terça-feira, 16 de abril de 2013

Saulo Duarte, Curumin, Andreia Dias e Felipe Cordeiro no Studio SP - 19/04





FESTA ODARA NO STUDIO SP BAIXO AUGUSTA




Trazendo Saulo Duarte e a Unidade e as participações especiais de Andreia Dias, Curumin e Felipe Cordeiro. Todos com trabalhos novos no mercado.



A festa temática Odara, de música brasileira, traz o show do Saulo Duarte e a Unidade. A banda, que acaba de lançar um disco (YBmusic) homônimo com produção de Carlos Eduardo Miranda, toca carimbó e guitarradas adicionando a isso o brega da música romântica brasileira dos anos 70, o suingue do violão de Jorge Ben e o pop de Paul McCartney.



A maioria das composições do disco tem assinatura de Saulo Duarte, com exceção de “Não vale a pena” (Saulo Duarte/Beto Gibbs), “Manda ela comprar um iglu” (Saulo Duarte/Klaus Sena/Beto Gibbs) e todos os arranjos são de autoria da banda.



De fora, vêm as participações especiais de Vitor Colares do Fóssil (“Onze horas” e “Não vale a pena”), João Eduardo(“Nada pra depois”, “Não vale a pena”, “Meu sonho e você”), Felipe Cazaux (“Amor e otras cositas más”), Diogo Soares do Los Porongas e Daniel Groove (“Que Massa”) que dividem também a autoria da canção e Tulipa Ruiz (“Onze Horas”).



Saulo Duarte chamou para participar de seu show na Festa Odara três artistas que também estão com trabalhos novos no mercado: Andreia Dias, Curumin e Felipe Cordeiro. É um encontro inédito e que consiste em cada artista cantar uma música do Saulo Duarte e a Unidade e outra de seu próprio trabalho.



O nome do novo trabalho de Andreia Dias é “Pelos Trópicos”, terceiro disco solo da cantora e compositora. Em 2011, Andreia gravou um álbum de forma itinerante em 10 capitais brasileiras, saindo do Rio de Janeiro seguindo para Belém e descendo até Salvador.

Durante um ano, Andreia circulou cidades do Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do Brasil e interagiu com bandas locais atuantes na cena pop das suas cidades.

Foi uma viagem de intenso escambo cultural e traçado da nova cena pop contemporânea do nosso país. Uma iniciativa inédita e muito corajosa, gravada às próprias custas e com ajuda de coletivos e amigos espalhados pelo Brasil.

Em cada cidade, Andreia foi recebida por uma banda ou por um coletivo cultural que a apresentou à cena musical local. As canções e parcerias surgiram durante a estadia de Andreia na cidade, períodos que variavam de uma semana até um mês.



Curumin, cantor e baterista paulistano, está com um novo trabalho chamado “Arrocha”. Com produção de Zé Nigro, Lucas Martins e Curumin e participações de músicos como Gui Amabis, Edy Trombone e Ricardo Hertz, o novo álbum deságua no que seria a continuidade de um processo de pesquisa e referência às antiguidades orais iniciado com “Japan Pop Show,” lançado em 2009.



Em 2003, Curumin iniciou sua carreira solo com o lançamento de seu primeiro disco “Achados e Perdidos”, que apresenta influências musicais do Soul e Funk americanos, além de Samba-Funk dos anos 70 e Hip-Hop. Em 2005, o CD foi lançado no mercado norte-americano pelo selo californiano Quannum Projects.



Em 2007, Curumin inicou a produção de seu segundo disco “JapanPopShow”, contando com a participação de artistas como Blackalicious, Tommy Guerrero, General Electric, Lucas Santtana e Turbo Trio. "JapanPopShow" foi lançado em 2008 simultaneamente no Brasil pela YB Music, nos EUA pela Quannum Projects e no Japão pela JVC / Victor Entertainment.



Como baterista, Curumin acompanhou grandes nomes da MPB, como Arnaldo Antunes (de 1999 a 2012), Crioulo (2011), Céu (2007), Vanessa da Matta (2006) e Paula Lima (de 1997 a 2002), entre outros. Ainda na década de 1990 tocou com a Banda Toca ao lado do guitarrista e produtor Gustavo Lenza, com quem veio a produzir seus dois primeiros discos.



Felipe Cordeiro é um dos principais expoentes da nova geração da sempre efervescente cena musical do Pará. Cantor, compositor e instrumentista, a sonoridade do músico é permeada por ritmos amazônicos que vão da lambada ao carimbó, da guitarrada ao atualíssimo tecnomelody, sons embalados com a ironia do brega e do pop retrô revisitados, numa confluência feliz e anárquica de referências a que o artista batiza de “pró- Kitsch”, ou Kitsch Pop Cult, trabalho que já rendeu ao paraense boa recepção de crítica e ótima repercussão na cena independente nacional.



Em 2011, o performático show Kitsch Pop Cult foi considerado pelo jornal O Estado de São Paulo como um dos melhores shows do evento catalisador da nova cena musical do país, o pernambucano Rec Beat.



Segundo crítica entusiasmada da revista Bravo! (agosto/2011) Felipe Cordeiro pode ser considerado “um dos principais renovadores da música pop brasileira”, e seu álbum, Kitsch Pop Cult, é cotado pra ser um dos mais interessantes desta década.



Andreia Dias é parceiro musical de Felipe Cordeiro, que por sua vez é parceiro musical de Saulo Duarte que é parceiro musical de Curumin. Será um encontro ao vivo inédito para o público e cheio de afinidades sonoras.



Os DJs residentes da Festa Odara, Rubens Ca e Johnny Harp, fazem o baile de carnaval com repertório tropicalista, misturando clássicos com grandes novidades da música popular brasileira.



A Festa Odara (www.facebook.com/festaodara) , do produtor Rodrigo Faria, foi eleita a 3ª melhor festa paulista de 2012, através de voto popular, segundo a enquete do Guia Folha, guia cultural do jornal Folha de S. Paulo. A festa acontece há cinco anos em São Paulo e já passou por locais lendários da cidade como Edifício Copan, Teatro Oficina, Hotel Cambridge, Studio SP, Tapas Club e Favela da Vila. No Rio, já passou pelo Circo Voador, Teatro Odisseia e Cine Lapa. É uma festa de música brasileira, sempre com banda ao vivo. Alguns artistas renomados já participaram da festa como Odair José, Karina Buhr, Arnaldo Antunes, DizMaia (PE), Marcia Castro, Brasov (RJ), Domênico Lancelotti e Pedro Sá (RJ), Letuce (RJ), Daniel Groove (CE), Exalta Rei (RJ), Samba de Rainha, Do Amor (RJ), Trupe Chá de Boldo, The Mockers, Marcela Bellas, Edy Star, Todos os Caetanos do Mundo (BH), Leo Cavalcanti, Péricles Cavalcanti, Kiko Dinucci, entre outros.



***

FESTA ODARA

19 de abril – sexta - 23h
Show: Saulo Duarte e a Unidade. Convidados: Andreia Dias, Curumin e Felipe Cordeiro.
DJs residentes da Festa Odara - DJ Rubens Ca e DJ Johnny Harp

Studio SP Baixo Augusta – Rua Augusta, 591. Centro, São Paulo - SP - Tel.: (11)3129-7040

www.studiosp.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário