quinta-feira, 7 de junho de 2012

Alunos de escolas municipais descobrem a música erudita


O programa “Alimentando com Música”, criado pela Camerata Antiqua de Curitiba com o objetivo de difundir entre os alunos de escolas municipais a linguagem da música erudita, tem nova edição em 2012. A Capela Santa Maria Espaço Cultural abriga o espetáculo “Alegria da Vida”, tendo como regente convidado o violinista mineiro Rodrigo Toffolo.  O repertório reúne obras do cancioneiro infantil brasileiro, assinadas por alguns dos principais compositores nacionais. As apresentações, estruturadas de forma cênica e educativa, acontecem de 11 a 15 de junho, com repetição no mês de outubro.

Os concertos didáticos, promovidos pela Fundação Cultural de Curitiba, e o Instituto Curitiba de Arte e Cultura, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação, por meio do programa Comunidade Escola, e a Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS), são um exercício de cidadania e aprendizado, envolvendo músicos, alunos de várias escolas e seus mestres. Neste ano, serão atendidos 2.200 alunos de 50 escolas municipais.

Além de possibilitar às crianças o conhecimento e o funcionamento de uma orquestra, a iniciativa pretende despertar nesses jovens estudantes a curiosidade a respeito do repertório erudito e aproximá-los desse vasto e rico universo musical.

Em “Alegria da Vida” estão composições de Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Francis Hime, Edu Lobo, Paulo Soledade, Marcos Valle, Paulo Sérgio Valle, Nelson Motta e do curitibano Marco Aurélio Koentopp, que também responde por todos os arranjos do repertório. Completam o programa duas canções da tradição oral e de autores desconhecidos, “Escravos de Jô” (folclore) e “Estrelinhas”, essa última contando com a participação especial dos alunos violinistas Jeasy Parreira de Assis e João Pedro Ruthes Kimura.
“Trabalhar como compositor e arranjador no projeto Alimentando com Música da Camerata Antiqua de Curitiba é um grande privilégio”, diz Marco Aurélio Koentopp. O músico enfatiza a função pedagógica do projeto, que é a de levar aos alunos de escolas públicas um repertório de nível poético e musical mais elaborado. “Temos a função de manter vivas a cultura brasileira e a qualidade da língua portuguesa. Dessa forma, preparamos um repertório lúdico, rico em poesia e musicalidade nacional”, destaca.
Compositor paranaense – Entre as obras que integram o “Alimentando com Música 2012” consta “O Relógio”, uma parceria de Vinícius de Moraes (1913 – 1980) com o paranaense Paulo Soledade (1919 – 1999). Nascido em Paranaguá, Paulo Gurgel Valente do Amaral Soledade esteve envolvido com a música desde a infância, embora sua primeira atividade artística tenha sido como ator. Foi compositor, produtor de shows e empresário, atuando desde 1940.
Em 1950, Soledade teve sua primeira composição gravada – a marcha "Zum-zum", com Fernando Lobo – lançada por Dalva de Oliveira pela Odeon, que foi o grande sucesso do carnaval do ano seguinte. Desenvolveu uma produtiva parceria com Vinícius de Moraes, compondo com ele as músicas "O Pato" e "O Relógio”, que integraram o LP "A Arca de Noé" (1980), e, no ano seguinte, "O Peru", "O Pinguim" e "A Formiga", gravadas no disco "A arca de Noé - volume 2".

 Convidados – Na edição 2012 do “Alimentando com Música”, a Camerata Antiqua de Curitiba tem como regente convidado o violinista Rodrigo Toffolo. Nascido em Ouro Preto (MG), o músico é formado em violino pela Universidade Federal de Minas Gerais e mestre em Musicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Integrante do grupo de câmara Bateia, com pesquisa e interpretação de música brasileira, Toffolo fundou a Orquestra Experimental UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto, da qual é regente e coordenador artístico. Aluno de regência de Ernani Aguiar, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, o músico tem participações em vários festivais brasileiros e dedica-se à música histórica de Minas Gerais.

A direção cênica do espetáculo “Alegria da Vida” está a cargo da artista plástica curitibana Jacqueline Daher, que há 30 anos atua em todo o Brasil como diretora de arte na criação de ambientes cenográficos.

Fundadora da Cia. das Índias de Teatro, junto com Raul Cruz, Jacqueline iniciou a vivência em teatro em 1983, com uma proposta de pesquisa experimental. A partir de 1994, passou a conceber e dirigir espetáculos para grupos instrumentais e cantores de música brasileira, entre eles Kátia Drummond, Eliane Keller, Grupo Fato, Sandra Ávila, Rogéria Holtz, Edith de Camargo, Michelle Pucci, Vocal Brasileirão e Coro da Camerata Antiqua de Curitiba.

O elenco de convidados do espetáculo “Alegria da Vida” inclui também a bailarina Marina Prado, o “clown” Matias Donoso e a instrumentista Grace Torres, que respondem por performances especialmente criadas para a ocasião. A iluminação é de Nádia Luciani e os figurinos foram criados por Heroína-Alexandre Linhares, sendo que a gravação em áudio é um trabalho de Ulisses Galetto.



Serviço:

Alimentando com Música – concertos dirigidos a crianças da rede municipal de ensino

Espetáculo “Alegria da Vida”

Datas e horários: dias 11, 13 e 15 de junho de 2012 (segunda, quarta e sexta), às 14h30 e às 15h30; dias 12 e 14 de junho de 2012 (terça e quinta), às 9h30 e às 10h30. No mês de outubro de 2012, os concertos acontecem nos dias 2 e 4, às 14h30 e às 15h30, e nos dias 3 e 5, às 9h30 e às 10h30.

Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)



Programa

Abertura – Marco Aurélio Koentopp (1968)

“A história de uma gata” – Chico Buarque de Holanda (1944)

“O Ar (O Vento)” – Vinícius de Moraes (1913 – 1980) / Toquinho (1946)

“Passaredo” – Chico Buarque de Holanda (1944) / Francis Hime (1939)

“A Casa” – Vinícius de Moraes (1913 – 1980)

 “Estrelinhas” – compositor anônimo – com participação especial dos alunos violinistas Jeasy Parreira de Assis e João Pedro Ruthes Kimura

“Valsa dos Clowns” – Chico Buarque de Holanda (1944) / Edu Lobo (1943)

“O Relógio” – Vinícius de Moraes (1913 – 1980) / Paulo Soledade (1919-1999)

“Escravos de Jó” (folclore) – compositor anônimo

“Alegria da Vida” – Marcos Valle (1943), Nelson Motta (1944) e Paulo Sérgio Valle (1940)

Finale – Marco Aurélio Koentopp (1968)

Nenhum comentário:

Postar um comentário