quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

PARTIDEIROS, o primeiro longa-metragem sobre Partido Alto, será lançado em Curitiba, no dia 1º de março de 2013.




O que é Partido Alto? É a mesma coisa de samba de raiz? É a música da velha guarda? É pagode?
É samba enredo? É de improviso que nem rap? Que nem repente nordestino? Qual a diferença entre
samba, pagode e partido alto? Isso já não acabou? Por que fazer um filme sobre Partido Alto, hoje em
dia?
Estas e outras questões são apresentadas no longa-metragem PARTIDEIROS, produzido por Tuninho
Galante e dirigido por Luiz Guimarães de Castro, que estreia no Cine Guarani, em Curitiba, no dia 1º
de março de 2013.
O longa, estrelado pelos sensacionais Renatinho Partideiro, Marquinhos China, Serginho Procópio
e Tiago Mocotó, foi filmado a partir de uma roda de samba realizada nos jardins da produtora e
gravadora Cedro Rosa, em Ipanema, no Rio de Janeiro, em julho de 2006 e teve avant première no
Festival do Rio, em 2012.
O grande compositor Wilson Moreira tem participação especial como mestre de cerimônias, falando
um pouco sobre o gênero. O filme não é sobre a história do partido alto, ele se desenvolve a partir de
uma roda de samba, nos moldes das que aconteciam no início do século XX, na Praça XI, nas casas
das tias baianas, com muita comida, bebida e versos de improviso e passa pela vida dos protagonistas.
O samba come solto, em volta da mesa que reúne cantores e músicos, as câmeras passeiam no meio
dos músicos, os convidados interagem com os cantores, todos participam cantando os refrãos, não
existe uma divisão entre público e artistas, aliás, ali, de certa forma, todo mundo é artista. Até uma
moradora de um prédio vizinho, cuja beleza foi cantada na passagem de som, desce para o jardim e
acaba participando da roda de samba, com “seu marido ciumento”.
O ponto alto é um desafio que dura 20 minutos, que começa de maneira lírica e acaba num verdadeiro
duelo, recheado de suspense e emoção, a ponto da flautista japonesa Naomi Kumamoto, radicada no
Brasil, que fará a tradução para japonês, ter ficado assustada. “Como vai acabar isso?”, perguntou, na
primeira audiência para checar as legendas, acompanhada do atônito Kazu Ishiyama, presidente da
escola de samba Saúde, do Japão.
Alem dos sambistas-partideiros, participam do filme várias personalidades do chamado “mundo do
samba carioca”, e cantores da nova geração, que cantam no coro, como Nilze Carvalho, Ana Costa,
Mariana Baltar, Alice Vasques, Camila Costa, Didu Nogueira e Ernesto Pires.

Serviço:

PARTIDEIROS estreia em 1º de março de 2013, em Curitiba

Cinema: Cine Guarani (Fundação Cultural de Curitiba)
Endereço: Av. República Argentina, 3430
Funcionamento: de terça a domingo, sessões às 18h e 20h.
O acesso ao Cine Guarani, a partir das 19h, é pela portaria do estacionamento.
Ingressos: inteira (R$ 5, 00), meia (R$ 2,50), domingo (R$ 1, 00)
Trailer do filme (http://www.youtube.com/watch?v=eIO8AdXx04o )

Nenhum comentário:

Postar um comentário