quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Gerson Bientinez faz show “30 anos de música”



Nesta sexta-feira, dia 26, no auditório do Centro Paranaense Feminino de Cultura, o cantor e compositor curitibano Gerson Bientinez comemora três décadas de carreira com o show “30 anos de música”. Gersinho, como é carinhosamente chamado pelos amigos, irá se apresentar acompanhado das cantoras Rogéria Holtz e Flávia Dias, além dos músicos Sérgio Justen (piano), Vinícius Chamorro (violão) e Cézar Mattoso (sax e flauta).

Talento e experiência fazem da música de Gerson Bientinez algo raro, belo e profundo. Tendo feito sucesso internacional tocando na França (Paris), Suíça (Lausanne) e Polônia (Varsóvia), Gerson tem parcerias com Sebastião Tapajós, Claudionor Cruz e Eudes Fraga, e com boa parte dos principais compositores curitibanos como Waltel Branco, Gerson Fisbein, Noeli Manfredini, Luiz Felipe Leprevost, Valmor Marcelino, Cláudio Ribeiro, Ivan Graciano, Hilton Barcelos, Jamil Snege, Sílvio de Tarso, Etel Frota e Retamozzo, entre outros.

Exímio violonista, que transita do samba ao jazz passando pelo choro e a toada, Gersinho é um músico que deixa cantar as cordas de seu instrumento, embalando- as com belas e raras canções. Em seu trabalho, o poeta e menestrel Gerson Bientinez traça um caminho entre o coração e a técnica, trabalhando suas palavras com sentimento e suas notas com muito refinamento. O resultado é sempre cativante, de grande arte.

Gerson, que foi coordenador do TUC em 1986, e do Teatro Paiol entre 1987 e 1991, tem dois CDs gravados: “Quinze” (Rio de Janeiro, 1995) e “Alta Estima”, (Curitiba, 2005), ambos viabilizados pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Além disso, tem inúmeras músicas gravadas por outros músicos.

SERVIÇO: Show “30 anos de música”, com Gerson Bientinez e convidados Data: 26 de fevereiro Horário: 21 horas Local: Centro Feminino de Cultura (Rua Visconde do Rio Branco, 1717). Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00. Informações: 3232-8123

Instrumentos e vozes invadem o Bosque da Fazendinha



O programa “Música nos Parques”, patrocinado pela OI, proporciona espetáculos com artistas curitibanos, na tarde deste domingo (28).

O Bosque da Fazendinha é o endereço musical deste domingo (28), com mais uma apresentação do programa Música nos Parques, desenvolvido pela Fundação Cultural de Curitiba. O show “Saudosos Malucos” é a atração das 15h, com Cris Lemos, Silvia Contursi e Cláudio Menandro. Na sequência, às 17h, entra em cena o espetáculo “Violas e Flautas”, a cargo de Rogério Gulin, Plínio Silva e Hely Carvalho. Em 2010, o programa conta com o patrocínio da OI, que também presenteia o público com bonés, cangas e lenços.

Em “Violas e Flautas”, o público descobre as composições de Rogério Gulin, músico curitibano que se inspira nas raízes da viola caipira e na tradição da música instrumental brasileira para criar uma obra premiada nacionalmente. Unindo novas linguagens e experiência musical, Gulin executa um trabalho pontuado pelo rock folk e pelo rock dos anos 70, em seu lado mais acústico. O show conta com a participação dos músicos Plínio Silva – nas flautas e Krumhorn (instrumento de sopro renascentista) – e Hely Carvalho, no baixo.

Estética do samba – O samba em variados estilos, mas resguardado em sua estética, é a linha mestra do espetáculo “Saudosos Malucos”, que une as cantoras Cris Lemos e Silvia Contursi, mais o instrumentista Cláudio Menandro (violão, cavaquinho e bandolim). Os artistas, vindos respectivamente de São Paulo, Rio Grande do Sul e Bahia, encontraram em Curitiba, há muitos anos, o palco ideal para sua arte.

Composições de Adoniran Barbosa e músicas inéditas de Cláudio Menandro integram o repertório que cria um divertido diálogo entre obras célebres e novos sambas da melhor qualidade. A produção de Cris, Silvia e Menandro evidencia a contribuição do trio para a cultura local.


Serviço:

Música nos Parques

Local: Bosque da Fazendinha

Data: 28 de fevereiro de 2010 (domingo)

Horários:

Às 15h – show “Saudosos Malucos”, com Cris Lemos, Silvia Contursi e Cláudio Menandro

Às 17h – show “Violas e Flautas”, com Rogério Gulin, Plínio Silva e Hely Carvalho

Entrada franca

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

CAMISA DE VÊNUS


O CAMISA DE VÊNUS FARÁ MAIS UMA APRESENTAÇÃO EM SALVADOR ANTES DE PROSSEGUIR COM TURNÊ POR OUTRAS CAPITAIS, COM REPERTÓRIO SELECIONADÍSSIMO CONTENDO AS MELHORES MÚSICAS DA BANDA, EXECUTADAS COM OS ARRANJOS ORIGINAIS DOS ANOS 80.

O SHOW SERÁ DIA 27/02 (PRÓXIMO SÁBADO) NA GROOVE - AL. MARQUES DE LEÃO - BARRA ÀS 22:00 H

Renomado pianista internacional se apresenta no Grande Teatro do Palácio das Artes





Em concerto especial gratuito, o pianista David Gómez irá se apresentar na capital mineira, no dia 27 de fevereiro, às 18h30, no Grande Teatro do Palácio das Artes. A apresentação está sendo promovida pelo Instituto Cervantes, órgão oficial do Governo da Espanha e difusor da cultura hispânica, em parceria com a Fundação Clóvis Salgado.

David Gómez trará em seu repertório obras dos compositores clássicos Bach, Mozart, Piazzolla e Chopin. Na performance, que terá cerca de uma hora de duração, o músico também apresentará uma obra do compositor cubano Ernesto Lecuona. David prepara uma homenagem a este compositor cubano em um novo CD, com gravações de temas de Lecuona, que está sendo preparado para ser lançado.

Perfil David Gómez

Nascido em 1974, David Gómez teve seus primeiros contatos com a música ainda muito jovem, através de Marta Christel. Posteriormente estudou com Emilio Muriscot e Claudie Desmeules, professora do Conservatório de Genebra. Ampliou seus estudos com o pianista Michael Davidson no Conservatório de Rotterdam (Holanda), onde formou-se também em direção orquestral e Tango para piano.
Seu primeiro recital foi aos 14 anos e, desde então, tem realizado numerosos recitais na qualidade de solista, apresentando-se nas mais prestigiadas salas da Europa, Ásia, Estados Unidos e Oriente Médio. Gravou o cd "A. Piazzolla. Tangos para piano", que fez imenso sucesso em diferentes cidades européias. Atualmente prepara outra gravação, com o compositor cubano E. Lecuona.
Suas atuações têm recebido reconhecimento internacional desde o ano de 2000, até a atualidade. Foi premiado várias vezes em concursos como por exemplo: Primeiro Prêmio do II Concurso de Piano "Miguel Ballester I Serra", segundo lugar no V Concurso Internacional de Piano "Pio Tur" e no Nacional de Piano "Antoni Torrandell", terceiro prêmio no "Arte Joven 97" e finalista na "Doelen Competition" ( Holanda).

Programa:
J.S.Bach: Suite francesa n.2 en Do menor
- Allemana
- Corranda
- Zarabanda
- Aria
- Minuetto
- Giga

F.Chopin: Cinco valses

F.Mompou: Impresiones íntimas
- Pájaro Triste
- Gitano

J.Turina: Danzas gitanas
- Generalife
- Sacro-Monte

E.Lecuona: Suite española
- Gitanerías
- Malagueña





Serviço Evento: David Gómez - Concerto Especial Local: Grande Teatro do Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537 – Centro) Data: 27 de fevereiro Horário: 18h30 Duração: 1 hora Classificação etária: 8 anos Entrada Franca Informações: (31) 3236-7400

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Os maiores acordeonistas brasileiros reunidos em Curitiba


CAIXA Cultural Curitiba promove o Encontro Brasileiro do Acordeom

Acontece, de sexta (26) a domingo (28), o Encontro Brasileiro do Acordeom na CAIXA Cultural Curitiba. O evento, que já aconteceu na CAIXA em Brasília, reúne cinco dos maiores acordeonistas brasileiros: os mestres Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeom, Renato Borghetti e os jovens talentos Alessandro Kramer e Luciano Maia. Um encontro de gerações e de regiões, onde predomina o som deste instrumento no contexto da música regional e popular brasileira.

O show apresenta um repertório do cancioneiro popular e das grandes músicas do acordeom e explora de maneira inovadora toda sua musicalidade e sonoridade. As performances são a junção do clássico com o improviso, do nativismo com o contemporâneo, do sul com o nordeste e variam entre solos, duos e o encontro dos cinco instrumentistas, que já participaram de diversos projetos em conjunto. O objetivo é “fazer com que as pessoas conheçam o acordeom, mostrar que o instrumento, que é parte tão grande da cultura do Rio Grande do Sul e do Nordeste, está vivo”, segundo Luciano Maia. “Queremos divulgar o repertório que está um pouco esquecido e os tantos talentos que temos no país”, completa o músico.

O acordeom, criado na Europa, é um instrumento que servia como uma orquestra portátil. Tem forte influência na música brasileira, com destaque para a música regional gaúcha e nordestina e é imprescindível na história da música brasileira. Atualmente vem sendo redescoberto, dando bons ares em gravações de cantores país a fora.

O Encontro Brasileiro do Acordeom tem o desenho do multiinstrumentista Arismar do Espírito Santo, acompanhado de uma banda de base excepcional, que amarra de maneira perfeita a entrada e saída dos músicos, a escolha das músicas, em momentos de extrema energia e outros de grande sutileza e perfeição. O encontro destes cinco acordeonistas é uma oportunidade única de se presenciar de uma só vez o talento raro desses artistas.

Os acordeonistas

Dominguinhos - o pernambucano José Domingos de Moraes, nascido em 1941, começou a tocar e compor aos oito anos de idade. Aos nove anos conheceu Luiz Gonzaga, que achou que o menino tinha futuro, em pouco tempo passou acompanhar o músico em shows, viagens e gravações de discos, se tornando seu herdeiro musical. O músico, conhecido também pelas composições, já fez gravações e turnês com Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia, entre outros. Ao lado de Gilberto Gil, assina algumas composições como "Lamento Sertanejo" e "Abri a Porta". Seus maiores sucessos foram "Tantas Palavras", com Chico Buarque, "De Volta para o Aconchego", com Nando Cordel, gravada por Elba Ramalho e "Isso Aqui Tá Bom Demais". Já gravou mais de 30 discos, compões trilhas para cinema e venceu quatro prêmios Sharp. Seu último trabalho é o CD "Dominguinhos ao Vivo", no qual apresenta a excelência do forró ao lado de orquestra, trompete, trombone e violino.

Oswaldinho do Acordeom – o carioca Oswaldo de Almeida e Silva tocava sanfona profissionalmente aos 12 anos com ajuda de Pedro Sertanejo, precursor do forró em São Paulo e seu pai. Estudou no Conservatório Dante, em Milão e foi atração no Festival do Campeonato Mundial de Acordeon.

Teve a oportunidade de abrir o show de All Jarreau, na França e participar de projetos como Pixinguinha, USTOP, Free Jazz Festival, Festival de Montreal, Rock in Rio, Festival de Jazz de Montreux (Suíça), Festival de Jazz de Chateauvallon (França), Juan Les Piñs (França), Blue Note (Nova Iorque), Ball Room (Nova Iorque), Show de 500 anos de Descobrimento, Acústico MTV Rita Lee e Festival de Amiens (França). Oswaldinho executa, com excelência, Astor Piazzola, John Lennon, Bach e Beethoven, além do repertório de música popular brasileira e nordestina. Atualmente, com 22 discos gravados, está lançando pela gravadora Kuarup, seus mais novos CDs: “Asa Branca Blues” e “Um Bom Forró”. Seu currículo registra gravações com estrelas como Elba Ramalho, Edson Cordeiro, Caetano Veloso, Jackson do Pandeiro, Lobão, Raul Seixas, Ney Matogrosso, Nara Leão e Milton Nascimento, até Paul Simon, Manu Di Bango, Didier Lockwood e Cassiopéia.

Renato Borghetti - Aos 16 anos subiu ao palco, pela primeira vez profissionalmente, em um dos muitos festivais nativistas que efervesciam no Rio Grande do Sul, nos anos 80. A forma como tocava, com muita entrega e energia, causava forte impressão em quem conhecia as imensas limitações do seu instrumento, a gaita-ponto e assim surgiu a fama de Renato Borghetti. O primeiro disco veio em 1984 e, desde então, Renato Borghetti vem crescendo em popularidade e amadurecendo sua música. Ele alterna trabalhos mais simples e gauchescos com momentos de maior sofisticação e acenos para o jazz e a música erudita. Ainda na década de 80 deu canjas com nomes como Leon Russel e Edgar Winter; participou com sucesso do extinto Free Jazz Festival e se apresentou em cidades que vão de Munique e Stuttgart a Maceió. Tocou com orquestras como a de Câmara do Teatro São Pedro e a Sinfônica de Porto Alegre. Em 1991, Renato Borghetti recebeu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte como melhor disco do ano na categoria regional, e o convite para integrar o Projeto Asa Branca, quando teve a oportunidade de fazer shows por toda a década ao lado de Sivuca, Dominguinhos, Elba Ramalho, Alceu Valença, entre outros. Hoje, depois de 24 trabalhos gravados, Renato Borghetti é um dos principais representantes da música instrumental gaúcha, com sólida carreira internacional.

Alessandro Kramer - o gaúcho de 29 anos ganhou seu primeiro acordeon aos oito. Com a banda Dr. Cipó gravou três discos. Finalista do prêmio Visa 2007– Edição Instrumental, Alessandro Kramer foi considerado pela crítica européia revelação do Festival do Acordeon Mundial, na edição de 2004, realizado na Áustria, tendo tocado ao lado de músicos como Richard Galeano. Ao longo da carreira, Kramer tem dividido palcos no mundo com nomes como Toninho Horta, Yamandú Costa, Hermeto Pascoal, Alegre Corrêa, Guinga, Arismar e Thiago do Espírito Santo. No último mês de abril, tocou em seis cidades da Alemanha e Áustria com Alegre Corrêa e Guinha Ramirez. Esteve presente no Teatro da CAIXA em janeiro deste ano, no Circuito OFF de Música.

Luciano Maia - Um dos mais respeitados acordeonistas do sul do país na atualidade o gaúcho integrou o tradicional grupo Quero-Quero. Seu primeiro trabalho solo foi “Sonho Novo”, gravando posteriormente “Minha Querência”. Maia participou do projeto “Gaitaço de Sucessos”, que trazia regravações de clássicos do cancioneiro gaúcho. Hoje celebra com orgulho o lançamento do seu quarto CD: “Cruzando a Pampa”, indicado pelo jornal Zero Hora como um dos cinco melhores CDs regionais de 2007 e Prêmio Açorianos de Música como melhor disco regional do ano.

Maia já dividiu o palco com grandes músicos, como Gaúcho da Fronteira, Joca Martins, Luis Marenco, Oscar dos Reis, Renato Borghetti, Neto Fagundes e Rogério Melo, além dos mestres Dominguinhos, Hermeto Pascoal e Arismar do Espírito Santo. Seu nome aparece em mais de 80 discos, entre CDs solo, parcerias, participações especiais, projetos culturais e gravações independentes. O artista também atua como produtor musical, compositor e arranjador, acumulando no currículo a produção dos trabalhos de César Oliveira e Rogério Melo, Joca Martins, Marcelo Oliveira, Felipe Araújo e Abramo Machado e Berenice Azambuja.

Serviço:


Música: Encontro Brasileiro do Acordeom

Local: Teatro da CAIXA

Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba

Data: de 26 a 28 de fevereiro

Horários: sexta e sábado 21h e domingo 19h

Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, das 16 às 19h)

Classificação etária: Livre para todos os públicos

Lotação máxima do teatro: 125 lugares (02 para cadeirantes)

www.caixa.gov.br/caixacultural

TONINHO FERRAGUTTI SOLO NA CAIXA CULTURAL CURITIBA


Acordeonista inaugura a temporada 2010 do projeto Solo Música

A CAIXA Cultural apresenta, na terça (23), a estreia da temporada 2010 do projeto Solo Música, que em 2009 foi um sucesso de público e crítica. A nova temporada prevê 11 concertos, iniciando com Toninho Ferragutti.

O Solo Música apresenta um recital por mês, sempre às terças-feiras, nos quais são exibidas apresentações raras, com artistas solo tocando instrumentos que dificilmente são mostrados em outras programações culturais. A série foi desenvolvida a partir de uma observação dos espaços culturais da cidade. Segundo o produtor Álvaro Collaço, a série é exclusiva, pois diversifica os instrumentos e gêneros na mesma programação.

A Série não privilegia um gênero musical definido, mas a diversidade cultural em solo, promovendo assim uma aproximação entre a música instrumental e erudita, sendo que a única ligação entre os recitais apresentados é o fato de estar no palco um único músico, cuja característica principal é ter absoluta segurança na sua qualidade como instrumentista e intérprete.

Já passaram pelo Teatro da CAIXA, na temporada 2009, o norte-americano Tracy Silverman (violino elétrico), Marlui Miranda (música indígena), Zoltan Paulinyi (viola pomposa), Pereira da Viola (viola brasileira), Ângelo Esmanhotto (sarod), Cristina Braga (harpa), Rodrigo Capistrano (saxofone) e Caíto Marcondes (percussão).

Toninho Ferragutti

Toninho Ferragutti é músico acordeonista e compositor, natural da cidade de Socorro, interior do Estado de São Paulo. É filho de Pedro Ferragutti, também músico saxofonista e compositor. O estudo de música teve início em casa com seu pai e nas rodas de choro, grupos de baile, grupos de música gaúcha, gafieiras, conservatório e aulas particulares de harmonia e acordeom. Cursou três anos de veterinária na Unesp de Botucatu, curso que abandona no último ano para se mudar definitivamente para São Paulo, onde começa sua carreira como músico profissional.

Iniciou nos programas de televisão, gravações de discos e gravações de trilhas para cinema, novelas e atuando em shows e CDs de grandes artistas nacionais (Mônica Salmaso, Antônio Nóbrega, Elba Ramalho, Chico César, Lenine, Elza Soares, Grupo Corpo, Marisa Monte, Mario Adnet e Proveta, entre outros) e em grupos de música instrumental, participações como solista da Orquestras Jazz Sinfônica de São Paulo, sob a regência de Ciro Pererira, Nelson Ayres, da Orquestra Petrobras Pró-musica, sob a Regência de Wagner Tiso e Isaac Karabichevsky e também na orquestra da maestrina e compositora americana Maria Schneider.



Serviço

Projeto Solo Música – Toninho Ferragutti – Acordeom

Local: Teatro da CAIXA

Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba/PR

Data: 23 de fevereiro

Horários: terça 20h30

Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, das 16 às 19h)

Classificação etária: Livre para todos os públicos

Lotação máxima do teatro: 125 lugares (02 para cadeirantes)

www.caixa.gov.br/caixacultural

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Camisa de Vênus irá realizar mais um show em Salvador



Em vista do sucesso do show no Cais Dourado, o Camisa de Vênus irá realizar mais um show em Salvador antes de seguir com a turnê pelo Brasil em março.

Desta vez será dia 27/02 no Groove, Rua Marques de Leão, 351- Barra.

Quem não compareceu ao primeiro show, terá outra oportunidade de curtir uma grande noite de rock'n roll.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

JazZeca



Musica Di Giorgio apresentam


JazZeca

No próximo dia 14 de Fevereiro, às 22h00, o Clube Literário do Porto é palco do concerto "JazZeca", com os Musica Di Giorgio. (ver cartaz em anexo)
Não faltem!

Clube Literário do Porto
Rua Nova da Alfândega, n.º 22
4050-430 Porto
T. 222 089 228
Fax. 222 089 230
Email: clubeliterario@fla.pt
URL: www.clubeliterariodoporto.co.pt

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Música nos Parques leva shows ao Bosque do Papa


Muita música e animação estarão à disposição do público, neste domingo (7), com as apresentações de grupos curitibanos, que acontecem às 15h e às 17h.

Neste domingo (7) tem “Música nos Parques” no Bosque João Paulo II, o Bosque do Papa. Às 15h, o grupo Novos Matutos leva ao público a diversidade de gêneros que forma a música caipira. Às 17h, a Banda Nuvens mostra um espetáculo que une a música a outras formas de expressão artística, como a poesia, o teatro e as artes visuais. O projeto “Música nos Parques” é desenvolvido pela Fundação Cultural de Curitiba e, na edição deste ano, conta com o patrocínio da OI.

A programação musical começa às 15h, com o show “Paisagem Rasqueada”, do grupo Novos Matutos. Com viola caipira, violão 7 cordas, acordeom e percussão, o grupo executa músicas de compositores da primeira metade do século XX e também de duplas e violeiros contemporâneos. Obras de Raul Torres, Nhô Berlamino, Angelino de Oliveira, Serrinha e Teddy Vieira somam-se a produções de Zé Mulato e Cassiano e às composições de violeiros como Paulo Freire, Rogério Gulim e Roberto Correia.

Neste espetáculo, os Novos Matutos revelam a essência da música de raiz, explorando o canto a duas vozes, que é entrecortado por causos e contextualizações das canções. O grupo tem por objetivo promover uma aproximação maior do artista com a plateia, incentivando a participação de todos.

Depois, às 17h, a Banda Nuvens apresenta o show “Despertar – Nuvens no Parque”, que conecta a música a outras modalidades artísticas, visando à análise do homem dentro do ambiente urbano e promovendo a interação com o público. Os músicos que se uniram para formar a banda – Raphael Moraes, Marcos Nascimento, Vinícius Nisi, Amandio Galvão, Marcus Pereira e Luís Bourscheidt – são remanescentes de grupos com grande visibilidade no Paraná. A banda tem se destacado no cenário musical com shows que primam pela produção e pelo pioneirismo na fusão das artes.

Serviço:

Música nos Parques

Local: Bosque João Paulo II – Bosque do Papa (Rua Mateus Leme)

Data: 7 de fevereiro de 2010 (domingo)

Horários:

Às 15h – Grupo Novos Matutos, com o show “Paisagem Rasqueada”

Às 17h – Banda Nuvens, com o show “Despertar – Nuvens no Parque”

Entrada franca

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

JAZZ NO PORTO


clique para ampliar


Clube Literário do Porto Rua Nova da Alfândega, n.º 22 4050-430 Porto T. 222 089 228 Fax. 222 089 230 Email: clubeliterario@fla.pt URL: www.clubeliterariodoporto.co.pt

Renomado pianista internacional se apresenta no Grande Teatro do Palácio das Artes


Em concerto especial gratuito, o pianista David Gómez irá se apresentar na capital mineira, no dia 27 de fevereiro, às 18h, no Grande Teatro do Palácio das Artes. A apresentação está sendo promovida pelo Instituto Cervantes, órgão oficial do Governo da Espanha, em parceria com a Fundação Clóvis Salgado.

David Gómez trará em seu repertório obras dos compositores clássicos Bach, Mozart, Piazzolla e Chopin. Na performance, que terá cerca de uma hora de duração, o músico também apresentará uma obra do compositor cubano Ernesto Lecuona. David prepara uma homenagem a este compositor cubano em um novo CD, com gravações de temas de Lecuona, que está sendo preparado para ser lançado.

David Gómez

Nascido em 1974, David Gómez teve seus primeiros contatos com a música ainda muito jovem, através de Marta Christel. Posteriormente estudou com Emilio Muriscot e Claudie Desmeules, professora do Conservatório de Genebra. Ampliou seus estudos com o pianista Michael Davidson no Conservatório de Rotterdam (Holanda), onde formou-se também em direção orquestral e Tango para piano.

Seu primeiro recital foi aos 14 anos e, desde então, tem realizado numerosos recitais na qualidade de solista, apresentando-se nas mais prestigiadas salas da Europa, Ásia, Estados Unidos e Oriente Médio. Gravou o cd "A. Piazzolla. Tangos para piano", que fez imenso sucesso em diferentes cidades européias. Atualmente prepara outra gravação, com o compositor cubano E. Lecuona.

Suas atuações têm recebido reconhecimento internacional desde o ano de 2000, até a atualidade. Foi premiado várias vezes em concursos como por exemplo: Primeiro Prêmio do II Concurso de Piano "Miguel Ballester I Serra", segundo lugar no V Concurso Internacional de Piano "Pio Tur" e no Nacional de Piano "Antoni Torrandell", terceiro prêmio no "Arte Joven 97" e finalista na "Doelen Competition" ( Holanda).

Programa:
J.S.Bach: Suite francesa n.2 en Do menor
- Allemana
- Corranda
- Zarabanda
- Aria
- Minuetto
- Giga

F.Chopin: Cinco valses

F.Mompou: Impresiones íntimas
- Pájaro Triste
- Gitano

J.Turina: Danzas gitanas
- Generalife
- Sacro-Monte

E.Lecuona: Suite española
- Gitanerías
- Malagueña





Serviço Evento: David Gómez - Concerto Especial Local: Grande Teatro do Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537 – Centro, Belo Horizonte) Data: 27 de fevereiro Horário: 18h Duração: 1 hora Classificação etária: 8 anos Entrada Franca Informações: (31) 3236-7400

Você acredita em Vampiros ?



Pois saiba que 2010 e’ o ano do vampiro.

E para comemorar a data, a Fan Music convida você a conhecer a banda de rock mais dark do momento – RIBAS on the ROCKS.
Com o lançamento de seu primeiro CD previsto para o primeiro semestre, a banda apresenta seu repertorio autoral e versões incríveis de grandes sucessos do rock internacional.
Alem do CD, que tem a produção assinada pelo produtor Ricardo Moura, a banda prepara-se para gravar uma serie de videoclips cinematográficos.

Com letras profundas e sonoridade fantasmagórica, a banda RIBAS on the ROCKS, convida você para conhecer seu som, dia 18 de Fevereiro de 2010.

Prepare-se para entrar no mundo do desconhecido. O show vai acontecer em um antigo casarão de Curitiba, ao lado da Cinemateca. O local chama-se Blood Rock Bar (nada mais propicio, já que blood significa sangue em inglês), e tem a temática inspirada em filmes de terror, e decoração ao estilo das masmorras do século XVIII.

Uma noite arrepiante com as melhores bandas da cidade : Ribas on the Rocks, Relespublica e Magaivers.


Serviço : Evento : Show com as bandas Ribas on the Rocks, Relespublica e Magaivers Data : 19 de Fevereiro de 2010, sexta feira Horário : 22:00h Local : Blood Rock Bar Endereço : Rua Carlos Cavalcanti, 1212, bairro São Francisco, Curitiba Entrada : R$ 10,00 (na bilheteria) Info e reservas : www.bloodrockbar.com.br Promoçao : 91 Rock Info das bandas : www.myspace.com/ribasrocks www.myspace.com/relespublica www.myspace.com/magaivers

Programa de música de câmara com selecionados para 2010



Os duos, trios e quartetos contemplados pelo Edital Música de Câmara na Capela Santa Maria farão apresentações de abril a dezembro deste ano.

O Edital Música de Câmara na Capela Santa Maria, do Fundo Municipal da Cultura, contemplou seis projetos na categoria Duo, dois na categoria Trio e cinco na categoria Quarteto, totalizando 13 propostas que obtiverem as melhores notas na análise documental e avaliação de mérito. As apresentações acontecerão na Capela Santa Maria, no período de abril a dezembro deste ano, em datas a serem definidas pela coordenação de música da Fundação Cultural de Curitiba.

A comissão formada por profissionais ligados à área musical selecionou os seguintes espetáculos: na categoria Duo estão “Do Romantismo à Música Americana Contemporânea”, de Jairo Wilkens da Costa Souza; “Lamento e Divertimento”, de Valéria Maria Vargas da Costa; “O Piano”, de Alvaro Ramos; “Recital de Percussão e Eufônio”, de Fernando D. Rodrigues dos Santos; “A Voz do Contrabaixo”, de Pablo Eduardo Guiñez Vergara; e “A Música para Bandolim e Piano”, de Carmen Célia Fregoneze.

Na categoria Trio, os escolhidos foram “Contos de Fada”, de Paulo Emiliano Piá de Andrade; e “Imagine: A Canção Inglesa de Purcell aos Beatles”, de Silvana Ruffier Scarinci. Os projetos vencedores na categoria Quarteto são “Solistas da Salzburg Solists e Soprana Diana Daniel”, de Mirna Dequech Selme Daniel; “Kismara Pessati e Trio Porto Alegre”, proposto por Ramin e Collaço Ltda.; “Imagens”, de Davi Sartori; “B.A.C.H.”, de Paulo José da Costa; e “Olga Kiun e Quarteto Guarani”, de Maria Ivete Fontoura.

Serviço:

Resultado do Edital Música de Câmara na Capela Santa Maria, do Fundo Municipal da Cultura

Disponível no site www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br / Lei de Incentivo.

Informações: (41) 3213-7559 / (41) 3213-7560

Programa de música de câmara com selecionados para 2010



Os duos, trios e quartetos contemplados pelo Edital Música de Câmara na Capela Santa Maria farão apresentações de abril a dezembro deste ano.

O Edital Música de Câmara na Capela Santa Maria, do Fundo Municipal da Cultura, contemplou seis projetos na categoria Duo, dois na categoria Trio e cinco na categoria Quarteto, totalizando 13 propostas que obtiverem as melhores notas na análise documental e avaliação de mérito. As apresentações acontecerão na Capela Santa Maria, no período de abril a dezembro deste ano, em datas a serem definidas pela coordenação de música da Fundação Cultural de Curitiba.

A comissão formada por profissionais ligados à área musical selecionou os seguintes espetáculos: na categoria Duo estão “Do Romantismo à Música Americana Contemporânea”, de Jairo Wilkens da Costa Souza; “Lamento e Divertimento”, de Valéria Maria Vargas da Costa; “O Piano”, de Alvaro Ramos; “Recital de Percussão e Eufônio”, de Fernando D. Rodrigues dos Santos; “A Voz do Contrabaixo”, de Pablo Eduardo Guiñez Vergara; e “A Música para Bandolim e Piano”, de Carmen Célia Fregoneze.

Na categoria Trio, os escolhidos foram “Contos de Fada”, de Paulo Emiliano Piá de Andrade; e “Imagine: A Canção Inglesa de Purcell aos Beatles”, de Silvana Ruffier Scarinci. Os projetos vencedores na categoria Quarteto são “Solistas da Salzburg Solists e Soprana Diana Daniel”, de Mirna Dequech Selme Daniel; “Kismara Pessati e Trio Porto Alegre”, proposto por Ramin e Collaço Ltda.; “Imagens”, de Davi Sartori; “B.A.C.H.”, de Paulo José da Costa; e “Olga Kiun e Quarteto Guarani”, de Maria Ivete Fontoura.

Serviço:

Resultado do Edital Música de Câmara na Capela Santa Maria, do Fundo Municipal da Cultura

Disponível no site www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br / Lei de Incentivo.

Informações: (41) 3213-7559 / (41) 3213-7560

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Orquestra À Base de Corda abre vaga para músicos bolsistas


Estão abertas, até o dia 08 de fevereiro, as inscrições para seleção de dois músicos bolsistas para a Orquestra À Base de Corda, do Conservatório de MPB. As vagas são para bandolim e viola caipira.

Os candidatos devem possuir experiência comprovada na área de música popular e serão submetidos à avaliação de uma banca composta por profissionais de renome. Os testes ocorrerão no dia 11 de fevereiro de 2010, entre 9h e 13h.

As inscrições para os testes seletivos deverão ser feitas diretamente no Conservatório de MPB - Rua Mateus Leme, 66, no horário das 9h às 12h e das 14h às 18h. O candidato deverá apresentar, no ato de inscrição: fotocópia legível, frente e verso do documento de identidade; cópia de comprovante de conta bancária; requerimento de inscrição; currículo e documentos comprobatórios acondicionados em envelope lacrado, com identificação do candidato na parte externa. Serão aceitos como documentos comprobatórios cartas em papel timbrado, encartes de CD, programas de shows, cartazes, folders, informativos e matérias jornalísticas (originais ou fotocópias).

Os testes serão realizados em três etapas: Análise de Currículo; Prova de Leitura, em que o candidato deverá executar à primeira vista uma leitura melódica e leitura de cifra, e Prova Prática. Para o teste de bandolim, o candidato deverá executar duas peças: “Desvairada” (Garoto), e uma peça de livre escolha (arranjo para bandolim solo) do universo da MPB, dentre os gêneros samba, bossa-nova, choro, baião, frevo, entre outros.

Para o teste de viola caipira a peça a ser executada é “Araponga Isprivitada” (Roberto Corrêa), além de uma de livre escolha (arranjo para viola caipira solo). As partituras das peças da prova prática estarão disponíveis no Conservatório durante o período de inscrição. Para ambas as vagas serão avaliados domínio técnico, conhecimento dos estilos de MPB e seu vocabulário e senso rítmico e interpretativo.

Serviço:

Teste seletivo para músico bolsista da Orquestra À Base de Corda.

Inscrições: De 11 de janeiro a 08 de fevereiro de 2010, das 9h às 12h e das 14h às 18h.

Local: Conservatório de MPB - Rua Mateus Leme, 66 – Centro.

Mais informações (41) 3321-2855 ou (41) 3321-3208 com América ou Afonso.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Síntese da Essência – Não Show de André Abujamra



Síntese da Essência – Não Show de André Abujamra na CAIXA Cultural Curitiba

Show expõe o lado intimista do artista

O Teatro da CAIXA em Curitiba apresenta “Síntese da Essência – Não Show de André Abujamra”. Como o próprio nome diz, o show apresenta a essência da “poesiamusica” de André Abujamra e expõe as facetas realistas das suas obras. Ao lado de André, se apresentam João Egashira, Melina Mulazani e Ary Giordani.

Diferente das apresentações tecnológicas comuns do artista, este show é intimista e delicado, buscando o contato direto com o público em uma atmosfera descontraída. Esta apresentação “é uma nova abordagem do meu trabalho, para mostrar as minhas canções sem muito barulho tecnológico” afirma Abujamra, que lança um novo disco em abril.



O objetivo é alcançar a cumplicidade nas mais diversas esferas: o contato dos espectadores com a obra e a interação entre os próprios espectadores. André nomina o trabalho como “não show” justamente pela criação deste espaço de conversa, de troca com o público, que se deleita com as letras, a poesia e a interpretação das canções. Um show onde o público se sente aconchegado pelas conversas e historias de cada canção, canta junto, conversa com o autor, ou seja, participa.

O repertório apresenta uma coletânea de composições de André, passeando por seus principais trabalhos, como Karnak, Os Mulheres Negras e seus álbuns solo. Com arranjos criados especialmente para a formação (guitarra, percussão, violão e acordeon), o show possibilita ao espectador apreciar sonoridades bastante diversas aos outros trabalhos de Abujamra, além das interpretações, que despertam o público para a imaginação, os risos, pensamentos e reflexões.

Sobre André Abujamra

André Cibelli Abujamra é cantor, compositor, multinstrumentista, produtor e ator. A carreira artística, herdada de seu pai - o ator Antônio Abujamra –, iniciou com a banda Os Mulheres Negras. Criada em conjunto com Maurício Pereira nos anos 80, a banda produzia música pop experimental com instrumentos eletrônicos. Participou da banda Karnak e hoje atua em carreira solo.

Além da música, André assina mais de 40 trilhas de filmes brasileiros e já fez diversas participações no cinema nacional, como: Sábado (1995), Boleiros – Era Uma vez o Futebol (1998), Durval Discos (2002), Como Fazer um Filme de amor (2004) e É Proibido Fumar (2009).


Ficha Técnica Músicos: André Abujamra, Melina Mulazani, João Egashira e Ary Giordani. Produção: Greice Barros (Núcleo Produções) Serviço: Música: Síntese da Essência – Não Show de André Abujamra Local: Teatro da CAIXA Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba/PR Data: de 05 a 07 de fevereiro Horários: sexta e sábado 21h e domingo 19h Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, das 16 às 19h) Classificação etária: Livre para todos os públicos Lotação máxima do teatro: 125 lugares (02 para cadeirantes) www.caixa.gov.br/caixacultural