domingo, 4 de dezembro de 2011

Guitarrista Mimi Rocha e compositor Chico Pio apresentam shows consecutivos no CCBNB-Fortaleza







O guitarrista Mimi Rocha e o cantor e compositor Chico Pio apresentam-se na próxima quarta-feira, 7, no cineteatro do Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 - Centro - fone: (85) 3464.3108). Com entrada franca, os dois shows são consecutivos: primeiro Mimi Rocha toca às 18 horas, e em seguida Chico Pio canta às 19 horas.



Mimi Rocha

Músico, arranjador, compositor e produtor musical de maior destaque no cenário local, Mimi Rocha é um grande expoente da guitarra jazz. Seu estilo sofre influência de ícones, como: The Beatles, Aldo Sena, Pat Metheny, Ennio Morricone e Santana.

Mimi Rocha é, sob vários aspectos, um produto dos vários gêneros musicais que ouve e que inspiraram sua formação musical. Com isso, tornou-se uma figura chave na música instrumental, e é inegável sua participação em shows de artistas que são ícones da música brasileira, como: Fagner, Dominguinhos, Geraldo Azevedo, Belchior, entre outros.

Planejou sua carreira com sabedoria, tornou-se proprietário do Studio MR, de grande prestígio na cidade, onde produz e cria arranjos para vários artistas. Atua na produção musical de alguns trabalhos de caráter mais comercial, ainda que agradáveis e perfeitamente bem executadas. Lidera a Banda Marajazz e dirige musicalmente vários festivais de música no estado.

Apresenta o show intitulado "Influências", como o próprio nome sugere, trata-se de uma síntese bem produzida de sua história musical, revelando assim sua inspiração e formação como instrumentista.



Repertório

A.D/D.A (Mimi Rocha)

Crianças (Mimi Rocha)

Alegria Final (Mimi Rocha)

Baião para Lyle e Pat (Mimi Rocha)

El farol (Carlos Santana)

While my guitar gently weeps (The Beatles)

Cinema paradiso (Ennio Morricone)

Lambada complicada (Aldo Sena)

Purple haze (Jimi Hendrix)



Músicos:

Guitarra: Mimi Rocha

Teclados: Herlon Robson

Bateria: Denilson Lopes



Chico Pio

Músico e compositor piauiense, Chico Pio consolidou sua trajetória em terras alencarinas, tendo destaque em nossos bares e festivais, tornando-se um verdadeiro ícone da música popular feita pelos cearenses nas últimas décadas. Iniciou sua carreira apresentando-se ao lado de Fagner, Ivan Lins, Lucinha Lins, Milton Nascimento, Caetano Veloso, Maurício Tapajós e Carmen Costa, no Teatro Casa Grande, no Rio de Janeiro. Nesse mesmo ano, 1975, o músico se apresentou em São Paulo e Minas Gerais, entre shows e grandes festivais. Em 1977, venceu o Festival Universitário do Rio de Janeiro, com "Calmaria".

No começo dos anos 1980, o cantor e compositor tinha parcerias com Fausto Nilo e Stélio Valle, respectivamente, "Água - jardim do olhar" e "O que foi que você viu?", gravadas no álbum "Massafeira Livre". Chico Pio também teve canções registradas por Zé Ramalho ("Forrobodó"), Paulo Rossglow e Lúcio Ricardo ("Sorvete") e Ângela Linhares ("Água"). Sua atuação nos festivais é uma de suas características. A parceria com Amilton Melo, "Silêncio", foi premiada no Festival Credimus da Canção, em 1980. Em 1999, Chico Pio lançou o álbum "Beira do Mundo", em que apresenta parcerias com Fausto Nilo. No início dos anos 2000, Chico também teve bastante atuação, em destaque tem o Festival de Camocim, onde em 2003 esteve na final com uma canção em parceria com o compositor Wagner Castro.

Para comemorar seus 45 anos de estrada, com três CDs gravados, Chico Pio fará o show, intitulado: "Vivo cantando e não quero parar", onde apresentará os clássicos que o destacaram na cena musical e para abrilhantar ainda mais o espetáculo interpretará pérolas dos ícones ovacionados nacionalmente, como: Fagner, Belchior, Zé Ramalho e Ednardo.



Repertório:

Solitudine (Chico Pio e Totonho Laprovítera)

Forró da minha serra (Chico Pio e Totonho Laprovítera)

Cantando no bar (Chico Pio e Alano Freitas)

Forrobodó (Chico Pio e Totonho Laprovítera)

Sorvete (Chico Pio e Stélio Valle)

Alfa e beta (Chico Pio e Francis Vale)

Sol e mariana (Chico Pio e Alano Freitas)

Agua (Chico Pio, Fausto Nilo e Stélio Valle)

Aquarela japonesa (Chico Pio, Fausto Nilo)



Músicos:

Voz e violão: Chico Pio

Guitarra: Mimi Rocha.

Bateria: Denilson Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário