quarta-feira, 22 de maio de 2013

Camerata Antiqua apresenta obras de Schubert






A Camerata Antiqua de Curitiba apresenta-se na Capela Santa Maria Espaço Cultural nesta sexta-feira (24), às 20h, e no sábado (25), às 18h30, com regência e comentários de Osvaldo Colarusso. O concerto integra a temporada de apresentações 2013 da Camerata, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo.

No programa, obras do compositor austríaco Franz Schubert, como Der Goldenfahrer (O Gondoleiro), Nachthelle (Brilhos da Noite), Städchen (Serenata), Mirjam’s Siegesgesang (Canto de Vitória de Miriam), Gesang der Geister über den Wassern (Canto dos Espíritos sobre as Águas) e Missa Nº 2 em Sol maior.



Fé – Uma das marcas na curta vida de Schubert (1797-1828) foram as especulações sobre sua fé religiosa. De família católica, ele compunha obras sobre textos sacros, mas não deixava de questionar aspectos da Igreja.

Depois de adulto, mesmo depois de abraçar ideias humanistas, influenciado pela poesia de Goethe, Schubert continuou dedicando suas obras às cerimônias públicas da igreja, um caminho seguro para quem aspirasse algum prestígio profissional na Viena do século XIX.



Maestro – O regente paulista radicado no Paraná Osvaldo Colarusso nasceu em 1958. Entre 1980 e 1985, foi maestro do Coral Lírico do Teatro Municipal de São Paulo e premiado duas vezes pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).

Foi maestro da Orquestra Sinfônica do Paraná, com a qual realizou mais de 250 concertos, óperas e balés, além de gravar um disco com obras de Heitor Villa-Lobos. Desde 1980, tem atuado frente às principais orquestras do país como maestro convidado.



Informações sobre as obras:

Der Goldenfahrer – O Gondoleiro para coro masculino e piano ID 809. Texto de Johann Mayrhofer – Composto em março de 1824, O Gondoleiro descreve a lenta agitação das águas dos canais de Veneza.



Nachthelle – Brilhos da Noite – Para tenor solo, coro masculino e piano ID 892 – Uma das principais obras corais de Schubert, e ao mesmo tempo uma das composições com mais efeitos harmônicos inusitados. Escrita em setembro de 1826, utiliza um tenor solista que lidera o coro masculino.



Städchen – Serenata – para contralto solo e coro feminino e piano ID 920 – Composta em julho de 1827, é uma obra escrita sob encomenda de uma amiga do compositor, Anna Frölich. Descreve uma serenata em meio ao silêncio da noite. Ao ouvi-la, Schubert expressou sua satisfação: “Eu não imaginava que era tão linda”.



Mirjam’s Siegesgesang – Canto de Vitória de Miriam – Cantata para soprano solo, coro misto e piano ID 942 – Escrita em março de 1828, ano da morte do autor, é uma verdadeira cantata na qual é narrada a passagem bíblica da fuga dos judeus do Egito. Miriam seria a irmã de Moisés e é ela quem narra toda a aventura da travessia do mar vermelho.



Gesang der Geister über den Wassern – Canto dos Espíritos sobre as Águas para coro masculino, duas violas, dois violoncelos e contrabaixo ID 714 – Uma das obras primas de Schubert. A originalidade da instrumentação e a maravilhosa poesia de Goethe fazem dessa partitura, composta em fevereiro de 1821, um marco na história da música vocal.



Missa Nº 2 em Sol maior para solistas, coro misto e orquestra de Cordas ID 167 – Escrita em cinco dias em março de 1815, a Missa em Sol maior obedece a uma regra do imperador Joseph II, que não permitia missas com um grande efetivo instrumental. Schubert, então com 17 anos, se acomoda à regra escrevendo uma missa de grande lirismo.




Serviço:

Apresentações da Camerata Antiqua de Curitiba, com regência e comentários a cargo de Osvaldo Colarusso, dentro da temporada 2013 de concertos, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo. No programa, obras do compositor austríaco Franz Schubert. 

Datas e horários: dias 24 de maio (sexta-feira), às 20h; e 25 de maio de 2013 (sábado), às 18h30.

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)

Dupla Zezé Chagas e Simões é atração do Conservatório de MPB de Curitiba





 

O Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba recebe nesta sexta-feira (24) a dupla Zezé Chagas e Simões, para a apresentação do show “Tocando o Azul”. Com um repertório genuinamente brasileiro, o espetáculo reúne 16 canções de autoria de Simões e do cancioneiro popular, entremeadas por poemas e histórias das andanças da dupla em duas décadas de estrada. A apresentação será às 19h30, no Auditório Nhô Belarmino.

As canções são sempre inspiradas no cotidiano, recolhendo dele a poesia escondida.  São histórias do interior do Brasil, sobretudo da região da Mantiqueira, e também do litoral norte de São Paulo e do litoral paranaense. A dupla vem apresentando este show há dois anos. Os dois cantam, Simões toca violão e viola caipira, enquanto Zezé Chagas faz os efeitos de percussão.



Serviço:

Show “Tocando o azul”, com Zezé Chagas e Simões.

Local: Auditório Nhô Belarmino – Conservatório de MPB (Rua Mateus Leme, 66).

Data e horário: 24 de maio de 2013 (sexta-feira), às 19h30.

Ingressos: R$ 10

Informações: (41) 3321-3208

terça-feira, 21 de maio de 2013

O jazz de Fabio Deiverson é atração no Teatro do Paiol




       

O saxofonista e compositor curitibano Fabio Deiverson apresenta-se nesta sexta-feira (24), às 20h, no Teatro do Paiol, acompanhado dos músicos Paulinho Sabbag (piano), Emmanuel Bach (guitarra), Fernando Rivabem (bateria) e Cris Julian (baixo). O quinteto apresenta um repertório baseado em várias vertentes da música brasileira e do jazz.

Integrante de uma família de músicos, Fabio Deiverson iniciou seus estudos de harmonia e piano aos 9 anos. Aos 14 anos, demonstrou interesse pelo saxofone, estudando inicialmente sax alto, depois sax tenor, instrumento ao qual passou a se dedicar exclusivamente. Mais tarde, começou a escrever arranjos para gospel big bands, sempre buscando o estilo jazzístico em suas composições e arranjos.

Fabio foi influenciado pelos saxofonistas Peter Christlieb, Vinícius Dorin, Bob Mintzer, Seamus Blake, entre outros. Aprimorou seus conhecimentos e ganhou maturidade musical nas jam sessions em Nova York. Participou da 7ª Edição do Minde Jazz Festival, em Portugal. Apresentou-se também nos clubes de jazz Hot Club, Onda Jazz e Braço de Prata, em Lisboa.

Ao longo de sua carreira, dividiu o palco com nomes como Xande Figueiredo, Vinícius Dorin, Cuca Teixeira, Victor Zamora, Alexei Tsiganov, Waltel Branco, Saul Trumpet, Robertinho Silva, Helinho Brandão, Gebran Sabbag, Jorginho do Trumpet, Fernando Montanari, Boldrini, Jeff Lescovich e Ronaldo Saggiorato. Participou com solos em diversas gravações, entre elas “Unterwegs”, do guitarrista Oliver Pellet, e os CDs da banda curitibana Soulution Orchestra.



Serviço:

Show do saxofonista e compositor Fabio Deiverson

Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº - Prado Velho.

Data e horário: 24 de maio de 2013 (sexta-feira), às 20h.

Ingressos: R$ 20

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Tardes Musicais traz para Fundação Ema Klabin Concerto com Quarteto Villani



Chegue uma hora antes e conheça o acervo que conta com mais de 1500 obras de grandes mestres da arte mundial e o jardim projetado por Burle Marx
   
     


   
     

A Fundação Ema Klabin apresenta nesse sábado, 25 de maio, às 16h30, concerto com o  Quarteto Villani, pelo  programa Tardes Musicais - Música de Câmara . Formado com o intuito de divulgar a música erudita brasileira, o quarteto Villani apresentará  o CD “Toada”, lançado em 2012,  com obras do maestro e compositor mineiro Edmundo Villani-Côrtes.

Integram o Quarteto Villani os músicos:  Cláudio Dias (violino), Boaz de Oliveira (violoncelo), Marco André dos Santos (flauta) e Janaína Gargiulo (piano).

O Programa Tardes Musicais – música de câmara -   acontece todos os meses, no Jardim  da Fundação Ema Klabin, sempre ao 16h30, com entrada franca. O evento tem apoio cultural da  Fritz Dobbert.



Chegue uma hora antes e conheça o acervo com mais de 1500 obras

Antes da apresentação musical, o visitante pode realizar uma visita monitorada ao Museu e conferir o acervo de 1.545 obras, entre pinturas de Marc Chagall, Frans Post, talhas de Mestre Valentim, peças arqueológicas e decorativas.



Tardes Musicais – Música de Câmera

Concerto: Quarteto Villani

Data: 25/05/2013  - sábado

Horário: 16h30

Lotação: 180  | Indicação: Livre

Visitação Gratuita ao Museu a partir das 15h.

Entrada Gratuita

Local: Fundação Ema Klabin

Rua Portugal, 43 – Jardim Europa – São Paulo. 01446-020

http: //emaklabin.org.br

Brendan Benson se apresenta no Cine Joia nessa quarta-feira (22)


Brendan Benson se apresenta no Cine Joia nessa quarta-feira (22)
Cantor faz show pelo Google + ao vivo amanhã (21)





Em turnê pelo Brasil, o  cantor e compositor Brendan Benson se apresenta ao vivo pela internet nessa terça-feira (21) às 20h, no Google +/ You Tube Live, quando, além de tocar algumas faixas de seu último álbum, “What Kind of World” (Vigilante/Deck) responderá perguntas dos internautas. No dia seguinte, quarta-feira, ele faz show no Cine Joia. Durante essa passagem pelo país, Brendan já esteve no festival Bananada, em Goiânia, no domingo (19).



Brendan, que é um dos fundadores da banda The Raconteurs ao lado de Jack White, lançou um novo trabalho solo, “What Kind of World”, no ano passado. O álbum, que foi produzido por ele, mostra uma nova faceta de seu lado músico e traz composições muito intimas e pessoais.





Google +/ You Tube Live

A partir das 20h





Serviço – Brendan Benson no Cine Joia

Data: 22/05 (quarta-feira)

Local: Cine Joia (Pça Carlos Gomes, 82 – Sé – São Paulo – SP)

Horário: 20h (abertura da bilheteria)

21h (abertura da casa)

23h (horário previsto do show)

Ingressos: R$60,00 - R$ 140,00

Locais de venda:

www.facebook.com/cinejoia na aba "Compre seu Ingresso" e cinejoia.tv/ingressos

Cine Joia: Praça Carlos Gomes, 82 (segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 18h, e durante o final de semana, a bilheteria só abre em dia de show, 1h antes da abertura oficial da casa).

Flyleaf confirma único show no Brasil




A produtora Dark Dimensions confirmou a apresentação da banda norte-americana Flyleaf no Brasil. O grupo que já vendeu mais de 1,6 milhão de cópias só nos EUA, toca no próximo dia 7 de julho, no Carioca Club, em São Paulo.



A banda norte-americana Flyleaf é a mais nova atração internacional confirmada pela produtora Dark Dimensions que virá ao Brasil ainda este ano. O grupo tem apresentação confirmada para o próximo dia 7 de julho, no Carioca Club, em São Paulo.

Kristen May (vocal), Sameer Bhattacharya (guitarra), Jared Hartmann (guitarra), Pat Seals (baixo) e James Culpepper (bateria) estão promovendo mundialmente o álbum “New Horizons”. O terceiro full-length do quinteto foi produzido pelo renomado produtor Howard Benson (Bon Jovi, My Chemical Romance), em Los Angeles. Apenas nos EUA, este disco vendeu mais de 20 mil copias logo na primeira semana de lançamento e, consequentemente, alcançou a 16° posição no The Billboard 200 chart.

Formada em 2000, na cidade de Belton (TX), o Flyleaf vendeu em seus dois primeiros álbuns ("Memento Mori" e FLYLEAF) mais de 1,6 milhão de cópias nos EUA, conquistando o importante certificado de platina.

Esta é a primeira vez que a banda vem ao país. Os ingressos já estão à venda no site www.ingressosparashows.com.br e nas bilheterias do Carioca Club. As entradas custam de R$ 75,00 (pista estudante) à R$ 200,00 (camarote promocional antecipado). Mais informações no serviço abaixo.

Links relacionados:
http://www.flyleafmusic.com
https://twitter.com/flyleafmusic

Serviço SP
Dark Dimensions apresenta Flyleaf em única apresentação no Brasil
Data: 7 de julho DE 2013 – domingo
Local: Carioca Club
Endereço: Rua Cardeal Arcoverde 2899 Pinheiros/sp
Hora: 17h (open doors) | 19h30 (show)
Ponto de venda: Bilheterias do Carioca Club
Ingresso online: www.ingressosparashows.com.br
Valores:
R$ 75,00 (pista estudante) | R$ 90,00 (pista promocional) | R$ 100,00 (camarote estudante) | R$ 200,00 (camarote promocional antecipado) | R$ 150,00 (pista no dia do show)
Imprensa: (13) 9161.6267 – press@ultimatemusicpress.com
Censura: 14 anos



PROGRAMAÇÃO SEMANAL JAMES DE 22 A 25 DE MAIO







Programação

De 22 a 25 de maio.




QUARTA
22.maio
QUARTA ROCK recebe Audac (DJ set)
DJs residentes Ale Dantas, Claudinha Bukowski  e Pablo Busetti.
Convidados AUDAC.
PROMO ESPECIAL AUDAC (consulte no dia da festa).
DOUBLE DRINK* até 24h.
*Destilados nacionais.
22h/R$ 10.



QUINTA
23.maio
LA ROCK
DJs convidados Denis Pedroso (INMWT), Doubleka & Sabrina Ramos (Bennie and the Jets), Guga Azevedo & Rafael Trucker e Claudinha Bukowski.
DOUBLE DRINK* até 24h.
*Destilados nacionais.
2h/R$ 12.



SEXTA
24.maio
IN NEW MUSIC WE TRUST
DJ residente Denis Pedroso.
Convidados Ande Teixeira (SP – prazamiga.com), Joel Guglielmini (Vive La Musique), Gabriel Talamini (avoltabr.com). Warm up Mattias Matt.
SORTEIO DE VIPs e DRINKs ao longo da semana, pela fanpage da festa no Facebook.
22h/R$ 18.



SÁBADO
25.maio
POP LINE
DJs residentes Denis Pedroso, Lu Padilha e Celso Ferreira.
SORTEIO DE VIPs com participação a partir das 14h, na fanpage da festa no Facebook.
22h/R$ 18.



JAMES
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR.
INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO E RESERVAS: (41) 3222-1426.
FORMAS DE PAGAMENTO: todos os cartões de débito, Créditos Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale Refeição.

Guitarrista Vinnie Moore faz show em Santos




O renomado guitarrista Vinnie Moore (UFO, ex-Alice Cooper), se apresenta, no próximo dia 21 de maio (terça-feira), no Teatro Municipal, em Santos. Esta é a primeira turnê solo do músico pelo Brasil. O evento tem apoio da Prefeitura Municipal de Santos.

Guitarrista (à esquerda) durante show do UFO, dias atrás, no Carioca Cub, em São Paulo

Após quatro excelentes shows ao lado do lendário UFO pelo Brasil na última semana, o renomado guitarrista norte-americano Vinnie Moore ficou pelo país para dar os toques finais aos preparativos para a sua primeira turnê solo em território nacional.

Acompanhado por Aquiles Priester (bateria - Hangar), Fábio Laguna (teclado - Hangar), Bruno Ladislau (baixo - Andre Matos) e Gustavo Carmo (guitarra), Vinnie Moore sobe ao palco do Teatro Municipal, no próximo dia 21 de maio (terça-feira), em Santos. O show acontece a partir das 19h30. No repertório, grandes sucessos como “The Maze”, “Rain”, “Daydream” e “Saved By A Miracle”.

Vinnie já fez parte da banda de Alice Cooper, hoje é integrante do UFO, e ficou mundialmente conhecido em meados dos anos 80, depois de gravar um comercial para o refrigerante Pepsi. Logo em seguida, lançou seu primeiro álbum solo “Mind’s Eye” (1986), que vendeu mais de 100.000 cópias em todo o mundo.

Confira o serviço completo para apresentação em Santos abaixo

Serviço Santos
Projeto Hard ‘n Heavy apresenta Vinnie Moore
Data: 21/05/2013 (terça-feira)
Local: Teatro Municipal
End: Av. Senador Pinheiro Machado, 48
Hora: 19h30
Ingressos: R$ 40,00 (1° lote), R$ 45,00 (2° lote), R$ 50,00 (na porta)
Pontos de venda: Top Shirts (Gonzaga), Sound of Fish (Gonzaga) Reciclarte Cartuchos (Boqueirão), Nautica Tattoo (Praiamar Shopping/Litoral Plaza), Realejo Livraria (Gonaga), Gudstore (São Vicente), Estúdio 3 Acordes (Vila Mathias), Casa Simões (Santos) e Animal Records (Galeria do Rock).

Ponto de venda online: www.ticketbrasil.com.br
Informações: (13) 8128.6420

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Sebastian Bach: ingressos para show em SP à venda


Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row, recentemente anunciou única apresentação, em São Paulo. Show acontece no próximo dia 22 de setembro, no Carioca Club.



Músico durante apresentação na capital paulista no ano passado – crédito da foto: Juliana Lorencini

Depois de três apresentações bombásticas pelo Brasil no ano passado, o galã Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row e atualmente em carreira solo, volta ao país como uma das atrações do Rock in Rio e também para única performance em São Paulo. Com a produção da Dark Dimensions, o músico se apresenta na capital paulista, no próximo dia 22 de setembro, no Carioca Club.

Os ingressos para o show já estão à venda. Os fãs interessados em conferir esta performance podem garantir presença em www.ingressosparashows.com.br, nas bilheterias da casa de eventos ou na Galeria do Rock (loja Lady Snake). O valor das entradas custam R$ 90,00 (estudante/pista), R$ 110,00 (promocional antecipado/pista), R$ 220,00 (camarote promocional – últimas unidades no Carioca Club).

O frontman segue em turnê mundial do álbum "Kicking & Screaming" e divulgando o disco duplo ao vivo "ABachalypse". O repertório deve ser composto por sucessos que marcaram a sua carreira ao lado do Skid Row como as clássicas "Slave to the Grind", "Piece of Me", "18 and Life", "Monkey Business", "I Remember You", "Youth Gone Wild" e outras, além de composições novas.

Links relacionados:
http://www.sebastianbach.com
http://www.twitter.com/sebastianbach
https://www.facebook.com/sebastianbach
http://www.darkdimensions.com.br
http://theultimatepress.blogspot.com

Serviço São Paulo
Dark Dimensions orgulhosamente reapresenta Sebastian Bach
Dia: 22 de Setembro de 2013 - domingo
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899
Hora: Portas – 18h / Sebastian Bach 20:00
Ingresso online: www.ingressosparashows.com.br
Pontos de venda: loja Lady Snake (Galeria do Rock) e bilheteria do Carioca Club
Valores: R$ 90,00 (estudante/pista), R$ 110,00 (promocional antecipado/pista), R$ 220,00 (camarote promocional – últimas unidades no Carioca Club)
Classificação etária: 15 anos

Shadowside: ainda há ingressos para super show em SP





A banda brasileira Shadowside faz, no próximo dia 26 de maio, na Via Marquês, em São Paulo, apresentação especial que celebra a bem-sucedida turnê de promoção do aclamado álbum “Inner Monster Out”. Ainda há ingressos à venda.


Banda festeja show histórico no renomado Olympia, em Paris – crédito da foto: Costábile Salzano Jr

Após rodar a Europa de ponta a ponta ao lado de Helloween e Gamma Ray, a banda Shadowside está de volta ao Brasil para promover "Inner Monster Out", considerado um dos melhores discos lançados na história do heavy metal brasileiro, segundo a mais recente edição da revista Roadie Crew.

Com o prestigio de ser um dos principais nomes da música pesada no exterior, o grupo faz apresentação especial, no próximo dia 26 de maio, na Via Marquês, em São Paulo. Dani Nolden (vocal), Raphael Mattos (guitarra), Fabio Carito (baixo) e Fabio Buitvidas (bateria) estão preparando um repertório repleto de surpresas. O setlist a ser executado contará com músicas que não são tocadas há muitos anos, além de uma super produção de palco. Esta é a grande oportunidade que os fãs terão para assistir ao primeiro show completo da Shadowside na capital paulista.

O evento contará também com a participação do grupo SupreMa, que, na ocasião, fará o lançamento oficial do seu mais recente trabalho "Traumatic Scenes". Ao final do espetáculo, haverá uma mega jam reunindo os músicos das duas bandas no palco.

Os ingressos continuam à venda no site da Ticket Brasil e custam de R$ 20,00 (pista estudante – 1° lote promocional) à R$ 110,00 (1° lote – camarote + meet and drink [e-ticket + festa de confraternização a partir das 23h, com cerveja, refrigerante e água à vontade]). A realização é do Wikimetal. Mais informações em www.wikimetal.com.br.

Shadowside e SupreMa também farão show em conjunto no próximo dia 08 de junho, em Manaus (AM), durante o I Black River Metal Fest.

A Furia Music Produções continua agendando a segunda parte da tour brasileira e os contratantes interessados em levar o show da Shadowside, devem entrar em contato através do e-mail contato@furiamusic.com.br.

Links relacionados:
http://www.facebook.com/shadowsideband
http://twitter.com/shadowsideband
http://www.shadowside.ws

Serviço São Paulo
Wikimetal orgulhosamente apresenta Shadowside e SupreMa
Data: 26/05/2013
Local: Via Marquês
End: Av. Marquês de São Vicente, 1589.
Hora: a partir das 19h
Ingressos:
Pista: R$40,00 | Estudante: R$20,00 | Caravanas: R$30,00 | Camarote: R$70,00 (meet &drink)
Pontos de venda: Via Marquês (Barra Funda) | Hole (Galeria do Rock) | Shopping Oriente 500 (Brás) | Chilli Beans (Vl Leopoldina) | Metal CDs (Sto André) | Age of Dreams (S. Bernardo do Campo)
Ingresso online: https://ticketbrasil.com.br/show/shadowside-sp/

Pequenos Contemporâneos na Viradinha Cultural 2013 e muito amor!



Programação

Pequenos Contemporâneos na Viradinha Cultural

Sábado 18 de maio:
15h - Barbatuques, com o espetáculo Tum Pá
17h - Banda Mirim, com o espetáculo Rádio Show
e no domingo continua...
10h - Kleiton E Kledir e Grupo Tholl, com o espetáculo Par ou Ímpar
16h - André Abujamra, em releitura dos álbuns Arca de Noé (1980/1981), de Vinicius de Moraes
18h - Bixiga 70, Anelis Assumpção, Skowa, Alzira E., Mauricio Pereira e Andrea Bassit, em releitura da peça e álbum Os Saltimbancos (1977), de Chico Buarque.
Todas as atrações no mesmo palco Estação da Luz, que será montado na rua à frente do Parque e da Pinacoteca!


Confira também...


Palco 25 de março

18/05 - 20h
Lucas Santtana: ''O Deus que Devasta mais também Cura''

Palco Cásper Líbero São Paulo

18/05 - 00h
Vespas Mandarinas

Programação completa da Virada Cultural aqui

***

Verdura Produções Culturais
www.verduraproducoes.com

Polysom relança “Lugar Comum”, de João Donato


 

Um dos maiores músicos brasileiros, João Donato trilhou uma carreira que faz parte da história da cultura nacional. Exímio pianista, ele, que também é acordeonista, trombonista, arranjador, cantor e compositor, tem mais de 20 discos lançados. Esse ano, a coleção “Clássicos em Vinil”, da Polysom, traz de volta, em disco de 180 gramas, o seu 8º e mais consagrado álbum, “Lugar Comum” (1975), primeiro inteiramente composto e arranjado por ele.           

            
“Lugar Comum” foi o segundo álbum que ele lançou no qual as músicas tinham letras, diferentemente dos seis primeiros que eram inteiramente instrumentais. Nessas composições, ele contou com parcerias de grandes nomes da música nacional, entre eles Caetano Veloso, Guarabyra e Gilberto Gil, que assina com Donato oito das 12 faixas do disco, inclusive o hit “Bananeira”.


O álbum tem lançamento previsto para esse mês de maio.


Mais informações: http://polysom.com.br/

Barbara Eugênia lança "É O Que Temos" no Rio de Janeiro (23/05)


 Barbara Eugênia lança “É O Que Temos” dia 23 de maio no Espaço Cultural Municipal  Sergio Porto

Novo álbum da cantora é um lançamento do selo Oi Música






A cantora e compositora Barbara Eugênia traz ao Rio de Janeiro o show de lançamento do seu novo disco “É O Que Temos, no dia 23 de maio (quinta), às 21h, no Espaço Cultural Municipal Sergio Porto. O espetáculo faz parte da nova turnê da cantora carioca.



“É O Que Temos”, segundo disco de Bárbara Eugênia, marca a nova fase da cantora. No álbum, Bárbara expande o universo de suas canções para diferentes eras sonoras, tornando a Jovem Guarda, passando pelo country e inovando com o rock psicodélico sessentista. Edgard Scandurra e Clayton Martin assinam a produção do novo trabalho, que conta com onze faixas.



No show, Barbara sobe ao palco acompanhada dos músicos Davi Bernardo (guitarra), Astronauta Pinguim (piano), Jesus Sanchez (baixo) e Clayton Martin (bateria).



Serviço: 

Barbara Eugênia lança “É O Que Temos”

Data: 23/ maio/ 2013 (quinta)

Local: Espaço Cultural Municipal Sergio Porto

Endereço: Rua Humaitá, 163 – Humaitá – Rio de Janeiro

Horário: 21h

Faixa Etária: livre

Preço: R$ 20 (inteira)/ R$ 10 (meia)

Informações: 21 2266 0896


Link para apreciar o disco: http://www.rdio.com/artist/B%C3%A1rbara_Eug%C3%AAnia/album/%C3%89_o_Que_Temos/



Sobre o disco:



Bárbara Eugênia em uma nova e bela canção antiga



A gente pode não saber onde colocar o desejo, meu caro Sigmund, mas Bárbara Eugênia, neste seu segundo disco, sabe muito bem onde pôr o amor, meu senhor. Na canção romântica que não tem medo do rosto colado, de um passeio de domingo ou de uma eventual roubada no picnic – corra, Lola, corra.

Se no primeiro disco a fossa era nova, como saiu no jornal, neste é possível até – pasmem, senhores & senhoras - brincar de amar. Tem leveza, mas não se engane, o suspense continua. O amor tem sempre requintes de um certo Hitchcock.

Daí que Bárbara diz: “Bailemos”, na maresia da faixa “Coração”. Não há guarda-chuva nem vacina contra o pesadelo da dor amorosa. Daí que Bárbara, agora, parece dizer, à vera: não é por sabermos do inevitável fim que vamos soltar precocemente os cupins da discórdia e estragar logo tudo. Né? Roberto corta essa.

Bárbara vem como num mangá japonês. De trás para frente. Este disco-narrativa está para o “durante” dos acasalamentos assim como o inicial esteve para o “depois”. E não cabe a este pobre cronista resenhador dar pistas autobiográficas da moça, aliás, que moça, aquela voz meio rouca, a forma como chega no palco, suspiro, os vestidos que parecem trocar ideias com as costelas. Será que conversam sobre a atual fraqueza dos hombres?

Yes, sem pistas, arte é enigma e suspense. O que interessa é que o trabalho novo é melhor ainda. Poderíamos chutar aqui um zilhão de possíveis rótulos e pegadas: um Andrew Bird nas entrelinhas, uma trilha meio cinema safado italiano de Tinto Brass, o cheiro da chanson estilo “Les Provocateurs” (projeto do Edgar Scandurra  que a Bárbara participa), o filtro azul lisérgico etc etc etc.

Ora, é tido, havido e sabido que a moça aprecia o que fica entre os anos 1950-70 da música, sem obrigação maluca de pregar um rótulo na testa. Isso já era. Além do mais, temos “as mesmas velhas dúvidas”, sempre, a história se repete na nossa adorável lavanderia de “roupa suja” - título de uma chapante canção em parceria com o Pélico, outro cão-vadio que entende do assunto.

A tal faixa conversa, de alguma maneira, por isso a lindeza narrativa do disco, com o clássico da Jovem Guarda “Porque brigamos”, versão de Rossini Pinto, safra 1972, para a canção de Neil Diamond. Noites brancas com sujeiras a passar a limpo. Ô Diana!

Uma rápida parada técnica, maestro: os arranjos do disco lembram sopros do coração, em acentos das cordas ou dos metais propriamente ditos. Aquela coisa: Bárbara vai contando uma história e a música só na sístole e na diástole. Principalmente em “Peso dos erros”, vontade de bolero, vidas noves fora zero.

Que coisa linda, confesso a que mais gosto de todas, “Ugabuga Feelings”, ela suando dendê, assim meio me deixas louca, e o moço da cara boa à espreita, que safadeza mais gostosa, ave palavra.

Babélica Bárbara em português dos Tristes Trópicos, em inglês (“I Wonder”) que lembra a Marilyn Monroe de “Os Desajustados”, Bárbara em drama nouvelle vague (“Jusqu'a la mort”), Barbarella sem medo da chuva com Tatá Aeroplano, Bárbara simplesmente sozinha como em uma nova e bela canção antiga.

Xico Sá, SP, últimos dias do Verão, 2013

TUC tem nova edição do Projeto Ruído Sessions





TUC tem nova edição do Projeto Ruído Sessions



Neste sábado (18), das 16h às 21h, o TUC – Teatro Universitário de Curitiba abriga mais uma edição do projeto Ruído Sessions, iniciativa do Selo Ruído, que tem por objetivo mostrar os variados estilos que a música curitibana contemporânea oferece. A programação começa com o videoclipe do Trombone de Frutas, seguido pelo Grupo Fato, encerrando com Giovanni Caruso e o Escambau. Na sequência acontece o lançamento dos videoclipes no canal do Youtube (http://www.youtube.com/ruidocwb). A entrada é franca.

O projeto Ruído Sessions tem como proposta apresentar no TUC, nos sábados do mês de maio, 12 videoclipes inéditos de bandas curitibanas, gravados ao vivo no Estúdio Old Black Records, no início deste ano. Realizado por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, o projeto elaborou uma coletânea musical com diversos ritmos como o suingue, groove e rock, fazendo uma viagem pela produção musical local.



Serviço:

Projeto Ruído Sessions – apresentações de videoclipes de bandas curitibanas.

Local:

Data e horário: dia 18 de maio de 2013 (sábado), das 16h às 21h, iniciando com Trombone de Frutas, seguido pelo Grupo Fato e encerrando com Giovanni Caruso e o Escambau. Na sequência acontece o lançamento dos videoclipes no canal do Youtube (http://www.youtube.com/ruidocwb).

Entrada franca
Teatro Universitário de Curitiba – TUC (Galeria Júlio Moreira)

Vanguart faz os últimos shows da turnê “Boa Parte de Mim Vai Embora” e prepara o lançamento do novo álbum


 Vanguart encerra a turnê de “Boa Parte de Mim Vai Embora”


Finalizando seu terceiro álbum, o Vanguart anuncia as últimas datas da turnê de divulgação do elogiadíssimo disco, “Boa Parte de Mim Vai Embora” (Deck). A banda de Cuiabá passará pouco mais de um mês se apresentando no estado de São Paulo, sendo três shows na Virada Cultural Paulista e nove em diferentes cidades, escolhidas para integrar o Circuito SESC de Artes 2013.



Nas apresentações, o grupo formado por Helio Flanders (voz e violão), Reginaldo Lincoln (baixo), Luiz Lazzarotto (teclado), David Dafré (guitarra), Douglas Godoy (bateria) e Fernanda Kostchak (violino), leva o estilo folk e as letras densas que o consagrou. No repertório estarão, além das canções do último álbum, como “Mi Vida Eres Tu” e “Nessa Cidade”, sucessos do primeiro trabalho, como “Semáforo”, e algumas inéditas do disco que será lançado ainda nesse semestre.



Confira as datas abaixo:

19/maio – Virada Cultural - São Paulo - Palco 25 de março às 6h.

25/maio – Virada Cultural Paulista - Franca às 23h

26/maio – Virada Cultural Paulista - Barretos às 17h

07/Junho - Circuito Sesc de Artes - Guariba, SP

08/Junho - Circuito Sesc de Artes  - Franca, SP

09/Junho - Circuito Sesc de Artes  - Jaboticabal, SP

14/Junho - Circuito Sesc de Artes  - Ibitinga, SP

15/Junho - Circuito Sesc de Artes  - Jaú, SP

16/Junho - Circuito Sesc de Artes  - Boa Esperança, SP

21/Junho - Circuito Sesc de Artes  - Pirassununga, SP

22/Junho - Circuito Sesc de Artes  - Mococa, SP

23/Junho - Circuito Sesc de Artes  - São João da Boa Vista, SP

CJ Ramone anuncia nova turnê pelo Brasil


A CP Management informa que CJ Ramone, ex-baixista do lendário Ramones, volta ao Brasil, para uma nova série de apresentações pelo Brasil. São 11 shows pelo país.



Baixista durante show em SP no ano passado – crédito da foto: Marcello Orsi

Devido ao enorme sucesso da mais recente turnê de CJ Ramone, ex-baixista dos Ramones, pelo Brasil, a produtora CP Management confirmou o retorno do artista para uma nova série de apresentações pelo país. A turnê acontece entre 26 de junho e 7 de julho, e vai passar por 11 cidades brasileiras.

Considerado um dos artistas mais carismáticos da música mundial, o ex-integrante da histórica banda americana de punk rock recentemente emocionou os fãs brasileiros, apresentando diversas músicas clássicas dos Ramones, além das excelentes composições de seu álbum solo "Reconquista", durante os shows em Estância Velha (RS), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Goiânia (GO) e Brasília (DF).

A nova excursão de CJ Ramone pelo Brasil é a seguinte:
26 de Junho: John Bull Lagoa - Florianópolis/SC
27 de Junho: Ambiental Bar - Curitiba/PR
28 de Junho: Goiânia Arena - Tattoo Rock Festival - Goiânia/GO
29 de Junho: Tendencies  Music Bar - Palmas/TO
30 de Junho: America Rock Club - Taguatinga/DF
02 de Julho: Fênix Coffee Pub - Santos/SP
03 de Julho: Nite Club - Maringá/PR
04 de Julho: Bragança Paulista/SP (TBA)
05 de Julho: Hangar 110 - São Paulo/SP - Guest Bands: Inocentes e Garotos
06 de Julho: Barraca Biruta - Fortaleza/CE
07 de Julho: Espaço Garage Park - Betim Rock Festival - Betim/MG

Christopher Joseph Ward foi escolhido para substituir Dee Dee, o lendário baixista dos Ramones, em 1989, e ficou até o fim da banda em 1996. Com o grupo, e já usando nome de CJ Ramone, lançou os álbuns Loco Live (1991), Mondo Bizarro (1992), Acid Eaters (1994) e Adios Amigos (1995). Depois disso, o artista montou outros projetos como o Los Gusanos e Bad Chopper, e esteve outras oportunidades no Brasil para shows solo.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Cantora cearense Laya Lopes recanta GAL FATAL na VIRADA CULTURAL em São Paulo (domingo, 19, às 12h)







Sob a direção de Waly Salomão, Gal Costa estrelaria "Fatal", uma série de concertos que realizou no Teatro Tereza Raquel, no Rio de Janeiro. A turnê foi considerada pela crítica como um marco na sua carreira. O resultado destas apresentações foi compliado em um álbum duplo, que traz até ruídos e falhas do improviso. No repertório da cantora, uma miscelânea de canções que passa desde a tradição de Ismael Silva e o folclore baiano a vanguarda de Caetano Veloso e Jorge Ben. Detaques para as interpretações de "Pérola Negra" (do então novato Luiz Melodia), "Vapor Barato" (de Jards Macalé e Waly Salomão),"Como Dois e Dois" (de Caetano) e "Sua Estupidez" (de Roberto e Erasmo Carlos).

O LP foi eleito em uma lista da versão brasilieira da revista Rolling Stone como o 20º melhor disco brasileiro de todos os tempos.

Lado um

1.   "Fruta Gogóia" (tradicional do folclore baiano)

2.   "Charles Anjo 45" (Jorge Ben)

3.   "Como 2 e 2" (Caetano Veloso)

4.   "Coração Vagabundo" (Caetano Veloso)

5.   "Falsa Baiana" (Geraldo Pereira)

6.   "Antonico" (Ismael Silva)

Lado dois

1.   "Sua Estupidez" (Erasmo Carlos, Roberto Carlos)

2.   "Fruta Gogóia" (tradicional do folclore baiano)

3.   "Vapor Barato" (Jards Macalé, Waly Salomão)

Lado três

1.   "Dê um Rolê" (Luiz Galvão, Moraes Moreira)

2.   "Pérola Negra" (Luiz Melodia)

3.   "Mal Secreto" (Jards Macalé, Waly Salomão)

4.   "Como 2 e 2" (Caetano Veloso)

Lado quatro

1.   "Hotel das Estrelas" (Duda Machado, Jards Macalé)

2.   "Assum Preto" (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)

3.   "Bota a Mão nas Cadeiras" (tradicional do folclore baiano)

4.   "Maria Bethânia" (Caetano Veloso)

5.   "Chuva suor e cerveja" (Caetano Veloso)

6.   "Luz do Sol" (Carlos Pinto, Waly Salomão)





foto: Jorge Bispo

Laya Lopes é a voz que dança nas intrigantes canções da banda O Jardim das Horas, que com sua música inovadora e seus shows performáticos vem se destacando no cenário de bandas independentes brasileiro.

O som, de acordo com resenha publicada na Rolling Stone (nº42), é “delicado”, “charmosamente dançante” e “repleto de boas surpresas”. Também pudera: enquanto a melodia vocal de Laya Lopes exibe uma brasilidade inconfundível, a linha instrumental leva o ouvinte até o universo de Massive Attack e Portishead. É como se trip-hop fosse feito no Brasil no final dos anos 60, auge do movimento tropicalista.

Laya é uma cantora de formação popular, apaixonada pela música brasileira e sua universalidade. Gal Costa é uma grande musa, uma inspiração nítida no trabalho dessa cantora que pretende homenageá-la cantando seu repertório.

Reviver o frisson de ver Gal Costa cantando “a todo vapor” no show Gal Fatal não é exatamente possivel, mas a idéia é se aproximar da sensação.
Acompanhada pelo power trio Carlos Eduardo Gadelha, Felipe Maia e Guilherme Kafé, músicos da nova geração rearranjando alguns desses clássicos e com uma cantora que estuda toda a entrega da voz de Gal, do corpo, da sensualidade, o improviso. Gal Fatal é brasilidade pura com roupa de rock’n’roll!!

segunda-feira, 13 de maio de 2013

JAMES - PROGRAMAÇÃO SEMANAL DE 15 A 18 DE MAIO


PROGRAMAÇÃO DA SEMANA
De 15 a 18/5recebe Ortiz Maldonado de Maio

QUARTA 15.maio: 22h
QUARTA ROCK recebe Ortiz Maldonado
DJs residentes Ale Dantas, Claudinha Bukowski  e Pablo Busetti.
Convidado Ortiz Maldonado.
SORTEIO DE VIPs com participação a partir das 13h, na fanpage da festa no Facebook.
DOUBLE DRINK* até 24h.
*Destilados nacionais.
22h/R$ 10

QUINTA 16.maio: 22h
CAMBALACHO
DJ residentes Anaum.
Convidados Babz (Brutal Crew – RJ).
22h/R$ 15 e R$ 12 na lista amiga (válida até 00h30) enviando o nome completo com assunto LISTA até as 18hrs do dia da festa para: cambalachocwb@gmail.com.

SEXTA 17.maio: 22h
ALTA FIDELIDADE recebe Alter Disco
DJs residentes Ale Dantas e Claudinha Bukowski.
Convidados Alter Disco (De Sena e Phill Mill).
LISTA FIDELIDADE meia entrada, a partir das 13h, na fanpage da festa no Facebook.
22h/R$ 16

SÁBADO 18.maio: 22h
POP LINE
DJs residentes Denis Pedroso, Ale Dantas e Lu Padilha.
SORTEIO DE VIPs com participação a partir das 14h, na fanpage da festa no Facebook.
22h/R$ 18.

JAMES
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR. (41) 3222-1426. Formas de pagamento: Todos os cartões de débito, Créditos Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale Refeição.

Anthrax e Testament iniciam turnê pela América Latina. Show em SP é nesta quarta-feira





As famosas bandas Anthrax e Testament já começaram a rápida passagem pela América do Latina. A única apresentação dos grupos no Brasil, acontece, na próxima quarta-feira (15/05), no HSBC Brasil, em São Paulo. Ainda restam ingressos.
 
Anthrax e Testament iniciam turnê pela América Latina. Show em SP é nesta quarta-feira
Única apresentação no Brasil está praticamente sold out – foto montagem: Fernando Custódio/Portal do Inferno
 
Anthrax e Testament, dois respeitadíssimos grupos do heavy metal mundial, deram o pontapé inicial em sua mais nova passagem pela América Latina. A primeira apresentação em conjunto, aconteceu, ontem, com uma empolgante exibição no Teatro Caupolicán, em Santiago do Chile. Os próximos compromissos dos grupos ocorrem em Buenos Aries (11-12/05), São Paulo (15/05 - HSBC Brasil) e Cidade do México (17-18/05).
 
Produzida pela Rádio & TV Corsário, a única performance que Anthrax e Testament farão no Brasil promete ser sold out. A procura por ingressos é grande. Os fãs interessados em assistir a este encontro histórico na capital paulistana podem garantir presença pelo site da Ingresso Rápido e nas bilheterias da casa de espetáculo. As entradas custam de R$ 80,00 à R$ 350,00.
 
Neste momento, o Anthrax divulga o disco "Worship Music", que marcou o retorno do lendário vocalista Joey Belladonna. Já o Testament traz a turnê de "Dark Roots Of Earth", considerado um dos melhores discos lançados em 2012 pela imprensa especializada mundial. Recentemente, estes dois grandes nomes do thrash metal mundial excursionaram por diversos países da Europa e pelos EUA.

“De Janeiro a Janeiro" de Roberta Campos em dueto com Nando Reis está entre as 5 mais baixadas no iTunes










A música está na trilha da novela “Sangue Bom” (Globo) como tema dos protagonistas Amora Campana (Sophie Charlotte) e Bento (Marco Pigossi)


Com três álbuns lançados, a cantora e compositora Roberta Campos segue trilhando uma sólida carreira. A mineira já se apresentou em grande parte do país e ficou conhecida por músicas como “E Eu Fico”, “Sete Dias”, “Varrendo a Lua”, “Diário de um Dia”, entre outras. 


A romântica “De Janeiro a Janeiro”, que ela canta em dueto com Nando Reis, está na trilha da nova novela da Globo, “Sangue Bom”, como tema dos protagonistas Amora Campana (Sophie Charlotte) e Bento (Marco Pigossi). Devido ao destaque que a canção vem recebendo, ela está entre as 5 músicas mais baixadas no iTunes Brasil, já tendo ultrapassado nomes como Jason Mraz e Naldo. O clipe de “De Janeiro a Janeiro” http://www.youtube.com/watch?v=8nOEO7Hm7rg já  contabiliza quase 2,5 milhões de views no Youtube.

Completando as boas novas, a Deck traz, esse ano, uma surpresa para os fãs da Roberta Campos. A gravadora irá lançar uma edição especial do seu segundo álbum, “Varrendo a Lua”, com uma sobrecapa comemorativa e ressaltando o sucesso “De Janeiro a Janeiro”.

São Francisco pode se tornar Setor Especial de Produção Cultural




O bairro do São Francisco – região central e histórica de Curitiba, que nos
últimos anos se tornou espaço de efervescência cultural e, ao mesmo tempo,
passa por polêmicas devido à ocupação – receberá uma série de intervenções
por parte da Prefeitura de Curitiba para garantir a ocupação harmoniosa entre
moradores, comerciantes, artistas, produtores e frequentadores. Entre as
propostas está a rediscussão do zoneamento, que tornaria a região um Setor
Especial de Produção Cultural.

“Em julho formaremos uma comissão especial formada por integrantes do
poder municipal, comerciantes, moradores e artistas para debater em conjunto
mudanças no Plano Diretor da cidade, que será rediscutido a partir do próximo
ano. Assim, garantiremos a indução do desenvolvimento cultural do São
Francisco pelas próximas décadas”, disse o superintendente da Fundação
Cultural de Curitiba (FCC), Igor Cordeiro. O anúncio ocorreu durante uma
reunião da Comissão de Urbanismo e Obras Públicas da Câmara Municipal,
nesta quarta-feira (08) cuja pauta era o bairro São Francisco.

A reunião foi motivada por uma proposta de projeto de lei encaminhada à
Câmara por moradores, empresários e artistas, que também defendem a
criação de Setor Especial de Produção Cultural no bairro, mas por meio da
Lei Orgânica do Município. “O projeto encaminhado reconhece que o São
Francisco possui vocação legítima e histórica para a cultura, e que essa
vocação pode e deve ser harmonizada com o direito dos moradores”, explicou
Rodolfo Jaruga, advogado e poeta, um dos signatários do projeto. A proposta
regulamentaria horários de funcionamento dos estabelecimentos, trânsito,
criação de banheiros públicos e iluminação das ruas, por exemplo.

Para o presidente da Comissão de Urbanismo e Obras Públicas, vereador
Jonny Stica (PT), é necessário se chegar a um consenso entre moradores,
artistas e comerciantes. “No caso do São Francisco, a regularização pode
valorizar o espaço, dando vida ao bairro, evitando a bagunça e até mesmo a
violência em alguns casos”, opinou.

Ação integrada – O superintendente da FCC disse que a iniciativa é muito
bem vinda e vai de encontro com debates que já estão sendo feitos dentro
da Prefeitura. Cordeiro revelou que diversas secretarias municipais (FCC,
IPPUC, Urbanismo, Obras Públicas e Guarda Municipal) estiveram reunidas
nesta semana para discutir problemas do São Francisco e já apresentarem
algumas soluções. “É preciso regularizar o espaço para que a área não perca
sua característica cultural e de protagonismo”, lembrou.

Entre as mudanças já previstas está a criação de galerias públicas para
grafite e outras ações que previnam as pichações; um plano de melhoria
da iluminação pública com foco nos pedestres; um serviço de inteligência

coordenado por PM e Guarda Municipal para coibir crimes; e a criação de uma
feira de produtos culturais na região, que acontecerá mensalmente e terá uma
cota de barracas para os moradores.

“A cidade precisa se unir para chegar aos mesmos objetivos. É preciso coesão
de ideias e participação permanente da sociedade para que todos estejam
satisfeitos com as mudanças”, defendeu o superintende.



sábado, 4 de maio de 2013

Imaginação da terra Memória e utopia na moderna canção popular brasileira






Imaginação da terra

Memória e utopia na moderna canção popular brasileira

Heloisa Maria Murgel Starling, Bruno Viveiros Martins (Org.)



Coleção: Origem
Peso: 290 gramas
Formato: 20 x 14
2012.

242 p.


Esta publicação pretende desenvolver e ampliar as memórias das lutas pela terra no país, tal como narradas pelo campo da imaginação cultural brasileira. Os textos aqui reunidos operam com a capacidade que possui o cancioneiro popular de fundir diferentes horizontes de interpretação e de criar narrativas e alegorias destinadas a opinar sobre a questão agrária no interior da formação social brasileira. Pretende-se assim contribuir para a construção de pontos de interlocução entre as linguagens estéticas da moderna canção popular e a questão agrária, por meio da articulação entre temas como memória, utopia e imaginação.
 





LANÇAMENTO DA




 

“Eu amei tocar no Brasil e quero revê-los nos shows em breve”, diz baterista do UFO

A lendária banda UFO está prestes a desembarcar no Brasil para quatro apresentações. Os shows acontecem em Rio de Janeiro (08/05 - Teatro Rival), Goiania (09/05 – Bolshoi Pub), São Paulo (11/05 - Carioca Club) e Porto Alegre (12/05 - Teatro CIEE).

 




Leia aqui uma entrevista com o baterista Andy Parker . Neste bate-papo descontraido, o músico nos contou como se sente em retornar ao território brasileiro, as lembranças da última passagem por aqui, fez elogios à Chris Cornell e à Steve Harris e comentou sobre algumas curiosidades atuais sobre o UFO. 


O UFO foi um dos principais nomes dos anos 70, servindo de influência para diversos outros grupos como Tesla, Def Leppard e Iron Maiden, que com o passar dos anos adotou a música “Doctor, Doctor” como tema de abertura dos shows da banda.

Após três anos desde seu último show no Brasil, a banda retorna ao país para quatro apresentações sendo elas: Rio de Janeiro (08/05 - Teatro Rival), Goiania (09/05 - Bolshoi Pub), São Paulo (11/05 - Carioca Club) e Porto Alegre (12/05 - Teatro CIEE).

A The Ultimate Music entrevistou exclusivamente com o baterista Andy Parker que, super bem humorado, nos contou como se sente em retornar ao território brasileiro, as lembranças da última passagem por aqui, fez elogios à Chris Cornell e à Steve Harris e comentou sobre algumas curiosidades atuais sobre o UFO.

por Juliana Lorencini | edição Costábile Salzano Jr.

Após tantos anos de banda, o UFO se apresentou no Brasil pela primeira vez em 2010. Quais são suas recordações desta primeira visita ao país? E quais são suas expectativas em voltar a se apresentar aqui?
Andy Parker: Eu amei tocar no Brasil! As pessoas ai são realmente apaixonadas por música. Parece que elas realmente a sentem e isso nos deixou extremamente empolgados em tocar para elas. Eu espero que fãs loucos como estes compareçam sempre aos nossos shows.

Vocês lançaram no último ano “Seven Deadly”, produzido por Tommy Newton, e gravado no estúdio Area 51, em Celle, na Alemanha. Como foi o processo de gravação e composição deste novo trabalho?
Andy Parker: Escrevo músicas em casa ou em quartos de hotel ao redor do mundo. Então faço demos das músicas e as entrego para os outros caras da banda. Phil escolhe as músicas que ele gosta mais e escreve as letras. Nós as ensaiamos juntos e então vamos para o estúdio para gravá-las. Tenho um estúdio em casa e faço todas as guitarras aqui, então mando as faixas para um técnico e ele as mixa.

Em 2011, vocês tiveram 11 de seus álbuns relançados em vinil. O que vocês acham dessa crescente volta do vinil ao mercado fonográfico, uma vez que os CDs em si perdem cada dia mais espaço para o MP3?
Andy Parker: Posso estar errado, claro, mas não vejo o vinil voltando a ser grande de novo. Acho que é um pouco de tendência apenas.

Como é ter Vinnie Moore integrando a banda?
Andy Parker: É ótimo tê-lo na banda! Ele é o cara mais incrível sempre! (risos). E o mais legal do planeta!

A propósito, vocês ainda acreditam que Pete Way poderá voltar à banda algum dia? Qual baixista virá acompanhando a banda na turnê sulamericana?
Andy Parker: Eu acredito que não. Infelizmente ele não está bem de saúde. Rob De Luca estará conosco durante a turnê brasileira.

O UFO é um dos principais nomes que serviu de influência para músicos de grandes bandas ao redor do mundo. Como você vê o hard rock/ heavy metal atualmente?
Andy Parker: Parece que ainda continua forte. O Rock nunca irá morrer.

Quais bandas da atualidade se destacam para vocês?
Andy Parker: Gosto muito do Chris Cornell. Parece-me que tudo em que ele está envolvido é ótimo. Também acho que Rival Sons é uma ótima nova banda.

Steve Harris é um fã assumido do UFO, tanto que “Doctor, Doctor” se tornou a música de abertura dos shows do Iron Maiden. Como vocês vêm essa homenagem ao grupo?
Andy Parker: Para mim é totalmente incrível! Ouvi dizer que ele também está tocando “Let it Roll” na turnê com sua nova banda.

Após os shows no Brasil, o UFO se prepara para mais uma turnê pela Europa, incluindo o Sweden Rock Fest. Como estão os preparativos para esses shows?
Andy Parker: Nós não nos preparamos normalmente. Apenas nos encontramos e ensaiamos um pouco e então vamos para estrada. Tocaremos também no Download Festival, em Castle Donnington. Nosso set é sempre mais curto em festivais, então temos que fazer um setlist especial e colocar nele algumas de nossas músicas mais curtas. Esta é a única circunstância em que preparamos algo e pensamos adiante. Normalmente nós nem mesmo ensaiamos, isso porque temos feito muitos shows.

Ainda falando em turnês, quais a principais diferenças que vocês vêm entre o público brasileiro e o europeu?
Andy Parker: Existem mais garotas bonitas no Brasil e nós amamos isso! Sinto que o público brasileiro é mais aberto e mostra mais seus sentimentos. Em certos lugares na Europa, as pessoas parecem ser mais reservadas. Mas isso pode mudar de cidade para cidade, então estou apenas generalizando.

Além da turnê de promoção de “Seven Deadly”, quais os planos da banda para esse ano?
Andy Parker: Existe a possibilidade de tocarmos na Costa Oeste nos Estados Unidos no final do ano.

Muito obrigada pela entrevista e eu gostaria que vocês enviassem um recado para os fãs brasileiros do UFO.
Andy Parker: Obrigado pela entrevista, gostei muito. Mal posso esperar para ver todos vocês no Brasil. Fãs incríveis, lindas garotas e churrascarias! Quem não seria feliz assim? (risos)

Shadowside encerra bem-sucedida turnê pela Europa. Super show em SP em maio!



A banda Shadowside, um dos principais nomes do heavy metal nacional, encerrou recentemente extensa turnê pela Europa. O grupo se apresentou ao lado dos alemães do Helloween e Gamma Ray por exatamente 19 países. Além disso, eles já tem apresentação em São Paulo agendada pra o próximo dia 26 de maio, na Via Marquês.  





A banda Shadowside, reconhecida como um dos principais nomes do heavy metal brasileiro, recentemente finalizou mais uma turnê internacional. O grupo realizou uma longa série de bem-sucedidas apresentações pela Europa sendo uma das atrações da Hellish Rock tour ao lado dos renomados Helloween e Gamma Ray.

Com um repertório focado principalmente nas faixas do aclamado novo álbum “Inner Monster Out”, Dani Nolden (vocal), Raphael Mattos (guitarrista), Fabio Carito (baixo) e Fabio Buitvidas (bateria) levaram os fãs das principais casas de espetáculos do Velho Continente à loucura. Em diversas cidades como Barcelona (ESP), Atenas (GRE), Sofia (BUL), Bucareste (ROM), Budapeste (HUN), Praga (CZ), Cracóvia (POL), Helsinki (FIN), Tampere (FIN), Gotemburgo (SUE), Paris (FRA), Kaufbeuren (ALE), Bochum (ALE), Londres (UK) e Hamburgo (ALE), as apresentações foram sold out.

"Foi uma turnê exaustiva, praticamente sem dias livres, com toda a banda concentrada nos shows, vivendo apenas a música e nada mais durante quase dois meses. Porém, saímos com a sensação de ter participado de algo muito especial! Encontramos fãs antigos, que não víamos desde a turnê promocional do álbum ‘Dare to Dream’, fizemos muito fãs e novos amigos, e sem dúvida, terminamos a turnê com um sentimento de sonho realizado, que agora abre um futuro muito animador, tanto para nós quanto para o Metal do Brasil. Somos muito gratos a todos os envolvidos, ao Helloween, Gamma Ray e suas equipes e, obviamente, a todos os fãs que estiveram nos shows e gritaram conosco. Muito obrigada!", declarou Dani Nolden.

Agora, a Shadowside se prepara para uma grande exibição em São Paulo. O show acontece no próximo dia 26 de maio, na Via Marquês. Este será o primeiro show completo da banda em sete anos na capital paulista. Para este evento, os músicos prometem executar um set list repleto de surpresas, abrangendo as principais composições dos álbuns “Theatre of Shadows” e “Dare to Dream” que não são tocadas há muito tempo, além de uma super produção de palco.

Os ingressos já estão à venda no site da Ticket Brasil e custam de R$ 40,00 (pista – 1° lote promocional) à R$ 110,00 (1° lote – camarote + meet and drink [e-ticket + festa de confraternização a partir das 23h, com cerveja, refrigerante e água à vontade]). A realização é do Wikimetal. A abertura será do SupreMa. Mais informações no serviço abaixo.

A Furia Music Produções continua agendando a segunda parte da tour brasileira e os contratantes interessados em levar o show da Shadowside para sua cidade, devem entrar em contato através do e-mail contato@furiamusic.com.br.

Links relacionados:
http://www.facebook.com/shadowsideband
http://twitter.com/shadowsideband
http://www.shadowside.ws

Serviço São Paulo
Wikimetal orgulhosamente apresenta Shadowside e SupreMa
Data: 26/05/2013
Local: Via Marquês
End: Av. Marquês de São Vicente, 1589.
Hora: a partir das 19h
Preços R$ 40,00 (1° lote - pista promocional) | R$ 70,00 (1° lote - camarote) | R$ 80,00 (1° lote - pista + meet and drink) | R$ 110,00 (1° lote - Camarote + Meet and Drink)
Ingresso online: https://ticketbrasil.com.br/show/shadowside-sp/
Pontos de venda: Mutilation Records (Galeria do Rock), Chilli Beans (Vila Leopoldina), Sick'n'Silly (Jardim Paulista), Lakau Surf (Shop Guarulhos), Microcamp (Casa Verde) e pontos autorizados pela Ticket Brasil.

Orquestra À Base de Corda abre vaga para contrabaixista






A Orquestra À Base de Corda, do Conservatório de MPB de Curitiba, abre inscrições para seleção de músico bolsista para a vaga de contrabaixista. As inscrições podem ser feitas no período de 5 de maio a 21 de junho de 2013. Os candidatos de­vem pos­suir experiência com­pro­va­da na área de música popular e serão submetidos à avaliação de uma banca com­posta por profissionais de renome. Os testes acontecem no dia 25 de junho, entre 9h e 12h.

As inscrições para o teste seletivo deverão ser feitas diretamente no Conser­vatório de MPB (Rua Mateus Leme, 66), no horário das 9h às 12h e das 14h às 18h. O candidato deve apresentar fotocópia legível (frente e verso) do documento de identidade, cópia de comprovante de conta bancária, requerimento de inscrição preenchido de forma completa, correta e sem rasuras, currículo e documentos comprobatórios acondicionados em envelope lacrado, com identificação do candidato na parte externa. O requerimento de inscrição e a declaração de ciência deverão ser retirados diretamente no Conservatório.

Os teste serão realizados em três etapas: análise de currículo, prova prática e prova de leitura. Os resultados serão divulgados no dia 1º de julho. Mais informações pelo telefone: (41) 3321-2855, com Elizabete Carlos (Produção).



Serviço:

Seleção de contrabaixista para a Orquestra À Base de Corda

Período de inscrições: 5 de maio a 21 de junho de 2013

Inscrições e informações: Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba (Rua Mateus Leme, 66), das 9h às 12h e das 14h às 18h.

Telefone: (41) 3321-2855.

Domingo Onze e Meia apresenta Grupo Mundaréu





O Grupo Mundaréu é a atração do Domingo Onze e Meia, às 11h30 deste domingo (5), no Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba. O grupo, que tem 15 anos de carreira, apresenta o show “Na Balada do Tambor”, montado especialmente para comemorar a data. A entrada é franca.

Com composições próprias e de mestres da cultura popular, o show conta com a sonoridade de manifestações artísticas brasileiras, como coco, maracatu, bandas de congo, congadas, cirandas, cacuriás, bumba bois, sambas e baianás, trazendo o espírito das festas populares para o palco e para a plateia.

“Na Balada do Tambor” apresenta a mais nova formação do grupo. Agora, além do cantor e compositor Itaercio Rocha e da cantora Thayana Barbosa, o Mundaréu recebe dois outros grandes talentos: Carlinhos Ferraz, mestre de capoeira, rabequeiro, cantor, compositor e percussionista, e Roseane Santos, cantora, sambista do grupo Serenô e do bloco Garibaldis e Sacis.

O Grupo Mundaréu, criado em 1997, é formado por músicos, atores, dançarinos, bonequeiros, pesquisadores e arte-educadores comprometidos com a cultura popular brasileira. Durante esses 15 anos de existência, o Mundaréu vem desenvolvendo um trabalho importante de pesquisa e divulgação da arte do povo brasileiro, por meio da criação de espetáculos, festas populares e oficinas de arte-educação. 



Serviço:

Domingo Onze e Meia – Grupo Mundaréu

Local: Conservatório de Música Popular Brasileira – Rua Mateus Leme, 66 – Setor Histórico.

Data e horário: 5 de maio de 2013 (domingo), às 11h30.

Entrada franca.