quinta-feira, 28 de março de 2013

DANÇA POPULAR BRASILEIRA NA CAIXA CULTURAL CURITIBA



Toadas de Bumba-Meu-Boi, Maracatus e Cirandas fazem parte do show


A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 12 a 14 de abril, o show “Na Eira” do coletivo Ponto BR, formado por músicos contemporâneos e mestres da cultura tradicional. O repertório da apresentação traz toadas de bumba-meu-boi, pontos de tambor de mina, cocos, maracatus, cirandas e carimbós que, fundidos, resultam em hits atemporais.

O grupo, que ganhou o Prêmio da Música Brasileira 2012, como melhor grupo regional, reúne alguns dos principais guardiões da cultura tradicional do Brasil, como o cantador de Boi maranhense, Humberto de Maracanã; o mestre Walter do Maracatu, Estrela Brilhante de Recife; e Dona Zezé de Iemanjá, ekedi e caixeira do divino da Casa Fanti Ashanti, terreiro tradicional de São Luis. Se unem, ao diálogo popular, a paulistana Renata Amaral, o pernambucano Eder “O” Rocha, o maranhense Henrique Menezes e o suíço Thomas Rohrer.

A proposta é incentivar o diálogo entre vertentes e gerações dos diversos tipos de manifestação cultural, em que diferenças estéticas, temporais e sociais, são harmonizadas revelando outra via para o fazer artístico. É necessário experimentar os saberes e as sonoridades destas tradições, suas possibilidades formais, texturas vocais e instrumentais, gerando uma sonoridade única e atemporal.

“Ponto” é o nome dado aos cantos de diversos batuques, das manifestações populares, considerado arte brasileira de primeira grandeza. São melodias e ritmos, matrizes da nossa música urbana e, por terem influenciado significativamente a formação de gêneros como o samba, o forró e outros, são facilmente assimilados. Pela memória coletiva acessamos referências nas quais reconhecemos nossa identidade cultural.

Esta investigação estética está fundamentada em uma longa convivência com estas comunidades, sua cultura, seus guardiões, em pesquisas que já renderam dezenas de registros em CD e documentários destas manifestações. Toadas de Bumba-Meu-Boi, Maracatus, pontos de Tambor de Mina, Jurema, Cocos, Cirandas, Carimbós, Rojões e vários outros, fazem parte do show na eira, cujo processo de concepção é fruto de uma imersão do grupo em ensaios e encontros, registrados ao vivo, que resultaram também no CD de mesmo nome.

Oficinas:
O coletivo Ponto BR realiza ainda, na CAIXA Cultural, oficinas gratuitas de Maracatu, Caixa do Divino e Bumba-Meu-Boi, conforme a programação abaixo. As inscrições devem ser realizadas, até terça-feira (2), pelo email caixacultural08.pr@caixa.gov.br, e a seleção será por ordem de inscrição.

Maracatu com Mestre Walter França e Eder “O” Rocha: 13 de abril de 2013 (sábado), das 11h às 13h0
O maracatu é uma das manifestações remanescentes dos cortejos e coroações dos reis do Congo, sendo uma das principais expressões da tradição popular pernambucana. Realizada no ciclo carnavalesco, tem forte conotação religiosa. A oficina enfoca a música do maracatu nação, a partir do canto – loas ou toadas – e a percussão, chamada de baque. São 30 vagas.

Caixa do Divino com Mestra Zezé Menezes e Renata Amaral: 13 de abril de 2013 (sábado), das14h às 16h
A Festa do Divino Espírito Santo é um ritual de religiosidade popular, realizado em todo o Brasil. No estado do Maranhão, ela tem a particularidade de ser conduzida por mulheres tocando tambores, as Caixeiras do Divino. A oficina oferece um trabalho orgânico de musicalização por intermédio da prática do canto e da percussão. Os cânticos do Divino, transmitidos oralmente há gerações, são assimilados com facilidade, resgatando a memória coletiva, onde a percussão simples e vigorosa conduz esta prática de conjunto de fácil resultado musical. A oficina é encerrada com a tradicional dança das caixeiras. São 20 vagas.

Bumba-Meu-Boi com Mestre Humberto de Maracanã e Henrique de Menezes: 13 de abril de 2013 (sábado), das11h às13h
O boi é tema de inúmeras manifestações populares em todo o Brasil. No Maranhão, o Bumba-Meu-Boi é um fenômeno sóciocultural de enormes proporções, cujo auge do ciclo – o batismo do Boi – acontece no dia de São João. A oficina se concentra no bumba-meu-boi de matraca ou da Ilha, um dos sotaques mais conhecidos e que forma os maiores batalhões – grupos com mais de mil integrantes entre músicos e dançarinos. A oficina entrelaça o canto, a dança, e principalmente o toque dos diversos instrumentos da orquestra do bumba-meu-boi. São 30 vagas.

Serviço:
Espetáculo “Na Eira”
Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: de 12 a 14 de abril de 2013 (sexta-feira a domingo)
Hora: sexta-feira e sábado às 20h, domingo às 19h
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia - conforme legislação e correntista CAIXA)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta-feira das 12h às 20h, sábado das 16h às 20h e domingo das 16h às 19h)
Classificação etária: Livre para todos os públicos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

CAIXA CULTURAL CURITIBA APRESENTA O CANCIONEIRO DE ELOMAR



O músico Elomar Figueira Mello apresenta show sobre sua obra


A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 5 a 7 de abril, o show “Elomar: Cancioneiro”, com o cantor e compositor Elomar Figueira Mello, baseado no livro de partituras do cantor. Elomar é um artista ímpar na música popular brasileira, legítimo representante do sertão da Bahia, que carrega em suas composições as tradições características de sua terra.

A apresentação conta com a participação dos violonistas Maurício Ribeiro, Hudson Lacerda, Avelar Júnior e Kristoff Silva, profundos conhecedores do seu repertório, além da cantora Letícia Bertelli, que assinam o livro ao lado de Joao Omar (filho de Elomar) e do próprio compositor.

Todos sobem juntos ao palco, pela primeira vez em Curitiba, e apresentam um repertório que contempla sucessos do compositor e também peças gravadas em discos de carreira, que o próprio Elomar deixou de interpretar com o passar dos anos.

Livro de Partituras:
O livro “Elomar em partituras - cancioneiro” é composto por 49 partituras da obra do compositor Elomar Figueira Mello, um caderno de letras e notas de edição, além de um livro sobre o artista e sua obra, de autoria do jornalista João Paulo Cunha. As peças consideradas de caráter cancioneiro é que compõem o repertório de partituras.

Foram cerca de dois anos de intenso trabalho e dedicação, da equipe de músicos que atuou na transcrição das 49 canções, cuja dimensão da tarefa, seja pela amplitude ou pela complexidade, exigiu engenho de especialistas dedicados, dotados de grande conhecimento técnico, sensibilidade e até mesmo capacidade de invenção, para traduzir em linguagem culta uma música que, muitas vezes, vai além das convenções conhecidas, sem perder o horizonte do respeito à obra.

As canções foram transcritas pelos músicos Maurício Ribeiro, Hudson Lacerda, Avelar Júnior e Kristoff Silva, sob a direção artística e coordenação musical de Letícia Bertelli e supervisão geral a cargo do próprio Elomar. A equipe responsável pelo registro em partituras teve como ponto de partida os discos gravados pelo compositor. A forma escolhida – voz e violão – serviu de parâmetro, tanto para as canções quanto para as árias de outras composições maiores, da qual fazem parte alguns dos temas transcritos.

Serviço:
Música: Elomar Cancioneiro
Data: de 5 a 7 de abril de 2013 (sexta-feira a domingo)
Hora: sexta-feira e sábado às 20h e domingo às 19h
Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia - conforme legislação e correntista CAIXA)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta-feira das 12h às 20h, sábado das 16h às 20h e domingo das 16h às 19h)
Classificação etária: Livre para todos os públicos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

Onze:20 lança clipe de “Não Vai Voltar”





“Não Vai Voltar”, o novo single da banda Onze:20, acaba de ganhar sua versão em vídeo. Tão romântico quanto a canção, o clipe dirigido por Thiago Britto e Phill Mendonsa, se passa num ambiente que eles conhecem muito bem; a estrada. E, enquanto o vídeo retrata a saudade de um amor que partiu, não faltam cenas deles tocando em volta da fogueira.

Formado em Juíz de Fora (MG) há quarto anos, o Onze:20 traz uma leveza, expressa nas letras e no som suingado, batizado por eles de roots-rock-reggae, que casa perfeitamente com o vocal potente de Vitor Hugo.

A balada acústica “Não Vai Voltar” é mais uma prova de que Vitor Hugo (voz), Lulu Trombine (guitarra), Christopher (guitarra), Marlos Vinicius (baixo), Athos Santos (teclados) e Fabio Mendes (bateria) vieram para ficar.

Para assistir o clipe: http://www.youtube.com/watch?v=TYY7KVgLS_A

quarta-feira, 27 de março de 2013

11/4 TRIXMIX CABARET CENTRO CULTURAL RIO VERDE


TRIXMIX CABARET



dia 11 de abril

no Centro Cultural Rio Verde



O Trixmix  Cabaret reúne   consagrados artistas, nacionais e internacionais,  para apresentações autorais   onde a surpresa, o humor,  a beleza e o inusitado fazem de cada noite uma  celebração única.



O projeto entra em sua 6º temporada. A edição 2013 irá ocupar o novo teatro do Centro Cultural Rio Verde, um espaço com dependências que seguem  uma estética orgânica que permite  um formato multiuso e a  interseção das múltiplas artes, num casamento perfeito com a filosofia do TRIXMIX CABARET, que abre o seu palco para a  cena atual  de variedades e circo contemporâneo.



Atrações da noite

Alejandro Muniz - Mestre de Cerimônias



Suite - Isabela Lages (voz), Mica Farina (guitarra) e Caio Juliano (bateria)

Jesús Fornies (Espanha) - Malabares

Mariana Duarte - Gilda

Stefany di Bourbon - Whitney Houston e Edith Piaf

MixChix - Express

Solas de Vento - Cama

Virgílio Zago - Nayla e Hermann, o Mosquito

Bel Mucci e Natalia Presser - O Pássaro

DJ Kefing - Festa após o show




TRIXMIX CABARET

Serviço

Edições Mensais

Datas do primeiro semestre:

11 de Abril,

09 de Maio,

06 de Junho,

04 de Julho.



Centro Cultural Rio Verde:

Rua Belmiro Braga, 181 - Vila Madalena

Abertura da casa:  21h00

Início do show: 21h30

Duração do espetáculo: 70 minutos

Festa após o show com DJ Kefing

Promoção "Meia para Todos"

Ingressos: R$ 50,00 inteira R$ 25,00 meia

 Entrada e assentos para deficientes

Serviço de bar

Estacionamentos sugeridos:

Rua Belmiro Braga, 81 e 120 – R$ 25,00

Informações: 3774-0415

Links para conhecer o espetáculo:

http://www.trixmix.org/multimidia.php

QUARTA ROCK COMEMORA 10 ANOS DE SUCESSO COM DJS ORIGINAIS




O James nasceu em 1998, a partir da vontade de seus donos de ter um local onde pudessem se reunir e trocar ideias e, principalmente sons, vindos da cultura alternativa, com grande ênfase no rock. E a história da Quarta Rock, que teve gênese pouco tempo depois, confunde-se com a própria da casa. Por isso, a noite de hoje é especial: a famosa “QR” comemora 10 anos com a presença de todos seus DJs originais.


Em 2003, um grupo de amigos formado por Ale Dantas, Claudinha Bukowski, Claudinho Yuge, Alessandro Great, Paula Schutze, Leandro Mazzetto e Rodrigo Groo

- este último foi quem idealizou a Quarta Rock - convenceram os proprietários do James a dedicar uma despretensiosa noite no meio da semana para o gênero musical que mais ouviram em suas vidas, o rock alternativo. Foi assim que então, todas as semanas, eles passaram a se revezar na discotecagem de clássicos, hits e novidades.


O momento era o do ‘boom’ do indie rock dos anos 2000, com a pista fervendo ao som de consagrados dos anos 90 – a exemplo de Pixies, Sonic Youth, Dinosaur Jr., Weezer, Flaming Lips, entre outros – com bandas então mais recentes, como Strokes, Arctic Monkeys, Franz Ferdinand, The Killers, Hot Hot Heat, Libertines e tantas outras.


O sucesso foi imediato e o que começou como uma brincadeira aos poucos se tornou a mais disputada e tradicional noite da casa, ampliando a “cronologia sonora” para outras épocas e estilos, até mesmo fusões inesperadas com outros ritmos. Desde então, a noite foi mudando aos poucos com o James, ganhou uma pista e uma estrutura geral mais generosa e abrigou diversos nomes do cenário nacional e internacional. E, mesmo diante de tantas mudanças, manteve sua aura roqueira e alternativa.


E, nesta quarta-feira (27.03), a Quarta Rock encerra um ciclo em sua comemoração de 10 anos, já que os próximos aniversários da noite não devem ser celebrados com a reunião de todos os DJs originais. Por isso mesmo, é uma oportunidade única de recordar os melhores momentos desse período e fechar com chave de ouro uma era para o início de outra. Tudo, como de praxe nos aniversário da QR, regado a muitas jelly shots gratuitas ao longo da noite.


QUARTA ROCK ESPECIAL 10 ANOS - DJs residentes Ale Dantas, Claudinha Bukowski e Pablo Busetti. DJs Convidados: Alessandro Great, Claudinho Yuge, Leandro Mazzetto, Rodrigo Groo e Paula Schutze. SORTEIO DE VIPs com participação a partir das 13h, na fanpage da festa no Facebook.  Distribuição de jelly shots free a noite toda. Double drink de destilados nacionais até a meia-noite. Nesta quarta-feira (27.03), a partir das 22h, com entradas a DOUBLE DRINK* até 24h. Entradas a R$ 10.


JAMES
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR.
INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO E RESERVAS: (41) 3222-1426. Formas de pagamento: Todos os cartões de débito, Créditos Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale Refeição.

Jota Quest lança compilação digital no iTunes





O Jota Quest lança no iTunes, nesta terça-feira, 26 de março, sua primeira compilação digital, Mega Hits. A coletânea faz parte do projeto homônimo da Sony Music, que reúne os grandes hits de seus artistas e traz 23 faixas com os maiores sucessos da banda.
 
O repertório, selecionado pelo quinteto, traz entre suas faixas “Tempos Modernos” – pela primeira vez em um álbum –, versão da banda para a música de Lulu Santos. A composição repaginada pelo Jota Quest é o tema da abertura da atual temporada da novela Malhação, exibida pela Rede Globo. Além disso, a compilação conta com duas faixas bônus: as versões para “Quero Que Tudo Vá para o Inferno” e “Pra Frente Brasil”.
 
Jota Quest Mega Hits ilustra ainda os 15 anos de estrada em faixas como “Tudo Está Parado”, single do CD e DVD "Multishow Ao Vivo Folia & Caos", e hits consagrados como “Sempre Assim”, “Além do Horizonte”, “Dias Melhores” e “Na Moral” – que conta com a participação de Seu Jorge.
 

Mais informações: http://www.jotaquest.com.br/

Lançamento do Cd Bia Góes – Todo Mundo quer dançar Baião



SESC Pompéia – dia 28 de março – 21h30 - Choperia
Capa Bia Goesnet2
Bia Góes - Todo mundo quer dançar baião

A cantora paulistana Bia Góes é uma das promessas do canto popular brasileiro – sem contar o “berço” musical privilegiado, , tanto do lado da mãe, Silvia Goes, como do pai, Arismar do Espírito Santo, multi instrumentista, mais conhecido por ser um dos melhores contrabaixistas do Brasil.

Bia, vem se destacando na música brasileira pela versatilidade em transitar por vários estilos, da musica instrumental ao forró, passando pelo choro, bossa nova e samba.

Em seu primeiro cd solo (Selo Pôr do Som) Bia Goes apresenta ritmos como o forró, baião, coco, xote e chulas. O disco contou com a direção musical de Ricardo Valverde e participações especiais de: Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeon, Silvia Góes, Zezinho Pitoco, Heraldo do Monte, Luizinho 7 cordas, entre outros.

Contemplada pela Secretaria de Estado da Cultura com o ProAc, (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), o cd também foi premiado pelo Festival Botucanto e pelo Ano Brasil em Portugal, onde o show de lançamento foi realizado em 17 de fevereiro de 2013.

No show serão apresentados temas do paraibano Rafael de Carvalho (arrastapé e embolada), de Arismar do Espirito Santo (xote e baião) e canções de compositores paulistas que caminham também por estes gêneros.

Banda: Bia Goes - Voz / Beto Correa - Acordeon / Ricardo Valverde - Dir. Musical e Zabumba / Nego Ale – Percussão / Samba Sam - Percussão / Thiago Espirito Santo - Contrabaixo / Vinicius Gomes - Guitarra /

Participações Especiais: Trio Macaíba / Silvia Goes - Piano / Luizinho 7 Cordas – Violão 7’ / Heraldo do Monte – Guitarra

R$ 16,00 [inteira]
R$ 8,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]
R$ 4,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]

Sesc Pompéia - Rua Clélia, 93 – Pompéia – São Paulo – SP
Telefone: 11 – 3871-7700

Gang do Eletro disponibiliza primeiro álbum para streaming






A espera acabou. O primeiro álbum da Gang do Eletro já pode ser escutado na íntegra pelo Facebook. O disco foi produzido, mixado e masterizado por Waldo Squash, um dos principais responsáveis pela propagação do chamado eletromelody no Brasil e no mundo.



O CD “Gang do Eletro” é composto por 10 faixas com bases inspiradíssimas que combinam o dance europeu, a cumbia, o carimbó, o reggaetón e o tecnobrega, entre outros ritmos, numa criação musical sem limites. São destaques “Só no Charminho”, “Eletro do Robô”, “Galera da Laje” e “Velocidade do Eletro”, que já tem seu videoclipe no Youtube. O grupo contou com a participação de Felipe Cordeiro na guitarra em “Dançando no Salão”.



Com o DJ Waldo Squash responsável pelas bases, os vocais ficam por conta do trio Keila Gentil, William Love e Maderito.




Para ouvir acesse: http://www.facebook.com/gangdoeletro/app_208195102528120

Boss in Drama lança novo single "Toda Doida", com participação da rapper Karol Conká


Boss in Drama lança novo single "Toda Doida", com participação da rapper Karol Conká

O DJ se apresentará no festival Lollapalooza nessa sexta-feira (29)


O produtor curitibano Péricles Martins, aka Boss in Drama, está em pré-produção do seu segundo álbum. Hoje ele dá uma amostra do que está por vir e disponibiliza no Youtube o áudio da primeira faixa desse trabalho,“Toda Doida”(http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=lvjY7XhFUF8) , com participação da rapper Karol Conká.

Em seu novo disco, Boss in Drama atua como produtor e convidará alguns de seus artistas preferidos para darem voz às letras. “Toda Doida” foi composta por Péricles e Karol e é uma produção que mistura a batida enérgica da dance music contemporânea com o swing do reggae e da música brasileira. O áudio da música, que está no Youtube, mostra a capa feita pelo Chuck Hipolitho, inspirada na ilustração de discos de Reggae da Jamaica nos anos 70.



Um dos DJs de maior destaque do Brasil, Boss já se apresentou em grandes festivais como o Rock in Rio, Xxxperience e Eletronica. Esse ano estreia no Lollapalooza, onde apresenta no dia 29 (sexta-feira) seu animadíssimo DJ Set. Ele sobe ao palco acompanhado de duas dançarinas e tocará pela primeira vez ao vivo “Toda Doida” com a participação garantida de Karol Conká.

Para ouvir acesse: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=lvjY7XhFUF8

segunda-feira, 25 de março de 2013

Lucas Santtana lança o clipe da música “Músico”







Aclamado pela crítica nacional e internacional como um dos grandes nomes da música brasileira, o cantor e compositor Lucas Santtana acaba de divulgar o seu novo clipe, “Músico”. A faixa é parte integrante do álbum “O Deus Que Devasta Mas Também Cura”, o seu quinto disco.

Gravado durante um show de Lucas no Oi Futuro Ipanema, o videoclipe tem a direção de Emilio Domingos e produção da Osmose Filmes em parceria com a Maria Gorda Filmes.

Veja o clipe: http://www.youtube.com/watch?v=KbWRNuzXAfI

Tetine homenageia “Bandido da Luz Vermelha” em seu novo álbum “In Loveland With You”



 Tetine homenageia “Bandido da Luz Vermelha” em seu novo álbum “In Loveland With You”



Formado pela dupla de músicos/artistas Bruno Verner & Eliete Mejorado, radicados no leste de Londres, desde 2000, o Tetine vem criando uma série de trabalhos autorais em música, performance, flime/vídeo, spoken word e community street actions, atuando em contextos diversos tanto na cena musical quanto artística desde a sua criação em São Paulo em 1995.

Dia 08 de abril o Tetine lança novo álbum, “In Loveland With You”. O CD de 14 faixas, entre outras coisas, é também dedicado ao filme brasileiro “O Bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla. Em 2011 o duo fez a performance 'Tetine vs O Bandido Da Luz Vermelha', na qual tocavam enquanto o filme era exibido nas telas, criando novas sonoridades e canções para sua narrativa ao vivo.



Na ocasião, compuseram “O Bandido”, que faz parte desse trabalho. “O nosso disco, “In Loveland With You”, assim como 'O Bandido da Luz Vermelha' falam de coisas similares. Estamos falando sobre o quarto mundo, subdesenvolvimento, opinião pública, mídia, corrupção, miséria, matar ou morrer... esses temas se reiteram na narrativa do disco. Em outras palavras; 'O bandido' é o ladrão mesmo?” – comentam Bruno e Eliete.



Para ouvir “O Bandido”: https://soundcloud.com/slumdunkmusic/tetine-o-bandido-1

Lançamento do Cd Bia Góes – Todo Mundo quer dançar Baião




Lançamento do Cd Bia Góes – Todo Mundo quer dançar Baião

SESC Pompéia – dia 28 de março – 21h00 - Choperia



A cantora paulistana Bia Góes é uma das promessas do canto popular brasileiro – sem contar o “berço” musical privilegiado, , tanto do lado da mãe, Silvia Goes, como do pai, Arismar do Espírito Santo, multi instrumentista, mais conhecido por ser um dos melhores contrabaixistas do Brasil.

Bia, vem se destacando na música brasileira pela versatilidade em transitar por vários estilos, da musica instrumental ao forró, passando pelo choro, bossa nova e samba.


Em seu primeiro cd solo (Selo Pôr do Som) Bia Goes apresenta ritmos como o forró, baião, coco, xote e chulas. O disco contou com a direção musical de Ricardo Valverde e participações especiais de: Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeon, Silvia Góes, Zezinho Pitoco, Heraldo do Monte, Luizinho 7 cordas, entre outros.

Contemplada pela Secretaria de Estado da Cultura com o ProAc, (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), o cd também foi premiado pelo Festival Botucanto e pelo Ano Brasil em Portugal, onde o show de lançamento foi realizado em 17 de fevereiro de 2013.


No show serão apresentados temas do paraibano Rafael de Carvalho (arrastapé e embolada), de Arismar do Espirito Santo (xote e baião) e canções de compositores paulistas que caminham também por estes gêneros.


Banda:
Bia Goes - Voz / Beto Correa - Acordeon / Ricardo Valverde - Dir. Musical e Zabumba / Nego Ale – Percussão / Samba Sam - Percussão / Thiago Espirito Santo - Contrabaixo / Vinicius Gomes - Guitarra /



Participações

Especiais: Trio Macaíba / Silvia Goes - Piano / Luizinho 7 Cordas – Violão 7’ / Heraldo do Monte – Guitarra


R$ 16,00       [inteira]
R$ 8,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]
R$ 4,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]


Sesc Pompéia - Rua Clélia, 93 – Pompéia – São Paulo – SP

Telefone: 11 – 3871-7700

quinta-feira, 21 de março de 2013

Mundo Pensante promove noite de gafieira



Grupo João de Barro embala os fãs da boa música com repertório variado

O Mundo Pensante agita as noites paulistanas com uma noite especial de gafieira, no próximo dia 22 de março, às 23h30, como parte do projeto “Sexta Dançante”. A atração da programação é o grupo João de Barro.

Com repertório variado focado na música brasileira, o Grupo João de Barro oferece ao público os sambas de compositores e intérpretes consagrados, sobretudo aqueles que marcaram época nos shows de Elis Regina, João Bosco, Beth Carvalho e Noel Rosa. Inspirados no conceito da cultura boêmia, a banda leva os clássicos da gafieira ao palco do Mundo Pensante.



 Serviço:

Dia: 22 de março (sexta-feira)

Show: Grupo João de Barro

Local: Mundo Pensante

Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista

Horário: 23h30

Preço:   R$ 15

Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/

Censura: 18 anos

Nublu Jazz traz para o Brasil cenário do Estúdio Laborg inspirado em Nan June Paik



Robert Glasper, Roy Ayers, Calibro 35, Love Trio, Headhunters e Marcos Paiva Sexteto são as atrações do festival


Nos próximos dias 21, 22 e 23 São Paulo recebe o Nublu Jazz Festival nos SESC Belenzinho e Ribeirão Preto. O evento traz destaques do jazz contemporâneo como o ganhador do Grammy de melhor álbum de R&B Robert Glasper, a banda Headhunters e o consagrado Roy Ayers, entre outros.


O cenário, preparado especialmente para o festival, segue a mesma ideia. Transportando para a cenografia um dos conceitos que o jazz e suas vertentes propõem, de desfragmentação da música, o Estúdio Laborg criou um videowall influenciado pelo trabalho do consagrado artista coreano Nan June Paik.


Quarenta telas de TV LCD de 3 tamanhos diferentes serão “desorganizadamente” montadas no fundo e em cima do palco, envolvendo as bandas em uma espécie de túnel “desfragmentador” de imagens. As TVs cumprem um importante papel de célula rítmica visual, que acompanhará a frequência melódica e rítmica de cada música. O conteúdo apresentado explora cores, imagens ao vivo dos shows e animações gráficas. Assim, a mesma estrutura cenográfica produz resultados estéticos diversificados que representam os diferentes artistas que fazem parte da programação:

21/3 às 21h30

Roy Ayers (EUA) / Love Trio (EUA) com participações de João Parahyba e Lanny Gordon

22/3 às 21h30

Headhunters (EUA) / Calibro 35 (Itália)

23/3 às 21h30

Robert Glasper Experiment (EUA) / Marcos Paiva Sexteto (Brasil)


Sobre os artistas:

Love Trio

O festival abre com o grupo de um dos sócios-fundador do Nublu, Ilhan Ersahin. Ele toca saxofone e rhodes no inventivo Love Trio, que ainda tem Kenny Wollesen (bateria e percussão) e Jesse Murphy (baixo) na formação. Tendo como base o dub e o rocksteady, mas com influências do jazz e sonoridades turcas, o resultado dos estilos variados vem ampliando as possibilidades de composição e improvisação do trio.

Trabalhando muitas vezes com artistas convidados, o Love Trio vem ao Brasil para tocar com os renomados músicos brasileiros; o lendário guitarrista Lanny Gordin e o baterista João Parahyba, do Trio Mocotó. O Love Trio continua, desta maneira, abrindo fronteiras e estabelecendo parcerias musicais ao redor do mundo.


Roy Ayers

O vibrafonista/vocalista Roy Ayers figura entre os mais conhecidos, mais amados e respeitados artistas de jazz/R&B ainda em evidência. Na cena musical já há quatro décadas, ele é conhecido como o padrinho do neo-soul. Sua carreira começou como um premiado vibrafonista de jazz até tornar-se um popular bandleader de R&B e figura icônica ainda em alta demanda, cuja música tem sido sampleada pelos artistas que fazem os sucessos do hip-hop atual, incluindo Mary J. Blige, Erykah Badu, 50 Cent, A Tribe Called Quest, Tupac e Ice Cube. Nesse show ele se apresentará com a seguinte formação: Roy Ayers (vibrafone, teclado e vocal), Donald Nicks (baixo), Lee Pearson (bateria), Ray Gaskins (saxophone e teclado), Mark Adams (teclado) e John Pressley (vocal).

http://royayers.net


Calibro 35

Quinteto italiano formado em 2007 por adoradores de vinil e raridades musicais, que mistura elementos do rock, jazz e funk, muitas vezes fazendo trilhas para cinema ou inspirado por elas. Com mais de 3 álbuns e incontáveis singles e compilações, o Calibro 35 já rodou o mundo com seus shows suingados e potentes. O quinteto é formado por Massimo Martellotta (guitarra), Enrico Gabrielli (teclados e saxofone), Luca Cavina (baixo), Fabio Rondanini (bateria) e Tommaso Coliva (produção e regência).

http://www.calibro35.net/



Headhunters

Completamente interligado ao legendário Herbie Hancock, os Headhunters tem redefinido o funk moderno, o jazz e o world music nas décadas que se passaram desde que Hancock produziu o primeiro encantamento do grupo para seu álbum homônimo de 1973. As primeiras gravações da banda incluem “Survival of the Fittest”, que apresentou o hino funk “God Make Me Funky”, uma das canções mais sampleadas do jazz/fusion na história da música moderna. A música do Headhunters é complexa, porém é uma mistura harmoniosa de muitos estilos e gêneros, abrangendo o mundo todo, da África à Broadway. O grupo é aclamado por seus conceitos musicais pioneiros e inovadores. Em 2012 eles lançaram um novo CD (“Platinum”), dramático e estarrecedor, que abriga gêneros e gerações, à medida que primorosamente perpassa hip-hop, jazz, funk até rap e R&B.

HTTP://www.headhuntersplatinum.com/


Marcos Paiva Sexteto

Em fevereiro de 2012, Marcos Paiva lançou o CD “Meu Samba no Prato – Tributo a Edison Machado”, no qual homenageia a estética do sambajazz brasileiro dos anos 60 e 70, em particular o antológico disco do baterista Edison Machado, “Edison Machado é Samba Novo”. Muito elogiado pela imprensa, esse é a base do show que irá apresentar. Para celebrar este grande músico, Marcos Paiva compôs canções inspiradas no LP “Edison Machado é Samba Novo” e fez arranjos das músicas “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, e “Acender as Velas”, de Zé Ketti. Ele apresenta esta homenagem ao lado de seu sexteto MP6.

http://marcospaiva.com/



Robert Glasper Experiment

Ganhador do Grammy na categoria “Melhor Álbum de R&B”, pelo genial “Black Radio”, o habilidoso pianista Robert Glasper apresenta, no Nublu Festival, seu jazz muito pessoal, com influências do hip hop e do rap. Com 5 álbuns de carreira e diversas colaborações com outros artistas, como Maxhell, Q-Tip e MeShell Ndgeocello ele vai mostrar porque é considerado um dos grandes nomes da música black atual. No Brasil ele tocará com sua banda; Casey Benjamin (saxofone), Derrick Hodge (baixo) e Chris Dave (bateria).

http://robertglasper.com/

Serviço
Nublu Jazz Festival

Datas: 21, 22 e 23 de março

Local: Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000 - Belenzinho  - São Paulo

Informações: Tel. (11) 2076-9700 / www.sescsp.org.br/belenzinho

Capacidade: 500 pessoas

Proibido para menores de 18 anos

Duração: 2h

Preço: R$32 (inteira) / R$16 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) / R$8 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes)

Ingressos à venda pela rede INGRESSOSESC (unidades do Sesc) a partir de 01/03
Estacionamento para espetáculos com venda de ingressos:

R$6 (não matriculado) / R$3 (matriculado no Sesc - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo / usuário)

Hoje - Trio instrumental RdT lança o álbum “Elo” em show gratuito nesta quinta (21)




Grupo de jazz contemporâneo tem suas músicas em playlists de rádios internacionais

No dia 21 de março, às 20h, o grupo instrumental RdT apresenta as músicas do seu terceiro álbum, “Elo”, na Escola Souza Lima, nos Jardins. O show faz parte da turnê de lançamento do novo trabalho. Formado pelo guitarrista Walter Nery, pelo contrabaixista Guto Brambilla e pelo baterista Fernando Baggio, o trio jazzístico RdT traz a fusão dos conceitos rítmicos e harmônicos em suas composições. 

Em seu terceiro disco, “Elo”, o trio paulistano mescla diversos elementos, usando a linguagem do jazz contemporâneo como guia. No repertório do show, “Sarayu”, “Liv” e “Délicatesse”, composições de Fernando Baggio, “Incidental”, canção composta por Walter, e a suíte “Sky” e “Rabbit Experimente”, criações de Guto Brambilla.

O som contemporâneo do RdT viaja através das ondas do rádio e tem as faixas de seu mais recente trabalho executadas por importantes web radios internacionais, como a Blulight Gallery.

Mais informações: http://www.rdtmusic.com.br

Serviço
Show: RdT - Lançamento de "Elo"
Data: 21/03 (quinta)
Horário: 20h
Local: Escola Souza Lima
Endereço: Rua José Maria Lisboa, 745 - Jardins - São Paulo
Informações: 11 3884 9149
Entrada Franca

CASEY SPOONER (EUA) CONVOCA CURITIBANOS PARA DJ SET NO JAMES





“Sou como Superman, sou muito “nerdy” e discreto, um pouco tímido, então rasgo minhas roupas e posso voar. Mas somente quando necessário ou quando há uma emergência. Uma emergência cultural.” É assim que se define Casey Spooner, integrante do duo nova-iorquino Fisherspooner, que vem para o James apresentar seu DJ set na festa Alta Fidelidade desta sexta-feira (22.03).



“Só recentemente comecei a tocar como DJ com meu próprio nome. Não toco nada de Fisherspooner e não canto ao vivo. Só toco músicas que gosto, mais como house, tech house e techno”, conta Casey, em entrevista exclusiva para o James.  O artista visita o Brasil pela quinta vez e, enquanto monta a peça Hamlet ao lado do The Wooster Group, aproveita para fazer sua turnê em solo tupiniquim.



Uma boa oportunidade para visitar outros lugares, já que esteve somente em São Paulo em todas as oportunidades que esteve por aqui. “Vim me apresentar com o Fisherspooner no Skol Beats de 2004 e depois estive aqui em 2008 para uma apresentação na Bienal de São Paulo e também já toquei como DJ duas outras vezes. Mas somente estive em São Paulo e desta vez irei ver mais do Brasil e passar o máximo que puder por aqui.”



E o que há de Fisherspooner quando Casey se apresenta sozinho? “Fisherspooner é um mundo muito específico, que sempre foi como algo da vanguarda emergindo em meio ao entretenimento popular. É maior do que eu como indivíduo e desenvolvo certa parte neste mundo. Mas sou muito diferente desse personagem no meu cotidiano.”



“Sou um artista performático muito versátil. Faço um série de coisas diferentes. Não penso em termos de gêneros. Gravito mais entre as pessoas e as ideias. Fiz um álbum solo de rock em 2011. Fiz um remix que soou como dark techno no último álbum do R.E.M., de uma canção chamada ‘Blue’, com Patti Smith nos vocais, em 2012. E estou trabalhando novamente com Warren Fisher em novas canções do Fisherspooner”, complementa

Casey está ansioso para encontrar um lugar culturalmente tão miscigenado e uma plateia tão faminta por novidades. “Eu amo essa mistura de culturas no Brasil, é muito excitante para mim. Me faz parecer como um entediado rapaz branco dos Estados Unidos”, diverte-se. E convida para a Alta Fidelidade no James: “Mostre-me o que tem Curitiba!”


ALTA FIDELIDADE recebe CASEY SPOONER (Fischerspooner - EUA) - DJs residentes Ale Dantas e Claudinha Bukowski. DJ convidado internacional CASEY SPOONER (EUA). LISTA FIDELIDADE valendo bônus, a partir das 13h, na fanpage da festa no Facebook. Nesta sexta-feira (22.03), a partir das 22h. Entradas a R$ 20 (com bônus ou na lista) e R$ 25.


JAMES
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR.
INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO E RESERVAS: (41) 3222-1426. Formas de pagamento: Todos os cartões de débito, Créditos Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale Refeição.

Camerata Antiqua celebra o 320º aniversário de Curitiba






Os acordes da obra de Johann Sebastian Bach (1685 – 1750), executados pela Camerata Antiqua, homenageiam Curitiba no mês em que a cidade completa 320 anos. O concerto que leva ao público a Missa em Si Menor BWV 232, sob a regência do maestro mineiro Luís Otávio Santos, marca também a abertura da temporada 2013 de espetáculos do grupo curitibano, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo.

As apresentações, na Capela Santa Maria Espaço Cultural, acontecem nos dias 22 de março (sexta-feira), às 20h, e 23 de março (sábado), às 18h30. Neste ano, a Camerata acrescenta às suas performances breves palestras de especialistas, numa iniciativa para disseminar a produção de grandes compositores. O convidado para a primeira edição dessa proposta é o maestro Osvaldo Colarusso, que tem atuado frente às principais orquestras do país, acumulando a regência de mais de 500 concertos. A palestra antecede as apresentações e, no dia 22, começa às 19h15, sendo que no dia 23 tem início às 17h45. 

“A excelência do trabalho da Camerata Antiqua de Curitiba é referenciada com a série de palestras, que até o final do ano reunirá comentaristas para abordar obras de autores consagrados, abrindo ao público novas janelas para a apreciação musical”, destaca o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli.

Em 2013, a Camerata Antiqua, formada por Coro e Orquestra, mantém a tradição de executar obras monumentais nos eventos que marcam a cultura ocidental, tendo como convidados regentes nacionais e estrangeiros. Embora fiel às suas origens, dedicando-se à produção barroca, o grupo amplia o repertório, incorporando composições de autores de outras épocas, além de realizar apresentações com representantes de diferentes linguagens musicais.

Um exemplo dessa postura é o espetáculo que a Orquestra de Câmara de Curitiba – parte instrumental da Camerata – apresenta no mês de novembro, atuando junto com o Uakti. O grupo mineiro desenvolve um trabalho inédito, construindo seus próprios instrumentos a partir de materiais inusitados como vidro, metais, pedras, borracha e até água, deles tirando sons inimagináveis. Todas as composições e arranjos do programa são de autoria do Uakti, criados especialmente para orquestra de cordas.

Outra novidade na programação da Camerata Antiqua é a “Série Ritornello”, dedicada àqueles que construíram uma carreira musical erudita em Curitiba e hoje integram importantes instituições em outros países. O virtuosismo do grupo curitibano extrapola fronteiras e permite turnês como a do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, que representará o Brasil na Bienal de Coros em Aachen (Alemanha), no mês de junho.



Concerto de aniversário – “A Missa em Si Menor BWV 232, concebida numa escala monumental, é um dos picos mais altos do gênio humano. Numa entrevista que tive com Villa-Lobos, ele disse emocionado que realizou a execução dessa obra com seus professores no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, mas o fez de joelhos!”, revela nas notas do programa o maestro emérito da Camerata, Roberto de Regina.

A Missa é farta em drama e simbolismo e muito se tem discutido sobre como Bach, devoto protestante, escreveu uma missa católica. Entretanto, como lembra Roberto de Regina, “desde a Reforma, missas latinas eram normalmente escritas por músicos protestantes e o ordinário da missa era usado na Igreja Evangélica Alemã. Apenas o dogma romano era repudiado”.

O cuidado da Camerata às nuanças da interpretação da música antiga ganha a regência segura de Luís Otávio Santos, que contará, ainda, com cantores convidados para o espetáculo. Sobem ao palco nomes que são expressões da música erudita e desenvolvem carreiras internacionais: as sopranos paranaenses Marilia Vargas e Luciana Melamed, o contratenor mineiro Pedro Couri Neto, o tenor catarinense Marcos Liesenberg e o barítono austríaco Norbert Steidl.



O regente – Luís Otávio Santos é formado em violino barroco pelo Koninklijk Conservatorium Den Haag (Holanda). Nos 15 anos em que morou na Europa, o músico atuou em destacados grupos, sendo spalla e solista, desde 1992, da renomada orquestra barroca belga “La Petite Bande”, dirigida por Sigiswald Kuijken. Com a orquestra tem realizado turnês por toda Europa, China, Japão, México, Argentina, Colômbia e Chile, além de gravar dezenas de CDs e programas de televisão para as televisões belga, francesa e japonesa.

O músico ainda liderou outros conjuntos europeus, entre eles “Ricercar Consort” (direção de Philippe Pierlot), “Le Concert Français” (direção de Pierre Hantai), “Nederlandse Bachverening” (direção de Gustav Leonhardt) e “Den Haag Baroque Orchestra”. Foi professor de violino barroco na “Scuola di Musica di Fiesole”, em Florença (Itália), de 1997 a 2001, e no “Conservatoire Royal de Musique de Bruxelles”, de 1998 a 2005.

Na sua discografia solo destacam-se a integral das Sonatas de Johann Sebastian Bach, ao lado do cravista Peter-Jan Belder, para o selo holandês Brilliant; As Quatro Estações de Vivaldi com La Petite Bande, pelo selo belga Accent; e as Sonatas para violino de J. M. Leclair, para o selo alemão Ramée, gravação que recebeu o prêmio “Diapason d´Or”, a maior distinção francesa concedida a um registro fonográfico.

Luís Otávio Santos integra o conselho artístico da Camerata Antiqua de Curitiba, além de responder pela direção artística do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora (MG), que tem mais de 20 anos de história. Nesse evento é também regente da Orquestra Barroca do Festival, que já gravou nove CDs e um DVD com obras brasileiras e europeias, em registros inéditos no Brasil.

Em 2007, Luís Otávio Santos foi agraciado com o título de Comendador da Ordem do Mérito Cultural, concedido pelo Governo Federal e o Ministério da Cultura por seu envolvimento com a cultura nacional e reconhecimento à carreira internacional. Também é fundador e coordenador do Núcleo de Música Antiga da EMESP – Escola de Música do Estado de São Paulo, no qual ministra aulas de violino barroco desde 2008.



Serviço:

Aniversário de 320 anos de Curitiba

Apresentações da Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência de Luís Otávio Santos, na abertura da temporada 2013 de concertos, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo. No programa está a Missa em Si Menor BWV 232, escrita por Johann Sebastian Bach (1685 – 1750).

Datas e horários: dias 22 de março (sexta-feira) – palestra do maestro Osvaldo Colarusso às 19h15 e concerto às 20h; e 23 de março de 2013 (sábado) – palestra do maestro Osvaldo Colarusso às 17h45 e concerto às  18h30.

 Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)

CENA POP? Lançamento DVD Live In Jurunas - Gaby Amarantos


Gaby Live in Jurunas é bem mais que um show. É um retrato das origens de uma estrela que o Brasil acompanha diariamente na internet e na TV.
Em frente a própria casa, o filme registra Gaby Amarantos um ano antes do meteórico estouro nacional: é ali que ela canta para vizinhos, transeuntes, moderninhos, bêbados e crianças, em um palco com menos de 60cm de altura. No Jurunas, Gaby não é "exótica" e muito menos novidade - ela é apenas a filha de seu Conrado e de dona Elza, que cresceu entre os desfiles de quadrilha, uma escola de samba e festas de aparelhagem. Ela faz parte do lugar, é componente e, ao mesmo tempo, reflexo dessa estética tão própria da periferia do Brasil.
Você está convidado para o lançamento deste novo trabalho, resultado da parceria entre os diretores Priscilla Brasil e Vincent Moon, das produtoras Greenvision e Petites Planètes, a acontecer na Rua Nova Segunda 122, Jurunas, em 23 de abril de 2013.

Vanguart prepara novo álbum






Gravando há três semanas no recém reformado Estúdio Tambor, no Rio de Janeiro, o Vanguart prepara o 3º álbum. Com 12 composições inéditas, o conceito é muito mais ensolarado que o trabalho anterior, considerado denso por alguns. "Nunca imaginei que pudéssemos fazer um disco tão pop, no melhor sentido da palavra", afirma o vocalista Helio Flanders. As canções refletem o momento profissional e pessoal dos integrantes da banda, segundo eles, muito mais leve e feliz.


Com produção conjunta de Rafael Ramos e Vanguart, o sucessor de “Boa Parte de Mim Vai Embora” será lançado em julho pela Deck e terá a presença da violinista Fernanda Kostchak, agora integrante fixa do grupo. Se no disco anterior a banda contou com novos sons como trompete e violino, o terceiro traz ainda mais novidades como incursões de clarinete, lap steel e mandolim.

A lendária banda UFO está de volta ao Brasil para uma nova série de apresentações pelo país.

A lendária banda UFO está de volta ao Brasil para uma nova série de apresentações pelo país.



Depois de muitos rumores e especulações por toda América Latina, a lendária banda UFO está de volta ao Brasil após três anos. A produtora Main Stage SP orgulhosamente confirmou, até o momento, quatro apresentações pelo país. Os shows acontecem em Rio de Janeiro (08/05 - Teatro Rival), Goiania (09/05 – Bolshoi Pub), São Paulo (11/05 - Carioca Club) e Porto Alegre (12/05 - Teatro CIEE). Mais informações no serviço abaixo.

Considerado um dos grupos mais importantes do Rock mundial e influencia declarada de Steve Harris, baixista do Iron Maiden, os britânicos recentemente lançaram um novo single digital "Wonderland" via SPV/Steamhammer, que foi extremamente bem recebido tanto pelos fãs como pela mídia. O último full lenght "Seven Deadly" (2012) foi gravado pelo renomado produtor Tommy Newton, no estúdio Area 51, em Celle, na Alemanha.

A formação UFO atual continua a consistir dos três membros originais, Phil Mogg (vocal), Paul Raymond (guitarra, teclados) e Andy Parker (bateria), bem como o guitarrista Vinnie Moore.

Confira um super video dos músicos em Paris, em http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=bEGSFk1eevI.



Serviço São Paulo
Main Stage SP orgulhosamente apresenta UFO no Brasil
Data: 11/05/2013 - sábado
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros - (11) 3813-8598
Hora: 19h
Ingressos: Die Hard (Galeria do Rock), bilheteria do Carioca Club – (à venda a partir de 21/03)
Ingresso online: www.ticketbrasil.com.br e em todos os seus pontos credenciados (12x s/juros no CC + taxa de conveniência)
Valores promocionais do 1º lote para compras até o dia 10 de abril:
Pista - R$90,00 | Camarote - R$140,00
Valores promocionais do 2º lote:
Pista - R$100,00 | Camarote - R$150,00
Valores do 3º lote (à venda apenas no dia do show na bilheteria do Carioca Club):
Pista - R$110,00 (Estudantes e Idosos) | Inteira: R$220,00
Camarote - R$160,00 (Estudantes e Idosos) | Inteira: R$320,00
Infos: www.mainstagesp.com.br
Imprensa: press @theultimatemusic.com – (13) 9161.6267

Mad Sin em São Paulo neste domingo (24) no Inferno Club





Mad Sin comemora 25 anos de carreia no Inferno Club dia 24 de março

Neste domingo (24/03), o Inferno Club recebe a lendária banda alemã Mad Sin, em única apresentação. Os expoentes do psychobilly europeu apresentam um show especial fazendo um apanhado de seus 25 anos de carreira com direito a vários clássicos. A atual formação da banda é Koefte Deville (vocal), Valle (baixo e vocal), Matt Vüdü (guitarra), Stein aka "Dr. Solido" (guitarra), Andy Laaf (bateria) e Hellvis (backing vocal).

Os ingressos estão à venda na Galeria do Rock (Loja 255), na Barbearia 9 de Julho e na bilheteria do Inferno Club.

A banda paulista Krents abre o show.


Trailer Oficial Mad Sin 25 Years::http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=3D1YCxRPM78

Serviço

Dia: 24 de março (domingo)

Show: Mad Sin

Abertura: Krents

Local: Inferno Club

Endereço: Rua Augusta, 501 - Consolação

Horário: 18h

Preço: 1º lote R$60 / 2º lote R$70 / 3º lote R$80

Pontos de venda:

Galeria do Rock - Rua 24 de Maio, 62 - Loja 255 - Centro

Barbearia 9 de Julho - Rua Augusta, 1371 - loja 105 - Consolação

Ingresso online: www.liberationstore.net

Informações: 11 3120 4140 / www.infernoclub.com.br

Censura: 14 anos

Capacidade: 300 pessoas

A OUSADIA DE SERGE GAINSBOURG NA CAIXA CULTURAL CURITIBA



Edgard Scandurra e o grupo Les Provocateurs homenageiam o músico francês que marcou época no cenário mundial
A CAIXA Cultural Curitiba traz para a capital paranaense, no próximo sábado (30) e domingo (31), o guitarrista Edgard Scandurra, ex-Ira!, interpretando a obra do gênio da música francesa, Serge Gainsbourg, acompanhado pelo grupo Les Provocateurs. O show apresenta ao público a obra de um dos mais representativos e completos artistas, ícone da cultura francesa, autor de sucessos como “Je t'aime moi non plus”, “Rock Around the Bunker“ e “Ballade de Melody Nelson”.
Em 2008, na comemoração dos 80 anos de nascimento de Gainsbourg, Scandurra iniciou encontros com amigos para versões semiacústicas das melhores músicas do compositor francês. Os encontros aconteceram em seu bistrô, na capital paulista, Le Petit Trou  (cujo nome saiu de uma letra de Gainsbourg). O grupo era formado pela sua esposa Andréa Merkel, Arnaldo Antunes, Bárbara Eugênia, Alex Antunes, Rodrigo Carneiro, e o cantor francês Chris Hidalgo. Ao grupo foram se somando outros músicos e cantores, surgindo então o grupo Les Provocateurs. Explorando a iconografia de Gainsbourg, o VJ e produtor cultural Eduardo Beu preparou um repertório de imagens que acompanha a trajetória temporal do repertório do show.
Scandurra e seu grupo escolheram as mais representativas músicas do francês, inclusive algumas cantadas em português, em versões criadas por Arnaldo Antunes e Alex Antunes. A ideia é mostrar ao público brasileiro a riqueza musical das composições de Gainsbourg, que transitam tranquilamente entre a chanson francesa, o reggae e o rock, com muita naturalidade, sempre apontando caminhos a serem seguidos por um numero cada vez maior de artistas, que se revelam seus franco admiradores.
Nomes como Arnaldo Antunes, Marisa Orth, Wanderleya, Thiago Petit e Guilherme Arantes, já se apresentaram em participações especiais com o grupo e trouxeram a sua visão do universo gainsbourguiano, para adequar um pouco à percepção brasileira a rica verve do compositor francês. Para esta apresentação, na CAIXA Cultural Curitiba, o grupo convidou o cantor e compositor Fausto Fawcett, que também já se apresentou outras vezes com o grupo.
Serge Gainsbourg:
Artista que alavancou o pop francês por quase quatro décadas, criou lindas canções e inesquecíveis melodias, provocantes e sedutoras. Revelou muitos cantores e, principalmente, cantoras. Tem como característica um espírito provocador e ousado, misturando de maneira energética e genial o psicodelismo, o jazz e ritmos exóticos. O Les Provocateurs homenageia também suas musas intérpretes: Françoise Hardy, France Gall, Anna Karina, Jane Birkin e Brigitte Bardot.
Ficha Técnica:
Voz e Guitarra: Edgard Scandurra
Vozes Femininas: Bárbara Eugênia, Juliana R. e Andréa Merkel
Voz: Chris Hidalgo
Percussão: Michelle Abu
Bateria: Claudio Fontes
Baixo: Henrique Alves
VJ: Eduardo Beu
Convidado especial: Fausto Fawcett
Serviço:
Serge Gainsbourg por Edgard Scandurra e Les Provocateurs
Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 30 e 31 de março de 2013 (sábado e domingo)
Hora: às 19h e às 21h (duas apresentações por dia)
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntista CAIXA)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça-feira a sexta-feira das 12h às 20h, sábado das 16h às 20h e domingo das 16h às 19h)
Classificação etária: Não recomendado para menores de 16 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

terça-feira, 19 de março de 2013

Música de Câmara na Fundação Ema Klabin




Vencedor do Prêmio Carlos Gomes, Quarteto Camargo Guarnieri se apresenta dia 23 de março, com entrada franca



O Quarteto  Camargo Guarnieri abre a série Tardes Musicais da Fundação Ema Klabin que  nesse semestre irá evidenciar o universo da música de câmara.  O concerto acontece no próximo dia 23 de março (sábado), às 16h30, com entrada franca.

Formado por músicos de excelência no cenário da música erudita, o grupo  foi vencedor do prêmio Carlos Gomes em 2006 e possui um vasto repertório, tendo gravado três CDs, incluindo a obra completa para quarteto de Camargo Guarnieri pelo selo Y’Brazil.

Formado por  Elisa Fukuda, Ricardo Takahashi, Silvio Catto e Joel de Souza, o quarteto traz  no repertório obras  do compositor Tcheco, Antonín Dvořák e de Ludwig Van Beethoven.



Serviço:

Tardes Musicais – Música de Câmera 

CONCERTO : QUARTETO CAMARGO GUARNIERI

Data: 23/03/2013

Horário: 16h30

Entrada Gratuita

Lotação: 180  | Indicação: Livre

Visitação Gratuita ao Museu a partir das 15h.

Local: Fundação Ema Klabin

Rua Portugal, 43 – Jardim Europa – São Paulo. 01446-020

http: //emaklabin.org.br

Mundo Pensante - Programação de festas e shows : 22 a 28 de março


22/03 – “Sexta Dançante
Show: João de Barro
O Mundo Pensante agita as noites paulistanas com uma noite especial de gafieira, no próximo dia 22 de março, às 23h30, como parte do projeto “Sexta Dançante”. A atração da programação é o grupo João de Barro.
Com repertório variado focado na música brasileira, o Grupo João de Barro oferece ao público os sambas de compositores e intérpretes consagrados, sobretudo aqueles que marcaram época nos shows de Elis Regina, João Bosco, Beth Carvalho e Noel Rosa. Inspirados no conceito da cultura bôemia, a banda leva os clássicos da gafieira ao palco do Mundo Pensante.
 Serviço:
Dia: 22 de março (sexta-feira)
Show: Grupo João de Barro
Local: Mundo Pensante
Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista
Horário: 23h30
Preço:   R$ 20
Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/
Censura: 18 anos
Capacidade: 150 pessoas
23/03– Festa Kandonghê
A festa temática “Kandonghê” tem como principal objetivo, difundir os mais diversos ritmos africanos, através da música e da dança.
DJs: Dago Donato
        Madruga
        O Jardim Elétrico
Dança: Lenna Bahule
          
Exposição: “Pinturas e Colagens”
Artista: Thiago Verde
 Serviço:
Dia: 23 de março (sábado)
Local: Mundo Pensante
Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista
Horário: 22h
Preço:   R$ 20
Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/
Censura: 18 anos
Capacidade: 150 pessoas
28/03 – “Existe Bahia em São Paulo”
Show: Banda Aláfia
O coletivo de músicos idealizado por Eduardo Brechó, Aláfia, faz show na festa temática “Existe Bahia em São Paulo”, no Mundo Pensante. O grupo não segue estilos ou definições, mas apenas recebe influências do funk da década de 70, dos tambores que soam nos terreiros de candomblé e nas rimas dos MCs.
 Serviço:
Dia: 28 de março (quinta)
Local: Mundo Pensante
Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista
Horário: 00h
Preço:   R$ 20
Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/
Censura: 18 anos
Capacidade: 150 pessoas