quarta-feira, 24 de abril de 2013

Coro da Camerata abre temporada 2013 com programa que apresentará na Alemanha






As apresentações do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, que acontecem de sexta-feira a domingo (26 a 28), na Capela Santa Maria Espaço Cultural, proporcionam ao público momentos especiais. Na abertura da agenda anual de espetáculos, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo, o grupo executa um concerto que levará à Alemanha, no próximo mês de junho, quando representará o Brasil na Bienal de Coros, em Aachen. A maestrina cubana Maria Antonia Jimenez, que assume a direção artística e a regência do Coro na temporada 2013, elaborou ainda outro programa para evidenciar a versatilidade e o virtuosismo dos cantores.

Na sexta-feira (26), às 20h, e no domingo (28), às 18h30, o concerto “A Cantiga Brasileira – Música Coral do Brasil” – com declamação de Claudia Römmelt e concepção de dramaturgia a cargo de José Brazil – reúne obras de Heitor Villa-Lobos (1887-1959), Lindembergue Cardoso (1939-1989), Waldemar Henrique (1905-1995), Camargo Guarnieri (1907-1993), Francisco Mignone (1897-1986), Henrique de Curitiba (1934-2008), Ernani Aguiar (1950), Aylton Escobar (1953), Chico Buarque de Holanda (1944) e Ronaldo Miranda (1948).

É com essa programação que o Coro da Camerata Antiqua de Curitiba mostrará na Alemanha a excelência do trabalho que desenvolve desde a sua criação, em 1974, e que extrapolou fronteiras. A apresentação dos cantores conta com a preparação cênica do carioca José Brazil, que escolheu Curitiba para expandir sua carreira artística. Barítono da Camerata Antiqua de Curitiba, Brazil formou-se em Canto pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná – Embap, além de dedicar-se à direção cênica de óperas.

O concerto completa-se com a declamação de Claudia Römmelt, nascida em Bonn (Alemanha), mas que vive no Brasil desde 1994. Na Universidade Federal do Paraná, Claudia obteve doutorado em História e, em 2003, assumiu a gerência do Instituto Goethe em Curitiba, atuando em diferentes áreas da cultura, com ênfase em música e artes visuais.



Outro programa – No sábado (27), às 18h30, o Coro da Camerata Antiqua de Curitiba apresenta o concerto “O Sacro na Música Coral Brasileira”, com composições de Manoel Dias Oliveira (1745-1813), José Maurício Nunes Garcia (1767-1830), Heitor Villa-Lobos (1887-1959), Ronaldo Miranda (1948), Ernani Aguiar (1950), Camargo Guarnieri (1907-1993) e Aylton Escobar (1943).

O espetáculo contará com comentários da maestrina Maria Antonia Jimenez, dando continuidade à proposta da Fundação Cultural de Curitiba de introduzir breves palestras de especialistas nos concertos da Camerata Antiqua, Orquestra de Câmara e Coro da Camerata, com o objetivo de permitir ao público melhor apreciação da produção de grandes compositores.



O coro – Formado em 1974, pelo maestro Roberto de Regina, o Coro da Camerata Antiqua de Curitiba reúne cantores com sólida formação musical, sendo uma referência da música vocal, no Brasil. Destacando-se pela originalidade e leveza na interpretação da música barroca e renascentista, incorporou também a música contemporânea, o que imprimiu ao grupo a característica marcante de transitar com sucesso por um vasto e eclético repertório.

Citado pela imprensa europeia entre os dez melhores do mundo, o Coro da Camerata integrou o 18º Festival Corale Internazionale “La Fabbrica Del Canto”, realizado na Itália, em junho de 2009. Na ocasião, o coro curitibano levou quatro programas diferentes para uma série de dez concertos pela região da Lombardia, com início na cidade de Legnano e término em Milão. A participação no festival resultou do sucesso obtido pelo grupo no 8º Simpósio Mundial de Música Coral, que aconteceu em Copenhague (Dinamarca), em 2008.

Essas não foram as primeiras incursões internacionais do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba. Em 2006, o grupo realizou uma turnê pela Alemanha, acompanhado da Orquestra de Câmara de Arad (Romênia). No ano seguinte, cantou em Portugal com a Orquestra Sinfônica da Póvoa do Varzim, a convite do 29º Festival Internacional de Música do Algarve. No Brasil, já realizou concertos como convidado da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), sob a regência de Roberto Minczuk. E, neste ano de 2013, leva novamente seu talento à Europa, representando o Brasil na Bienal de Coros, em Aachen (Alemanha), que acontece de 12 a 23 de junho. 

De 2009 a 2011, o maestro Wagner Polistchuk assumiu a direção artística da Camerata Antiqua de Curitiba (coro e orquestra). Durante os anos de 2009 a 2012, o Coro teve como regente titular a maestrina Helma Haller. Para a temporada de 2013, o grupo estará sob a direção artística e regência de Maria Antonia Jimenez.



A regente – Formada em Regência Coral pelo Conservatório de São Petersburgo (Rússia), a cubana Maria Antonia Jimenez foi convidada, em 1995, pela Fundação Carlos Gomes (Belém do Pará) para ministrar aulas de canto e regência coral. No mesmo ano, fundou o Coro Carlos Gomes, com o qual obteve reconhecimento da crítica especializada e do público, no Brasil e no exterior.

Com importantes premiações, entre elas os Diplomas de Ouro e Prata no 26º Concurso Internacional de Coros Franz Schubert (Áustria – 2010), as Medalhas de Ouro e Prata nas 5ª Olimpíadas Mundiais de Coros (Áustria – 2008), a Medalha de Ouro no 9º Concurso Internacional de Coros Orlando Di Lasso (Itália – 202) e a Medalha de Bronze no 12º Concurso de Música Sacra (Grécia – 2006), também realiza pesquisas sobre a música folclórica paraense.

Maria Antonia ainda respondeu pela produção e direção musical dos CDs solos do Coro Carlos Gomes, intitulados “O Belo” (2002) e “O Cantochão dos Mercedários do Grão Pará” (2004). Em 2012, foi homenageada pela Fundação Carlos Gomes pela sua contribuição musical.



Serviço:

Apresentações do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência da maestrina Maria Antonia Jimenez, na abertura da temporada 2013 de espetáculos patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo.

Datas, horários e programas: dias 26, às 20h, e 28 de abril de 2013, às 18h30 (sexta-feira e domingo), “A Cantiga Brasileira – Música Coral do Brasil”, com declamação de Claudia Römmelt, concerto que será levado à Bienal de Coros em Aachen (Alemanha), no próximo mês de junho; dia 27 de abril de 2013 (sábado), às 18h30, “O Sacro na Música Coral Brasileira”. A apresentação conta com comentários da maestrina Maria Antonia Jimenez. 

Local: Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada).

Nenhum comentário:

Postar um comentário