music - Rua Dona Elisa Fláquer, 184 - Centro - Santo André - Hora: Seg à sex das 10h às 18h30, sáb das 10h às 17h30.
Rattus Skate: Rua Dona Elisa Flaquer, 286 – Centro – Santo André - (11) 4990.5163
Ingresso online: Ticket Brasil – www.ticketbrasil.com.br
Censura: 18 anos
Patrocínio: Cali's Finest  Clothing

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DE REINAUGURAÇÃO DE 25 A 29 DE JUNHO





TERÇA 25.jun: 22h
FESTA DE REINAUGURAÇÃO
Crew DJs residentes Ale Dantas, Celso Ferreira, Claudinha Bukowski, Denis Pedroso, Lu Padilha e Pablo Busetti.
DEGUSTAÇÃO dos novos drinks James.
22h/R$ 20.



QUARTA 26.jun: 22h
QUARTA ROCK
DJs residentes Ale Dantas, Claudinha Bukowski  e Pablo Busetti.
DJs convidados Claudinho Yuge.
SORTEIO de balde de cerveja.
DOUBLE DRINK* até 24h.
*Destilados nacionais.
22h/R$ 12.



QUINTA 27.jun: 22h
JAMES SESSIONS com UP AGAINST DOWN (RJ) e COLD AND THE CITY (CWB)
DJs convidados Doubleka e Sabrina Ramos (La Rock).
DOUBLE DRINK* até 24h.
*Destilados nacionais.
22h/R$ 15.



SEXTA 28.jun: 22h
IN NEW MUSIC WE TRUST com ALTA FIDELIDADE recebem OH MY ROCK (ES)
DJs residentes Ale Dantas, Claudinha Bukowski e Denis Pedroso.
DJ convidado Luis Felipe Salvador (OH MY ROCK).
SORTEIO DE VIPs e COMBO VODKA ao longo da semana, na fanpage da festa no Facebook.
22h/R$ 20.



SÁBADO 29.jun: 22h
POP LINE
DJs residentes Ale Dantas, Denis Pedroso e Celso Ferreira.
SORTEIO DE VIPs com participação a partir das 14h, na fanpage da festa no Facebook.
22h/R$ 22.

JAMES
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR. (41) 3222-1426. Formas de pagamento: Todos os cartões de débito e crédito Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale Refeição.

Teatro do Paiol recebe a dupla Pedro Altério & Bruno Piazza

Teatro do Paiol recebe a dupla Pedro Altério & Bruno Piazza





Nesta quinta-feira (27), às 20h30, a dupla paulista Pedro Altério & Bruno Piazza toma conta do Teatro do Paiol para o show de lançamento de seu primeiro CD, gravado em 2012. Com um som que propõe uma mistura de elementos da música erudita e da MPB, os músicos mostram sucessos do álbum que leva o mesmo nome da dupla, e que tem no repertório composições próprias e parcerias com conhecidos autores.

No espetáculo, Pedro Altério (voz e violão) e Bruno Piazza (piano) se apresentam ao lado de Neymar Dias Quarteto (baixo, baixo acústico e cordas) e Gabriel Altério (bateria). Das 13 músicas escolhidas para o CD de estreia, nenhuma tem solo e nem presença de ritmos brasileiros marcados, sendo três delas instrumentais. “É um disco de canções”, define a dupla, que evidencia a ponte entre o trabalho que os dois desenvolvem: o universo erudito e a música popular.

Pedro e Bruno se conheceram no projeto Quinta Dissonante, encontros musicais abertos ao público, realizados em casas noturnas de São Paulo, no formato de jam-sessions e organizados mensalmente por amigos em comum. Foi então que nasceu o projeto do CD que reflete o que os dois gostam de ouvir e de tocar, com canções de novos compositores, como Breno Ruiz, Dani Black, Paulo Novaes e Pedro Viáfora.

Além das músicas conhecidas dos shows, o disco também tem parcerias com Kleber Albuquerque, Celso Viáfora, Rita Altério e participações especiais de Mônica Salmaso e Luiza Possi, ao lado dos arranjos de cordas feitos por Neymar Dias.

Um dos exemplos dos movimentos eruditos incorporados a canções populares está na música Vai-e-Vem, com letra de Rita Altério, inspirada na desativação de uma linha de trem que ligava duas cidades históricas de Minas Gerais, e que traz o conhecido O Trenzinho do Caipira, de Villa-Lobos. “As duas músicas se encaixam de uma maneira que muita gente que ouve, mesmo conhecendo a composição de Villa-Lobos, às vezes não percebe, de tão fundido que está na música”, complementa Pedro.



Os músicos – Pedro Altério integrou, em 2008, o DVD de Ivan Lins, Saudade de Casa, participando também dos shows de lançamento. Outro trabalho de destaque foi ao lado de Celso Viáfora, no DVD e CD Batuque de Tudo. Integrante do projeto 5 a Seco, gravou, em junho de 2011, o seu primeiro CD e DVD ao vivo, com participações de Maria Gadú, Lenine, Chico César e Dani Black. Pedro Altério ainda marca presença como compositor, tendo músicas nos discos de Tatiana Parra, Patrícia Bastos, Patrícia Talem, Tó Brandileone, Dani Black, Bruna Caram, Rafael Altério e Luiza Possi.

Autodidata, Bruno Piazza participou do DVD Multishow Ao Vivo (2010), de Maria Gadú, na faixa extra Castelos (piano/arranjo). Formado em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo – FEBASP, o músico atualmente estuda piano erudito com Dante Pignatari e Harmonia, Improvisação e Arranjo com Hector “Costita”. Atua ao lado de diversos artistas, como Barbara Rodrix, Bruna Moraes, Paulo Novaes e Felix Bravo. Também criou trilhas para dança e cinema, entre elas a concebida para o espetáculo Maria, Madalena (2011), dirigido por Chico Neller, do grupo Ginga, e a do longa-metragem Mistéryos, de Beto Carminatti e Pedro Merège.



Serviço:

Espetáculo de lançamento do primeiro CD da dupla paulista Pedro Altério & Bruno Piazza.

Data e horário: dia 27 de junho de 2013 (quinta-feira), às 20h30.

Local: Teatro do Paiol (Praça Guido Viaro, s/n – Prado Velho).

Ingressos: R$ 25 e R$ 12,50 (meia-entrada).

El Merekumbé leva ritmos latinos ao Teatro do Paiol

El Merekumbé leva ritmos latinos ao Teatro do Paiol





Os ritmos latinos e a música caribenha são a essência do grupo curitibano El Merekumbé, que faz nesta quarta-feira (26), às 21h, no Teatro do Paiol, o show de pré-lançamento do seu segundo CD. Formado por instrumentistas de diferentes origens, o grupo tem como proposta de trabalho a pesquisa, o intercâmbio e a divulgação de ritmos como o mambo, rumba, bolero, cha-cha-cha, son-montuno, danzón, merengue e outros.

O El Merekumbé conta em sua formação com os músicos Jorge Mujica (vocais, piano e direção musical), Ariel Mujica (vocais, harmônica e percussão), Reynaldo Cordovi (vocais e percussão), Oliver Pellet (guitarra e el cinco), Flávio Lira (contrabaixo), Marcos Aurélio (trompete), Bruno Brandalise (trombone) e Graciliano Zambonin (bateria e percussão).

Desde a sua estreia, o El Merekumbé tem tido grande receptividade de crítica e público, apresentando-se em diversos festivais e festas. Sua influência no cenário musical curitibano fez surgir uma série de composições dedicadas ao grupo ou inspiradas nele. Assim, neste ano, o El Merekumbé apresenta seu segundo álbum, contendo composições próprias e de artistas curitibanos.



Serviço:

Show do grupo El Merekumbé

Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº - Prado Velho.

Data: 26 de junho de 2013 (quarta-feira), às 21h

Ingressos: R$ 5

Hugin Munin: gravando novo disco de inéditas


A Hugin Munin, uma das bandas mais promissoras do atual cenário do metal nacional, já está em estúdio gravando o sucessor do aclamado debut álbum “Ten Thousand Spears For Ten Thousand Gods” (2012).
 
A Hugin Munin, uma das bandas mais promissoras do atual cenário do metal nacional, já está trabalhando no sucessor do aclamado debut álbum “Ten Thousand Spears For Ten Thousand Gods” (2012).

“Nosso primeiro disco teve um feedback extremamente positivo. Fizemos vários shows importantes pelos Estados de São Paulo e Curitiba e, agora, estamos concentrados na composição das novas músicas, que estão extremamente pesadas. Nossos fãs não se decepcionarão”, declarou o guitarrista Thorgrim.

A banda já entrou oficialmente em estúdio para registrar este material, mas ainda não há um período exato para o lançamento deste novo trabalho, porém, eles pretendem realizar mais apresentações pelo país.

Para quem ainda não ouviu, "Ten Thousand Spears For Ten Thousand Gods” está disponível para audição em http://www.facebook.com/huginmuninofficial. Diversos vídeos dos "Viking Brothers" e em turnê pelo Brasil estão disponíveis em http://www.youtube.com/huginmuninofficial.

Produtores interessados em contratar um show da Hugin Munin devem enviar e-mail para gustavoviking@hotmail.com ou passolargu@hotmail.com.

Links relacionados:
http://www.facebook.com/huginmuninbr
http://twitter.com/huginmuninmetal
http://www.huginmuninempire.com

Hirax: infos sobre shows em SP e Santos


A lendária banda norte-americana Hirax está de volta ao Brasil. Dois shows da rápida passagem pelo país acontecem em Santos (13/07 – Fenix Club) e São Paulo (14/07 – Hangar 110). Ingressos já estão à venda.

A comemoração do Dia do Rock vai ser regada a muito thrash metal! O Hirax, um dos grupos mais respeitados da música pesada mundial, recentemente confirmou que está de volta ao Brasil para rápida série de apresentações. Dois importantes shows acontecem em Santos (13/07 – Fenix Club) e São Paulo (14/07 – Hangar 110). Os ingressos em ambas as cidades já estão à venda. Mais informações no serviço abaixo.

Neste momento, Katon W. de Pena (vocais), Lance Harrison (guitarra), Mike Guerrero (guitarra), Steve Harrison (baixo) e Jorge Iacobellis (bateria) estão promovendo o álbum “La Boca de La Bestia (The Mouth of the Beast)”.

Confira o video da música "Broken Neck" em http://youtu.be/1XCoVpPtmao.

Links relacionados:
http://www.hirax.org
http://theultimatepress.blogspot.com.br

Serviço Santos
Projeto Hard N"Heavy apresenta Hirax na Baixada Santista
Data: 13/07
Local: Fenix Club
End: Av. Presidente Wilson, 143 – José Menino
Hora: 22h
Bandas convidadas: Atomica, Surra e Project 46
Ingressos: R$ 40,00 (1° lote promocional antecipado) | R$ 45,00 (1° lote promocional antecipado) | R$ 50,00 (na porta)
Pontos de venda: Top Shirts (Gonzaga), Sound of Fish (Gonzaga), Oxygym Academia (Campo Grande), Náutica Tattoo  (Praiamar Shopping e Litoral Plaza), Casa Simões (Centro) e Gudstore (São Vicente)
Venda online: https://ticketbrasil.com.br
Imprensa: press@theultimatemusic.com – 13 9161.6267
Informações: 13 8128.6420
Cartaz: http://bit.ly/11R6i2p

Serviço São Paulo
Projeto Hard N"Heavy apresenta Hirax
Data: 14/07
Local: Hangar 110
End: Rua Rodolfo Miranda, 110 – ao lado do Metrô Armênia
Hora: 20h
Bandas convidadas: Atomica e Voodoo Priest
Ingressos: R$ 70,00 (promocional/estudante antecipado) | R$ 80,00 (na porta)
Pontos de venda: Galeria do Rock (Animal Records, loja 255 e Paranoid)

Forfun disponibiliza "Terra de Cego" na internet






Há mais de uma década lotando seus shows por onde passa, a banda carioca Forfun se prepara para mais um passo em sua carreira. Esse ano lança seu primeiro DVD, “Ao Vivo no Circo Voador” (Deck), gravado em uma apresentação na lendária casa do Rio de Janeiro, em dezembro de 2012. Além do DVD, o projeto também estará disponível no formato CD - físico e digital - com três músicas inéditas. Eles acabam de lançar uma delas na internet, “Terra de Cego” http://www.youtube.com/watch?v=1Ga9t5XWznE&feature=youtu.be.



“Terra de Cego”, assim como as outras inéditas, foi gravada no Estúdio Tambor (RJ) com produção de Rafael Ramos. A música fala sobre “a força inerente a cada ser humano que muitas vezes fica adormecida. É um chamado à bravura sintetizado em observações sobre a maneira como o homem hoje lida com a religião, o medo, o conforto, o confronto e a iniciativa em geral." – diz Rodrigo Costa, baixista e vocalista da banda. Uma canção apropriada para os tempos de hoje.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Flyleaf cancela show no Brasil


A produtora Dark Dimensions comunica que a apresentação da banda norte-americana Flyleaf está cancelada! Show seria realizado no próximo dia 7 de julho, no Carioca Club, em São Paulo.

Terra Sonora lança novo CD com show no Teatro do Paiol





Neste fim de semana, o Teatro do Paiol abriga o espetáculo de lançamento do sexto CD do grupo curitibano Terra Sonora. Com o título de Distâncias, a gravação reafirma a sonoridade singular do grupo, reunindo composições de várias partes do mundo, devidamente transcritas e arranjadas para uma grande variedade de instrumentos e técnicas vocais pouco comuns. As apresentações acontecem às 21h de sexta-feira e sábado (21 e 22) e às 20h de domingo (23). Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).

No repertório do show estão composições anônimas que atravessaram séculos, representativas de diferentes épocas e lugares do planeta, como Ásia, Europa, América e África. O programa completa-se com obras de Rogério Gulin e Plínio Silva, sempre inspiradas por características musicais das regiões abordadas.

As músicas estão divididas em cinco blocos. No primeiro deles estão composições da República Tcheca, Costa Rica, Cazaquistão e Noruega. Em seguida, representantes da China, Suriname, Quirguistão e Brasil (com Caixinha de Música, de Rogério Gulin). Na terceira parte, Eslováquia, Uzbequistão, Escócia e Brasil (com Ímpar, de Plínio Silva). Na sequência, Lituânia, Costa do Marfim e Ruanda. Para encerrar, músicas de Java, Baluquistão, Turcomenistão, Moldávia e Kosovo.

O grupo – Desde a sua formação, em 1994, o conjunto Terra Sonora desenvolve um trabalho vocal e instrumental fundamentado na pesquisa, transcrição e recriação de músicas representativas de diversas culturas. A pesquisa é coordenada pelo músico Plínio Silva, que também responde pela direção geral das apresentações, com acompanhamento dos demais integrantes do grupo, composto por professores da Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Faculdade de Artes do Paraná e Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba.

Reunindo Liane Guariente (voz), Carla Zago (violino e rabeca), Gabriela Bruel (percussão), Adriano Mottin (concertina – tipo de acordeão, flauta doce, percussão e metalofone – instrumento com lâminas feitas de metal, dispostas como as teclas de um piano), Giampiero Pilatti (flauta transversal), Rogério Gulin (viola caipira e cabacítara – um tipo de viola) e Plínio Silva (harmônio, flauta doce, metalofone,  krum horn – instrumento de sopro e sheng – instrumento formado por tubos verticais), o Terra Sonora exibe um repertório inusitado, que abrange mais de 500 temas.

As músicas pesquisadas nas Américas, África, Europa, Ásia e Oceania revelam a diversidade cultural no tratamento de assuntos comuns – desde lamentos que narram os desencontros amorosos ou as difíceis condições de vida no campo a músicas festivas e alegres, de exaltação à família e à natureza – e temas usados em celebrações sociais e religiosas. O Terra Sonora mostra também instrumentos musicais exóticos, pouco conhecidos fora de seus países de origem, mas que podem ser adaptados e usados por outras culturas. É o caso do didgeridoo, instrumento de sopro dos aborígenes australianos, do Ud, instrumento de cordas de origem árabe, e do steel drum, um tambor caribenho.

Parte da pesquisa realizada pelo Terra Sonora está nos CDs Terra Sonora – Música Vocal e Instrumental de Várias Regiões do Mundo (1997), Continentes (2001) e Terras (2004). Os trabalhos abrangem 67 regiões do mundo, divididos em 85 temas, 12 deles do Brasil, representando alguns aspectos de nossa tradição musical. Em 2008, o grupo lançou o CD Trevas, no qual apresentou temas medievais do oriente e do ocidente. Em 2009, foi a vez do CD Orvalho, com obras do violeiro Rogério Gulin. A gravação resultou do Prêmio Produção do Projeto Pixinguinha 2008, patrocinado pela Funarte, conquistado por Rogério Gulin.



Serviço:

Show de lançamento do CD Distâncias, do grupo Terra Sonora.

Datas e horários: apresentações nos dias 21 e 22 (sexta-feira e sábado), às 21h, e dia 23 de junho de 2013 (domingo), às 20h.

Local: Teatro do Paiol (Praça Guido Viaro, s/n – Prado Velho).
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).

Jullie lança o EP "Gasolina"




Há uma semana a cantora Jullie apresentou a faixa -título do seu novo EP, “Gasolina” (http://www.youtube.com/watch?v=pjvW5eKvux8). Hoje os fãs já poderão ouvir e comprar nos principais sites de venda virtual as demais 3 músicas que compõem esse novo trabalho. Todas elas são parcerias de Jullie com Bernardo Martins. Além de “Gasolina”, ela apresenta as músicas “Mais”, “Jeans”, essa com colaboração de Mariano Féo e Roberto Lopes, e o remix da faixa-título.

Jullie já tem um álbum lançado, “Hey!” (Deck / 2009) e cantou um dueto com Joe Jonas, dos Jonas Brothers, “Eu Não Mudaria Nada em Voce” ("Wouldn't Change a Thing" http://www.youtube.com/watch?v=3PaQ0YWm-QY). Com o novo EP, ela mostra uma diferente faceta, integrando a nova safra do pop nacional, com músicas com uma forte batida, perfeitas para agitarem as pistas de dança.

Mais informações: http://deckdisc.com.br/

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Matanza lança o clipe de “Mulher Diabo”





Criadores do “countrycore”, o Matanza faz um som pesado, rápido e muito mal humorado. Em mais de 10 anos de carreira a banda formada por formado por Jimmy (voz), Donida (guitarra), China (baixo) e Jonas (bateria), se estabeleceu como uma das maiores de hardcore do Brasil. O novo clipe do grupo, da música “Mulher Diabo”, já está disponível no YouTube https://www.youtube.com/watch?v=hQ1HUsrGiwA.


A faixa é do disco “Thunder Dope” (Deck / 2012) e da autoria de Donida. O vídeo, dirigido por Eduardo Kurt, é cheio de efeitos especiais. As imagens são de “mulheres diabo” rondando e literalmente acabando com a vida dos integrantes da banda.

Mais informações: http://deckdisc.com.br/

Iasa Instituto – Programa de Cultura Banco do Nordeste/BNDES






Uma apresentação inesquecível, ocorreu na última sexta-feira, 14 de junho de 2013, na sede do IASA – Instituto Amigos de Santo André [Av. Beira-Rio, 152 – Bairro Santo André – Município de Santa Cruz de Cabrália – Estado da Bahia – Nordeste do Brasil – América do Sul – fones: 55 031 (73) 9919.9378 / 9919.9483 / 3671.4048 – CEP 45808-000 – Site: http://www.iasa.org.br], uma noite que vai marcar o futuro dos jovens músicos. O maestro e músico Thomas Rohrer finalizando o workshop que ocorreu durante uma semana, fez uma audição com os alunos do Projeto Ambiente Musical. As crianças e os jovens mostraram talento e a capacidade no improviso, no exercício de serem regidos e também na regência. Foi uma experiência de música contemporânea que deixou todos embasbacados, até quem nem sabia o que era aquilo... A música tem dessas coisas, não precisa de manual para se ouvir, só deixar a sensibilidade fluir... Mais fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.472661082819039.1073741836.100002254553636&type=1” ência. Foi uma experiência de música contemporânea que deixou todos embasbacados, até quem nem sabia o que era aquilo... A música tem dessas coisas, não precisa de manual para se ouvir, só deixar a sensibilidade fluir.

Danni Distler apresenta show em defesa das crianças indígenas






O cantor e compositor Danni Distler apresenta nesta terça-feira (18), às 20h, no Teatro do Paiol, o show Ao Vivo Tupi, com músicas do CD Ativo Tupi, lançado em 2012 em prol da luta contra o infanticídio indígena.  A causa é encabeçada pela ONG Atini, que defende o fim dessa prática cultivada por algumas tribos indígenas no Brasil. Os temas de suas músicas estão relacionados às injustiças sociais e aos dilemas da sociedade brasileira.

Cantor, compositor, produtor e instrumentista, Danni Distler tem oito CDs gravados, que revelam um trabalho diversificado, com influências do rock, pop, funk e MPB.  O cantor viaja pelo Brasil fazendo apresentações em igrejas e espaços abertos, e participa de festivais religiosos no Brasil e exterior. A qualidade musical de suas canções tem conquistado o público e recebido cada vez mais espaço na mídia.

No show do Paiol, pelo programa Terça Brasileira, Danni Distler conta com o acompanhamento da cantora e percussionista Rafaella Henriques, que participa como convidada, cantora e backing vocal em alguns CDs e DVDs do segmento cristão. Também integram a banda o baterista Marcos Vinícius e o baixista Thiago David.



Serviço:

Terça Brasileira – Show do cantor e compositor Danni Distler.

Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº - Prado Velho.

Data: 18 de junho de 2013 (terça-feira), às 20h.

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Barbara Eugênia lança clipe filmado em Goiás


Após lançar o seu segundo álbum, “É O que Temos”, Barbara Eugênia lança o primeiro clipe do novo trabalho, na web. O video “Porque Brigamos foi gravado em Resfriado, cidade do interior de Goiás, em 2013 .

O videoclipe conta com personagens locais e imagens gravadas no bar, no cemitério da cidade e no ônibus que circula as ruas de Resfriado, mostrando o lado bucólico do município.

A direção é de André Gagliardo, que fez o clipe “Drop the Bombs”, lançado em 2011.

Para assistir “Porque Brigamos”:  http://www.youtube.com/watch?v=Nr5xeHMIGDQ

 
Ficha Técnica:
 
Bárbara Eugênia - Porque Brigamos

Direção: André Gagliardo
Fotografia: Adriano Zaggo e André Gagliardo
Figurino: André Phergom com peças Ferrugem Vintage
Maquiagem e cabelo: André Gagliardo
Produção: Ana Célia e Rodrigo Zaggo
Elenco:
Laryssa Oliveira
Ana Luísa Zaggo

Mayara Santos 
Luciana Lima
Ana Célia
Lucas Kubistcheck
Heider Cirino
Sebastião Zaggo
Max Araújo
Heraldo Cardoso
Jacinto Cardoso

Sinvaldo de Sena
agradecimento especial á sub-prefeitura de Ipamerí- GO, sub-prefeito Júnior Monteiro, á Polícia Militar, Osmundo (bar), Francielle Cardoso (making off) e Rabih Aidar.

5/7 ESTREIA O FINO NO SAMBA O TEATRO ITÁLIA





Musical sobre o mais brasileiro de todos

os ritmos estreia no Teatro Itália, no dia 05 de julho.










Esdras de Lúcia  Heloisa Jorge e Guilherme Silva

No espetáculo O FINO NO SAMBA três cantores da noite convidam o público para um passeio pelo melhor do mais brasileiro dos ritmos. Esse é o mote que traz à cena: Rosa do Morro, João do Pandeiro e Zé da Quebrada, vividos pelos atores Heloísa Jorge (novela Gabriela), Guilherme Silva (microserie O Canto da Sereia) e Esdras de Lúcia (musical Ary Barroso), respectivamente.



Crooners de uma casa de shows, em uma noite de estreia o trio recebe a plateia para um novo espetáculo de samba. Só que as canções desse repertório vão ganhando um contorno especial durante o espetáculo, pois desnudam as relações pessoais, e histórias de vida das personagens.



O FINO NO SAMBA foi roteirizado pelo dramaturgo Elísio Lopes Jr. com direção geral assinada pelo baiano Kleber Borges Sobrinho e com arranjos do musicista Bruno Elisabetsky e preparação vocal de Daniel Maia. As músicas serão executadas ao vivo e um corpo de baile dará o contorno às cenas, mostrando toda a elegância do samba.



No roteiro musical contamos com letristas como: Paulinho da Viola, Paulo Cesar Pinheiro, Benito de Paula, Caetano Veloso, Agepê, entre outros, todos pertencentes a elite do samba brasileiro.



Com estreia marcada para 5 de julho, às 22h, no Teatro Itália, em São Paulo, O FINO NO SAMBA conta, ainda, direção de arte de Adriana Hitomi e coreografia de Anderson Rodrigo.

Serviço:

O FINO NO SAMBA

Autor: Elísio Lopes Jr
Diretor: Kleber Borges Sobrinho

Diretor musical: Bruno Elizsabetsky

Diretor vocal: Daniel Maia

Coreografia: Anderson Rodrigo



Atores: Esdras de Lúcia, Heloisa Jorge e Guilherme Silva

Bailarinos: Michelle Tobias,  Adeilton Ribeiro e  Rafael Leal

Banda/ Músicos: Violão: Bruno Elizsabetsky
Cavaquinho: Marcelo Kurchal
Percussão:  Franklin Santos e  André Kurchal

Temporada: de 05 de julho à 25 de agosto de 2013

sextas e sábados,  às 22h e domingos, às 20h



Classificação: 14 anos

Duração: ?

278 lugares



Ingressos populares: R$ 30,00 (inteira) e R$15,00 (meia)

Bilheteria das 15h às 21 horas (de 3ª a 5ª)

e das 15h às 22h (6ª e sábados) e das 15h às 20h (domingos)

Telefone: 11- 3255.1979

Vendas antecipadas via internet: compreingressos.com

11. 2122.2474

Cartões aceitos – Todos
Cheques: Não
Venda e reserva por telefone: Não
Meia entrada para aposentados, professores da rede

estadual e estudantes (mediante documento comprobatório)



Local: Teatro Itália

www.teatroitalia.com.br

Av. Ipiranga, 344 – Centro



Ar condicionado
Acesso e banheiro para deficientes físicos
Estacionamento – serviço de valet conveniado ao Edifício Itália



Ficha técnica
Autor: Elísio Lopes Jr
Diretor: Kleber Borges Sobrinho

Diretor musical: Bruno Elizsabetsky

Diretor vocal: Daniel Maia

Coreografia: Anderson Rodrigo



Atores:

Esdras de Lúcia

Heloisa Jorge

Guilherme Silva



Bailarinos:

Michelle Tobias
  Adeilton Ribeiro
Rafael Leal

Banda/ Músicos:

Violão: Bruno Elizsabetsky
Cavaquinho: Marcelo Kurchal
Percussão:  Franklin Santos
            André Kurchal

Direção de arte e figurinista: Adriana Hitomi

Iluminação: Dahriel Souza
Operação de Luz: Cleiton de Souza
Operação de Som: Sidnei Rodrigues
Arte gráfica: Alessandro Romio

Foto: Thiago Borba

Administração Financeira: Marta Tramonti

Produção Executiva: Marcelo Nascimento e Súlivam Sena

Coordenação de produção: Erlon Bispo e Cleiton de Souza

Realização Sazarte Produções Ltda



Sobre o elenco



Heloisa Jorge

Atriz angolana, radicada no Brasil há 16 anos, natural da Lunda Norte,

província do Dundo-Chitato, Heloisa Jorge é filha de pai brasileiro e mãe

angolana. O interesse pelo fazer teatral vem do desejo de futuramente

poder ajudar jovens angolanos por meio da arte, com esse intuito, a atriz

graduou-se em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia,

atuando no cenário teatral baiano desde 2003.

No período de Janeiro a Abril de 2013, fez a direção artística do projeto

de arte educação “Malta da Paz e da Alegria”, nesta ocasião, Heloisa

Jorge é convidada a contribuir para com a profissionalização do fazer

teatral em Angola. Ainda na terra natal, a atriz foi convidada pelo

conceituado dramaturgo angolano, José Mena Abrantes, a apresentar o

monólogo “Amêsa” no ano de 2009, realizando uma turnê de 9

apresentações na capital do país.

No Brasil, Heloisa Jorge, vem realizando trabalhos no cinema, teatro e

televisão, tais como o longa metragem “Capitães da Areia” dirigido por

Cecília Amado e a minissérie “Gabriela” de Walcyr Carrasco, produzida

pela Rede Globo de Televisão. No cenário teatral baiano a atriz foi

indicada ao prêmio Braskem de teatro na categoria de melhor atriz pelo

espetáculo teatral “O Dia 14”, dirigido por Ângelo Flávio, e em 2009 é

indicada ao mesmo prêmio, na categoria melhor atriz coadjuvante pelo

espetáculo “A Farsa da Boa Preguiça”, dirigido por Harildo Déda.


Guilherme Silva

Atuou na microssérie “O Canto da Sereia”,no papel de Jorge

de Ogum, pela Globo Produções em Janeiro de 2013.

• Espetáculo: “Sonho de Uma Noite de Verão”

Direção: Márcio Meirelles

Local: Teatro Vila Velha

Data: 28 e 29 de outubro de 2008

Grupo: Bando de Teatro Olodum

• Espetáculo: “Cabaré da Raça”

Direção: Márcio Meirelles

Local: Teatro Vila Velha

Data: 11 a 26 de Março de 2011

Grupo: Bando de Teatro Olodum

• Espetáculo: “Breve”

Direção: Thiago Romero

Local: Teatro Vila Velha

Data: 03 de Agosto a 27 de Outubro de 2011

Grupo: Teatro da Queda

Ganhador do prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no FIT – Festival Ipitanga de Teatro em 2010,

com o espetáculo “Se

Acaso Você Chegasse”, sob direção de Antônio Marques.






Esdras de Lúcia

Ator, cantor, músico e compositor, formado em

gastronomia, trocou o calor das cozinhas, pelo

frio na barriga,dos palcos. Estudou canto na Casa

de Artes Operária com Frederico Silveira e Ana

Taglianetti, de 2005 a 2008.

Estreou profissionalmente em 2006 no musical

Rua 13 de maio s/n, sob direção de José Renato.

Em 2008 atuou nos musicais "AIDA'' de Elton

Jonh e Tim Rice, sob direção de Augusto Thomas

Vannucci e no documentario musical ''O Soar da

Liberdade'', produzido por Tiago Abravánel

e dirigido por Andréia Vitfer, em 2009 integrou o

elenco do espetáculo Les Rois Faignants,

com a Compagnie Transe Express, Arts de la

rue(França), sob direção de Gilles Rhode e Bighite Burdin.

Em 2010 deu voz ao macaco ''TATO''

personagem do seriado infantil ''Galera Animal'' da Rede

Globo, sob direção de Flávia Moraes,

e no mesmo ano ingressou no elenco de HAIR, de Charles

Möeller e Claudio Botelho no Rio de Janeiro e em São Paulo até abril de 2012.

Em 2013 atuou no musical Ary Barroso do principio ao fim,de Diogo Vilela.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Gang do Eletro lança clipe de “Só no Charminho”



    
Forte representante do eletromelody e com um estilo que agrega vários ritmos, como a cumbia, o carimbó e o tecno, a Gang do Eletro lançou seu primeiro álbum, homônimo, esse ano, pela Deck. O quarteto paraense, que está rodando o país com o novo show, lança hoje o clipe do novo single, “Só no Charminho” http://www.youtube.com/watch?v=0jxGPhxDPTk, dirigido por Raul Machado.


O vídeo, gravado em São Paulo, capta todo o suingue, ritmo e movimento da Gang. O grupo, formado por Waldo Squash nas bases e os vocais de Keila Gentil, William Love e Maderito, aparece em imagens fluorescentes dançando e cantando. O figurino neon feito pela estilista Sandra Machado, pensado especialmente para a performance do quarteto, destaca-se e dá um toque especial ao clipe.


Amanhã, sexta-feira (14/06), o grupo se apresenta pela primeira vez no Rio de Janeiro, fazendo o show de lançamento do álbum “Gang do Eletro” no Studio RJ (www.studiorj.org.br).

Domingo Onze e Meia mostra a nova geração do choro curitibano





O grupo Os Curitibocas no Choro é a atração da próxima edição do programa Domingo Onze e Meia, desenvolvido pela Fundação Cultural de Curitiba. O espetáculo, que acontece às 11h30 deste domingo (16), na Praça Jacob do Bandolim do Conservatório de MPB de Curitiba, leva ao palco músicos que são autênticos representantes da nova geração de chorões curitibanos. A entrada é franca.

Formado pelos instrumentistas Daniel Miranda (clarinete e sax), Lucas Melo (violão 7 cordas), Lucas Miranda (cavaquinho) e Ricardo Salmazo (pandeiro), o conjunto tem se apresentado nos principais espaços culturais da cidade, ao lado de nomes de destaque no cenário artístico paranaense e nacional.

A proposta principal do grupo é divulgar o choro e o que de melhor tem sido feito nesse gênero musical, em Curitiba e no Paraná. Os músicos traçam um panorama do choro por meio de um repertório que reúne compositores tradicionais, como Walter Scheibel, e contemporâneos, entre eles Claudio Menandro.



Serviço:

Programa Domingo Onze e Meia, com o show do grupo Os Curitibocas no Choro.

Data e horário: dia 16 de junho de 2013 (domingo), às 11h30.

Local: Praça Jacob do Bandolim do Conservatório de MPB de Curitiba (Rua Mateus Leme, 66 – Setor Histórico).

Entrada franca.

Informações: (41) 3321-2855