quarta-feira, 30 de novembro de 2011

evento - musica - Orquestra de Câmara encerra com música latino-americana



Orquestra de Câmara encerra com música latino-americana a temporada 2011 de concertos



A música latino-americana é a atração do concerto da Orquestra de Câmara de Curitiba, neste fim de semana, quando interpreta um repertório composto por obras de Carlos Zamora (Chile – 1968), Liduino Pitombeira (Brasil – 1962), Aldemaro Romero (Venezuela / 1928 – 2007) e Alberto Ginastera (Argentina / 1916 – 1983). O espetáculo, que encerra a temporada de concertos 2011 patrocinada pela Volvo, terá como convidados o maestro chileno Victor Hugo Toro e o violoncelista paraíbano Raïff Dantas Barreto. As apresentações acontecem às 20h de sexta-feira (2), na Igreja Bom Jesus, e às 18h30 de sábado (3), na Capela Santa Maria.

Uma novidade, neste programa musical da primeira semana de dezembro, é que o ensaio geral da Orquestra de Câmara, na quinta-feira (1º), das 10h às 12h, na Capela Santa Maria, será aberto ao público. Num encontro com entrada franca, o maestro Victor Hugo Toro conversará com a plateia sobre as composições selecionadas, realizando um passeio pela produção da música latino-americana, além de ressaltar a importância dos compositores escolhidos para integrar o repertório do espetáculo.

A presença de convidados ilustres enriquece a atuação da Orquestra de Câmara de Curitiba, que desenvolve um trabalho reconhecido nacionalmente. Neste concerto – para executar um programa composto por obras incorporadas ao repertório de importantes orquestras de todo o mundo –, o grupo contará com a participação de músicos renomados.

Nascido em Santiago (Chile), o regente Victor Hugo Toro estudou música em seu país natal, aperfeiçoando técnicas com maestros como Jean Fournet (França), Peter Perret (EUA), Eduardo Browne (Chile), Rodolfo Fischer (Chile), John Neschling (Brasil) e Kurt Masur (Alemanha). É seguidamente convidado a reger as mais representativas orquestras do Chile, Argentina, Uruguai e México.

No Brasil, Toro venceu o II Concurso Internacional de Regência Orquestral, organizado pela Orquestra Sinfônica de São Paulo, na qual assumiu o cargo de diretor artístico assistente, em 2008. Pelo seu trabalho em prol da música e da aproximação cultural entre Chile e Brasil, o maestro foi homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo, em 2009. Atualmente, é diretor artístico assistente e regente residente da Companhia Brasileira de Ópera.

O violoncelista Raïff Dantas Barreto nasceu em João Pessoa (Paraíba), onde iniciou seus estudos musicais. De 1989 a 1992 aprimorou conhecimentos no Conservatório Arrigo Boito, em Parma (Itália), além de ter realizado cursos com o pianista Dario De Rosa e com o “Nuovo Quarteto Italiano”. Ao voltar ao Brasil, foi por três anos o primeiro violoncelo da Orquestra Sinfônica da Paraíba. Em 1994 produziu e lançou o CD “Carrapicho”, de música brasileira, que conquistou sucesso da crítica especializada, no Brasil e na Europa.

Em 1996, Dantas Barreto assumiu a cadeira de primeiro violoncelo da Orquestra do Norte, em Portugal. Fez recitais no Brasil, Espanha e Itália, tendo atuado como solista sob as batutas de Eleazar de Carvalho, Fred Gerling, Lutero Rodrigues, Günter Arglebe, entre outros. Em 1999, gravou o CD “Clara Crocodilo ao vivo” e, desde então, colabora com o compositor Arrigo Barnabé. Desde 1998 tocando no violoncelo “Príncipe do Brasil”, construído pelo “luthier” Saulo Dantas-Barreto, o instrumentista atualmente integra a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo.



Serviço:

Apresentações da Orquestra de Câmara de Curitiba com o programa “Música Latino-americana”, tendo como convidados o maestro chileno Victor Hugo Toro e o violoncelista paraíbano Raïff Dantas Barreto, no encerramento da temporada de concertos 2011 patrocinada pela Volvo.

Agenda:

Dia 1º de dezembro de 2011 (quinta-feira), ensaio geral aberto ao público, das 10h às 12h, na Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro), com entrada franca.

Dia 2 de dezembro de 2011 (sexta-feira), às 20h, na Igreja Bom Jesus (Praça Rui Barbosa – Centro), com entrada franca

Dia 3 de dezembro de 2011 (sábado), às 18h30, na Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro), com ingressos a R$ 15 e R$ 7,50 (meia-entrada).



Programa:

Carlos Zamora (Chile – 1968) – Tres Visiones de un Sikuris Atacameño

Liduino Pitombeira (Brasil – 1962) – Concerto para Violoncelo e Orquestra, Op. 53 (2000)

Aldemaro Romero (Venezuela / 1928 – 2007) – Fuga con Pajarillo (1975)
Alberto Ginastera (Argentina / 1916 – 1983) – Concerto para Cordas, Op.33 (1965)

Nenhum comentário:

Postar um comentário